Tecnologia da Informação: quais são os 7 principais cargos nessa área

Conheça os cargos mais promissores na área da Tecnologia da Informação e invista naquele que mais combinar com o seu perfil.

A rentável área da Tecnologia da Informação (TI) acabou sendo impulsionada pelo mundo digital no qual estamos inseridos. Nesse setor sempre existe uma altíssima demanda de profissionais qualificados em praticamente todas as regiões brasileiras. Se você gosta dessa área, selecionamos os sete principais cargos do segmento de Tecnologia da Informação. Confere aí.

Veja as principais profissões na área da Tecnologia da Informação

1) Infraestrutura de TI

Os profissionais dessa área que faz parte da Tecnologia da Informação são os responsáveis por manter toda a complexa estrutura de tecnologia de grandes empresas, órgãos governamentais e até instituições financeiras em geral.

Gestão e manutenção de hardwares, redes de segurança e softwares, estão entre as principais atividades. O salário inicial de um Técnico em Infraestrutura de TI é de aproximadamente R$ 3,9 mil em uma empresa de grande porte. Não exige formação superior.

2) Desenvolvimento de softwares

Essa também é outra área da Tecnologia da Informação que oferece uma alta demanda de trabalho e salários atrativos para os mais experientes. O desenvolvedor de softwares é o profissional responsável pela criação de aplicativos, programas de computador e ferramentas digitais que usamos atualmente.

O salário mensal fica entre R$ 4,8 mil e R$ 5,5 mil, dependendo da empresa. A formação no curso superior de Ciências da Computação ou Análise de Sistemas é apenas recomendada, mas não obrigatória. Quando o assunto é Tecnologia da Informação, o conhecimento e a capacidade contam mais do que o diploma universitário.

3) Segurança da informação

Esses profissionais trabalham duro para garantir que todas as informações confidenciais de empresas não sejam confiscadas nos meios digitais. Ou seja, as atividades consistem na gestão da segurança de dados e informações sigilosas dos negócios em geral.

Essa área também não exige formação superior. Em contrapartida, a experiência e conhecimentos técnicos específicos são extremamente necessários. O salário inicial de um analista de segurança fica em torno de R$ 5,3 mil, em média.

4) Ciência de dados

A transformação digital (que teve o seu ápice durante a pandemia) acabou criando a função de cientista de dados que, diga-se de passagem, tem uma demanda de trabalho no Brasil. Esse profissional trabalha para transformar dados concretos em protótipos de aprendizagem de máquinas ou fazerem parte de bases estatísticas.

O salário inicial em uma grande empresa, dependendo da formação intelectual e do nível de conhecimento (ou experiência), pode chegar a R$ 6,1 mil mensais. O curso mais recomendado por quem deseja se tornar um renomado cientista de dados é o de Ciências da Computação.

5) Banco de dados

Essa área da Tecnologia da Informação tem a responsabilidade de fazer a gestão/administração de todos os dados eletrônicos que estão armazenados nos sistemas (conhecidos como banco de dados) das empresas em geral e até de bancos.

Um administrador de banco de dados não precisa ter curso superior na área. Mas é imprescindível que ele tenha, pelo menos, três anos de experiência, se quiser conseguir um emprego nessa função. O salário médio fica em torno de R$ 4 mil por mês, dependendo do porte da empresa e das habilidades técnicas do profissional.

6) Suporte técnico

Essa é uma área da TI fundamental para qualquer empresa cujo o foco do negócio não é a tecnologia. Profissionais que trabalham com suporte técnico são incumbidos de resolver (remotamente e presencialmente) problemas rotineiros em softwares, dar manutenção em computadores e garantir que todos os funcionários de uma empresa tenham acesso aos sistemas de trabalho.

Não é exigida formação superior. Mas o profissional precisa ter bastante conhecimento técnico e a experiência necessária para oferecer a solução ideal para os clientes. O salário médio é de aproximadamente R$ 3 mil, dependendo das habilidades.

7) Comércio eletrônico

Quando o assunto é Tecnologia da Informação, a área de e-commerce não poderia ficar de fora, já que é um dos segmentos mais promissores e importantes. Os profissionais precisam desenvolver, dar manutenção e fazer a gestão de modernos sistemas de lojas virtuais, como os sites de grandes empresas varejistas, por exemplo.

O salário de um profissional que desenvolve plataformas de comércio eletrônico também costuma ser atrativo. Dependendo da sua experiência na função e de outras habilidades, o valor fica em torno de R$ 5,7 mil ao mês, em uma grande companhia. A formação superior também não é exigida.

O que você achou dos sete principais cargos da área da Tecnologia da Informação? Agora é analisar qual deles tem mais a ver com o seu perfil profissional e fazer sua carreira decolar.

Leia também


você pode gostar também

Auxiliar Administrativo e Assistente Administrativo: veja as diferenças

Conheça as principais diferenças entre as funções de Auxiliar Administrativo e Assistente Administrativo, que muita gente não sabe.

Analista Tributário da Receita Federal: veja requisitos, o que faz e quanto ganha

Descubra o que faz um Analista Tributário da Receita Federal, conheça os requisitos para se tornar um e saiba quanto esse profissional ganha.

Bombeiro militar: quais são os requisitos e as atribuições

Conheça as principais atribuições e requisitos de uma das profissões mais admiradas, que é a de bombeiro militar.

Agente Censitário do IBGE: o que faz, quanto ganha e requisitos

Conheça um pouco mais sobre o cargo de Agente Censitário do IBGE, bem como os requisitos para se tornar um.

Digitador: o que faz, quanto ganha e requisitos mínimos para o cargo

Saiba o que faz um digitador, quanto ganha esse profissional e quais são os requisitos exigidos para o cargo.

Recepcionista: o que faz, salário médio e nível escolar

Recepcionista é o profissional responsável pelo atendimento aos clientes de uma empresa ou o público em geral.