Analista de Sistemas: O que faz, salário médio, formação

Apesar de ter atribuições principais e um salário médio desconhecido para muitas pessoas, o cargo de Analista de Sistemas tem tido destaque no mercado de trabalho.

O Analista de Sistemas é um dos profissionais integrados à área de Tecnologia da Informação. Porém, é responsável por partes específicas dos sistemas informatizados adotado nas empresas. Apesar de ter atribuições principais e um salário médio desconhecido para muitas pessoas, esse cargo tem tido destaque no mercado de trabalho.

continua depois da publicidade

Acima de tudo, deve-se considerar o Analista de Sistemas como uma parte fundamental no relacionamento entre as empresas e clientes. Neste sentido, são esses analistas que participam da etapa de documentação, interpretação, teste e gerenciamento dos sistemas adotados nas companhias. Saiba mais a seguir:

Quais são as atribuições principais do Analista de Sistemas?

Em primeiro lugar, o Analista de Sistemas é responsável por desenvolver as soluções gerais e específicas dos sistemas informatizados. Desse modo, atende tanto as instituições privadas como os órgãos públicos, pois tem como foco os agrupamentos informacionais e digitalizados.

Leia também

Como um cargo no nível Analista, esse profissional deve ser capaz de interpretar, ler, projetar, implementar, testar e gerenciar todos os aspectos dos sistemas de informação. Assim, conseguem mediar a relação entre os clientes e empresas por meio dos dados disponíveis nas plataformas.

continua depois da publicidade

No mercado, essa profissão pode ser encontrada com outros nomes, como Analista de Suporte Técnico ou Analista de Desenvolvimento de Sistemas. Em todos os casos, as atividades principais envolvem:

  • Atender e mapear as demandas dos clientes;
  • Planejar e desenvolver dos sistemas de informação;
  • Administrar bancos de dados;
  • Administrar redes de informação e de conexão;
  • Prestar suporte técnico;
  • Realizar a manutenção dos sistemas de informação;
  • Levantar dados e requisitos necessários para novas soluções;
  • Processar informações e organizá-las para outras equipes responsáveis;
  • Participar da implementação de novos programas e softwares;
  • Emitir relatórios de andamento de projetos;
  • Realizar apresentações de desempenho e treinamentos para equipes;
  • Rodar revisões e realizar atualizações nos sistemas.

Qual é o perfil do Analista de Sistemas?

Para ser um bom profissional nesse cargo, deve-se dominar as linguagens de programação e gerenciamento de sistemas de informação. Desse modo, é fundamental ser organizado e responsável para não se perder nas etapas de desenvolvimento ou implementação do projeto.

continua depois da publicidade

O Analista de Sistemas deve conhecer a área de análise e tecnologia na palma da mão. Sobretudo, o universo digital está sempre da realidade desses profissionais. Portanto, se manter curioso e empenhado em atualizar os conhecimentos pode ser um diferencial de competitividade.

Além disso, por gerenciar informações e dados dos clientes, o Analista de Sistemas precisa ser ético. Como citado anteriormente, é uma peça-chave do relacionamento entre os consumidores e a empresa.

Mais do que conhecimento teórico e técnico, um profissional nesse cargo precisa ser didático, ter uma comunicação adaptável e um bom relacionamento interpessoal. Assim, será possível se relacionar com outras equipes, compartilhando informações pertinentes de maneira acessível.

continua depois da publicidade

Qual é o salário médio?

De acordo com o portal Salário, um Analista de Sistemas recebe, em média, R$ 6.683,69 para atuar dentro de uma jornada de trabalho de 41 horas semanais em instituições privadas. Os Analistas de Sistema concursados recebem, em média, R$ 6.193,17.

Portanto, a remuneração nesse setor é 7% menor do que na iniciativa privada. Entretanto, a faixa salarial varia entre R$ 6 mil e R$ 14,9 mil. Sobretudo, esse valor varia de acordo com o porte da empresa, nível de profissionalização e também dos projetos designados ao profissional.

A estimativa do perfil técnico desses profissionais, de acordo com informações do eSocial, é que a maior parte dos profissionais são homens com 25 anos. Mais especificamente, possuem Ensino Superior Completo em Análise de Sistemas, Ciências da Computação e Sistemas da Informação.

A cidade com maior índice de contratações atualmente é São Paulo, seguido de Barueri, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Apesar da crescente informatização e digitalização das empresas, estima-se que houve uma queda recente nas contratações desse cargo.

Segundo informações do Novo CAGED, entre outubro de 2021 e setembro de 2022, ocorreu uma queda de 22,16% nas contratações formais. Ou seja, na contratação com carteira assinada para um regime integral de trabalho.

Comumente, os Analistas de Sistema atuam em empresas de desenvolvimento de programas de computador e software. Porém, podem integrar companhias que oferecem consultorias em tecnologia da informação de maneira terceirizada para empresas ou atuar como suporte técnico.

Leia também

Concursos em sua
cidade