Fuvest: Uso de máscara será obrigatório para fazer o vestibular

O vestibular da Fuvest, a ser realizado no próximo dia 4 de dezembro, determinou a obrigatoriedade do uso de máscara para os candidatos durante a aplicação.

Na última sexta-feira (25), a Fuvest anunciou que os candidatos que realizarão o vestibular serão obrigados a usar máscara durante a aplicação da prova. A previsão é que a primeira etapa da edição de 2023 aconteça no próximo dia 4 de dezembro, domingo.

Entretanto, desde 18 de novembro, a Fuvest informou aos participantes que adotou novos protocolos de biossegurança para a prova. Sobretudo, a decisão decorre da alta de casos de COVID-19 na cidade de São Paulo, mas também em outros locais do estado. Saiba mais a seguir:

Por que o uso de máscara será obrigatório para o vestibular da Fuvest?

Em agosto, a Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) da Universidade de São Paulo (USP) divulgou um manual do candidato com as instruções específicas para o exame. Neste sentido, estabeleceu a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial para a realização das provas, com exceção no momento de reconhecimento facial após a apresentação do documento.

Além disso, o manual também indica que os procedimentos poderão ser alterados de acordo com os decretos e medidas aplicadas na capital ao longo do mês. Sobretudo, as determinações apresentadas pelas autoridades sanitárias do governo de São Paulo serão igualmente aplicadas na aplicação do vestibular.

A medida acompanha a decisão da USP em exigir a utilização da proteção facial em ambientes fechados no campus universitário. Ou seja, a circulação em salas de aulas, auditórios, museus, laboratórios, locais de atendimento ao público e setores administrativos deve ser feita com uso de máscaras. Em específico, isso inclui os servidores, estudantes e o público geral.

De acordo com as informações mais recentes da Secretaria de Estado da Saúde (SES – SP), as novas internações por decorrência de suspeita de casos de COVID-19 voltaram a ficar abaixo de 300 por dia no estado. Em específico, essa informação parte de uma média diária de 286 na última terça-feira, 29 de novembro.

Os dados são provenientes das internações em enfermarias e UTIs na Grande São Paulo, incluindo o setor de saúde pública e privado. Apesar disso, a média móvel continua alta nas regiões do interior e do litoral paulista, com média móvel em 417 casos nessa terça-feira.

Como vai funcionar o vestibular da Fuvest?

De acordo com as informações oficiais, o vestibular da Fuvest irá contemplar 104.043 brasileiros logo na primeira fase. Além disso, 10,3 mil treineiros se inscreveram para a aplicação do exame. Neste sentido, são 11.147 vagas totais disponíveis pela Universidade de São Paulo, dentro da seguinte divisão:

  • 4.691 vagas para Ampla Concorrência;
  • 2.173 vagas para candidatos de escola pública;
  • 1.096 vagas para estudantes de escola pública autodeclarados pretos, pardos ou indígenas;
  • 2.917 vagas para ingresso através do Exame Nacional do Ensino Médio.

Os estudantes podem consultar os locais de prova através do portal da Fuvest. O calendário estabeleceu a primeira fase da avaliação para o dia 04 de dezembro de 2022. Porém, a divulgação dos convocados para a segunda fase deverá ser publicada neste mês, mais especificamente no dia 16 de dezembro de 2022.

Por fim, as provas da segunda fase serão aplicadas nos dias 08 e 09 de janeiro de 2023. A divulgação da lista inicial de aprovados está prevista para o dia 30 de janeiro de 2023. Para a preparação, a principal dica é estudar os livros obrigatórios que serão cobrados nas questões:

  1. Poemas Escolhidos, de Gregório de Matos;
  2. Quincas Borba, de Machado de Assis;
  3. Alguma Poesia, de Carlos Drummond de Andrade;
  4. Angústia, de Graciliano Ramos;
  5. Mensagem, de Fernando Pessoa;
  6. Terra Sonâmbula, de Mia Couto;
  7. Campo Geral, de Guimarães Rosa;
  8. Romanceiro da Inconfidência, de Cecília Meireles;
  9. Nove Noites, de Bernardo Carvalho.

Leia também

você pode gostar também

Nova EJA Fortaleza irá distribuir 10 mil tablets e auxílio de R$ 150

A iniciativa que garante o auxílio de R$ 150 para os estudantes é um esforço local para incentivo à escolaridade e a adesão ao novo currículo acadêmico.

ONG Recode oferece curso gratuito para programadores

A formação para Programador conta com diversas horas de atividade. Fique por dentro dos detalhes sobre o curso gratuito da ONG Recode, e confira onde e como se inscrever.

Governo Federal oferece curso sobre Previdência Privada

Curso sobre previdência privada ofertado pelo governo federal é gratuito. Participante poderá obter um certificado de conclusão.

MEC oferece cursos online gratuitos de qualificação; saiba se inscrever

Oportunidades são direcionadas para diferentes áreas do conhecimento e pretendem capacitar pessoas interessadas.

Fies: projeto amplia prazo para o pagamento de dívidas pendentes

O PL 3016/22 que visa estender o prazo para a renegociação das dívidas do Financiamento Estudantil (Fies), tramita em caráter conclusivo e passa por análise na CE, CFT e CCJ.

Provas do Encceja já têm data para 2023; confira o calendário completo

As provas do Encceja, exame que oferece certificação de conclusão do ensino fundamental e médio, já têm data para 2023. Confira o cronograma e mais informações sobre o programa.