Calendário ProUni 2023 é liberado pelo MEC, incluindo data de inscrição

O Ministério da Educação (MEC) liberou o calendário ProUni para a edição de 2023, incluindo a data de inscrição e outras informações sobre demais programas de acesso ao ensino superior no país.

Na última segunda-feira (28/11), o Ministério da Educação (MEC) liberou o Calendário ProUni de 2023, com as datas de inscrição, previsão dos resultados de cada uma das chamadas. Além disso, foram divulgadas informações pertinentes ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Em todos os casos, serão utilizadas as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022. A previsão do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é que o resultado da prova seja divulgado em 13 de fevereiro. Por fim, confira mais informações sobre o Calendário ProUni 2023:

Quais são as datas do Calendário ProUni 2023?

Em primeiro lugar, o Programa Universidade Para Todos, conhecido como ProUni, possui como objetivo distribuir bolsas de estudo parciais e integrais em instituições de ensino privada. Sendo assim, oferece bolsas que cobrem 50% ou 100% do valor das mensalidades.

De acordo com o Calendário ProUni 2023, o período de inscrições para os candidatos elegíveis estará disponível entre 7 e 10 de março. A previsão é que os resultados da primeira chamada sejam divulgados em 14 de março, e a segunda chamada seja publicada no dia 28 de março.

A inscrição pode ser realizada através do Portal Único de Acesso ao Ensino Superior, vinculado ao Ministério da Educação e ao Governo Federal. Porém, é fundamental ter realizado pelo menos uma das últimas edições do Enem 2022, antes do processo de seleção do ProUni.

A exigência é que o candidato tenha alcançado a nota mínima de 450 pontos, na média das notas referentes às cinco provadas do exame. Ademais, é proibido ter tirado zero na redação do Enem ou ter participado na condição de treineiro.

Quais são as regras do ProUni?

A princípio, o ProUni trabalha com foco nos cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Atualmente, o público-alvo é formado por estudantes sem diploma no nível superior. Sendo assim, é importante conhecer o panorama atual desses indivíduos no país.

Segundo dados dos Cadernos de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais do Inep e do Ministério da Educação apenas 21% dos adultos até 34 anos possuem Ensino Superior no país. As informações foram divulgadas no Observatório do Terceiro Setor, e mostram como as transformações recentes na educação afetam o acesso às Universidades, sejam elas públicas ou privadas.

No geral, existem regras específicas para solicitar essas bolsas e participar do ProUni 2023, a fim de fomentar mudanças no Ensino Superior brasileiro. De acordo com informações do Ministério da Educação, são atendidos:

  • Brasileiros que possuam renda familiar bruta mensal per capita de até 1,5 salário mínimo, para obter a bolsa integral;
  • Brasileiros que possuam renda mensal per capita bruta de até 3 salários mínimos, para obter a bolsa parcial;
  • Estudantes que tenham concluído o ensino médio integralmente em rede pública;
  • Estudantes que tenham concluído o ensino médio integralmente em instituições privadas, na condição de bolsista integral;
  • Estudantes que tenham concluído o ensino médio parcialmente em escolas públicas e em instituições privadas, também como bolsista integral;
  • Estudantes que tenham concluído o ensino médio parcialmente me escola pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista parcial da instituição ou sem seres bolsista após a transição do sistema;
  • Estudantes que tenham concluído o ensino médio integralmente em instituição privada, na condição de bolsistas parciais ou sem serem bolsistas;
  • Pessoas com deficiência, dentro dos parâmetros da legislação.

A legislação do programa também prevê a elegibilidade e atendimento de professores da rede pública. Porém, são atendidos exclusivamente aqueles que estão realizando cursos de licenciatura e pedagogia, com foco na formação do magistério da Educação Básica.

Para esse público, não são aplicados os limites de renda previsto para os quadros apresentados anteriormente.

Leia também

você pode gostar também

Nova EJA Fortaleza irá distribuir 10 mil tablets e auxílio de R$ 150

A iniciativa que garante o auxílio de R$ 150 para os estudantes é um esforço local para incentivo à escolaridade e a adesão ao novo currículo acadêmico.

ONG Recode oferece curso gratuito para programadores

A formação para Programador conta com diversas horas de atividade. Fique por dentro dos detalhes sobre o curso gratuito da ONG Recode, e confira onde e como se inscrever.

Governo Federal oferece curso sobre Previdência Privada

Curso sobre previdência privada ofertado pelo governo federal é gratuito. Participante poderá obter um certificado de conclusão.

MEC oferece cursos online gratuitos de qualificação; saiba se inscrever

Oportunidades são direcionadas para diferentes áreas do conhecimento e pretendem capacitar pessoas interessadas.

Fies: projeto amplia prazo para o pagamento de dívidas pendentes

O PL 3016/22 que visa estender o prazo para a renegociação das dívidas do Financiamento Estudantil (Fies), tramita em caráter conclusivo e passa por análise na CE, CFT e CCJ.

Provas do Encceja já têm data para 2023; confira o calendário completo

As provas do Encceja, exame que oferece certificação de conclusão do ensino fundamental e médio, já têm data para 2023. Confira o cronograma e mais informações sobre o programa.