Concurso DETRAN AM: locais de provas são divulgados

Concurso DETRAN AM (Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas) preencherá vagas para servidores públicos de níveis médio e técnico.

A novidade em relação ao edital nº 01/2022 do concurso DETRAN AM (Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas) é que foram publicados pelo IBFC os locais das provas, que estão previstas para o dia 15 de maio de 2022, nos turnos da manhã e da tarde.

O objetivo desse concurso público é preencher 183 vagas e formar cadastro reserva para profissionais de níveis médio, técnico e superior. As provas acontecerão em locais disponibilizados pela organizadora nas cidades de Manaus, Eirunepé, Humaitá, Parintins, Tabatinga e Tefé.

Os candidatos inscritos para os cargos de nível superior farão a avaliação escrita pela manhã e os pretendentes aos cargos de nível médio pela tarde. Para consultar seu local específico de prova visite o site do IBFC, clicando no respectivo ícone (“Local de Prova”) e fazendo o login na página com seu número de CPF.

Etapas seletivas

Estas são as avaliações que ocorrerão no concurso DETRAN AM:

  • Prova objetiva, etapa de caráter eliminatório e classificatório, a ser aplicada a todos os cargos;
  • Prova discursiva, etapa de caráter eliminatório e classificatório, exclusiva para os cargos de nível superior;
  • Prova de títulos, etapa de caráter classificatório, exclusiva para os cargos de nível superior;
  • Teste de Aptidão Física (TAF), etapa de caráter eliminatório, a ser aplicada ao cargo de Agente de Trânsito.

A prova discursiva será aplicada aos candidatos de nível superior, de acordo com critérios estabelecidos em edital.

O teste de aptidão física (TAF) para Agente de Trânsito será composto por exercícios de flexão, abdominal e corrida. Já a prova de títulos valerá até três pontos e serão computados os títulos de doutorado, mestrado e especialização.

Cargos do concurso DETRAN AM

  • Nível médio: Técnico Administrativo (40) e Técnico Vistoriador de Veículos (10);
  • Nível técnico: Técnico em Informática (10);
  • Nível superior: Administrador (3), Agente de Trânsito (55), Analista de Sistema de Informação (3), Analista Jurídico (4), Arquiteto (1), Arquivista (1), Assistente Social (1), Comunicação Social (1), Contador (2), Designer (1), Economista (1), Engenheiro com Especialização em Trânsito (1), Estatístico (1), Examinador de Trânsito – CNH Categoria AB (7), Examinador de Trânsito – CNH Categoria AD (23), Examinador de Trânsito – CNH Categoria AE (10), Médico com Especialização em Medicina de Tráfego ou Perícia de Trânsito (2), Pedagogo (1), Perito de Acidente de Trânsito (3) e Psicólogo com Especialização em Trânsito (2).

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais e o salário é de R$ 2.300,00 para os cargos de níveis médio e técnico e de R$ 5.500,00 para os cargos de nível superior.

Leia também

você pode gostar também

Concurso Receita Federal: edital com 699 vagas em breve; ganhos de até R$ 21 mil

Concurso Receita Federal 2022 pode ser divulgado a qualquer momento. A previsão é de que sejam abertas 699 vagas.

Novo RG tem emissão confirmada no país; veja estados que já aderiram

O novo RG está sendo implementado no Brasil gradativamente, com seis estados emitindo a nova versão enquanto as instituições se adaptam às alterações previstas em lei.

Concurso INSS passará a ser apenas para nível superior? Veja decisão

O novo concurso INSS é o primeiro para cargo de Técnico do Seguro Social nos últimos sete anos. O prazo para lançamento do edital já foi definido.

Multas de trânsito podem ser consultadas pelo CPF; veja como

A consulta às multas de trânsito é realizada pela internet. O procedimento permite que os condutores confiram os detalhes de cada infração.

Mais de 12 mil CNHs podem ser suspensas; veja se a sua será afetada

As informações são do Departamento de Trânsito do Mato Grosso do Sul, que identificou ainda um número recorde nos processos administrativos por mês durante este ano.

Já posso obter CNH sem fazer aulas em autoescolas? Entenda medida

CNH sem autoescolas: projeto de Lei da senadora Kátia Abreu busca descartar a obrigatoriedade das aulas para obtenção do documento.