Digitador: o que faz, quanto ganha e requisitos mínimos para o cargo

Saiba o que faz um digitador, quanto ganha esse profissional e quais são os requisitos exigidos para o cargo.

Com o aumento da competitividade no mercado de trabalho, os profissionais travam uma batalha constante para se manterem no emprego. Uma das profissões que parece nunca sair de moda e que sempre tem demanda de trabalho é a de digitador. Esse artigo vai te mostrar o que um digitador faz, qual a sua faixa salarial e os principais requisitos para você se tornar um, dentre outras informações.

Leia também

O que faz um digitador?

Como o próprio nome diz, o digitador é o profissional responsável por digitar informações em quaisquer tipos de sistemas de gestão empresarial (e planilhas), com o objetivo de compor os mais variados documentos, sejam eles confidenciais ou não.

Além disso, o digitador também transcreve arquivos, corrige e revisa textos, além de atuar na elaboração de documentos diversos de acordo com a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Foi-se o tempo em que o digitador somente digitava dados nas planilhas em escritórios. Conheça as outras atribuições desse cargo:

  • Verificar se os equipamentos de trabalho estão operantes;
  • Sugerir alternativas viáveis para a execução das tarefas;
  • Apontar qualquer tipo de pendência de documentos ou material de trabalho;
  • Inserir dados/informações através da digitação;
  • Reportar à supervisão qualquer anormalidade com o sistema ou em caso de informações inválidas;
  • Monitorar o desempenho do sistema de entrada de informações/dados;
  • Planejar o trabalho;
  • Separar toda a documentação cujas informações deverão ser inseridas no sistema;
  • Verificar quais são as prioridades ou pendências do dia;
  • Estimar um prazo realista para o término das tarefas diárias ou semanais;
  • Saber administrar o cronograma empresarial.

Se você se identificou com as funções de um digitador e tem familiaridade com tecnologia, essa pode ser uma ótima chance de conquistar o primeiro emprego e trilhar uma carreira de sucesso.

Quanto ganha um digitador?

O salário médio mensal de um digitador pode variar muito. Tudo vai depender do porte da empresa contratante e da experiência na função do profissional. Mas por via de regra, um digitador ganha cerca de R$ 1.440,00 por mês, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais em regime CLT.

Mas a faixa salarial de um digitador fica entre R$ 1.369,00 e R$ 2.385,00, que é o teto de ganho máximo da profissão. Vale lembrar que, quanto mais habilidades técnicas e comportamentais esse profissional tiver, maiores serão as chances dele ser contratado por um salário mais alto.

Quais são os principais requisitos?

Se você pensando em se tornar um digitador, vai precisar ter o ensino médio completo em qualquer instituição de ensino credenciada pelo MEC. Além disso, é necessário ter uma certa familiaridade com informática (e internet), além de rapidez para digitar, já que a demanda de trabalho costuma ser bem alta para esses profissionais.

Para quem quer investir nessa profissão, mas não tem nenhuma experiência anterior, fazer um bom curso de informática pode ser uma alternativa interessante. Além de possibilitar o aprendizado, vai permitir que o futuro digitador se torne mais íntimo da sua principal ferramenta de trabalho: o computador.

Como é o mercado de trabalho para um digitador?

A área de atuação no mercado para um digitador experiente pode ser bastante ampla. Na maioria das vezes, empresas de logística e de prestação de serviços costumam contratar digitadores. Mas não é raro organizações de outros segmentos também terem demandas para esse profissional.

Sendo assim, instituições financeiras, cooperativas, redação de jornais impressos, agências de marketing digital, escolas, escritórios de contabilidade, dentre outros, podem contratar digitadores para suprir as suas demandas. Pelo visto, não vai faltar trabalho tão cedo para quem pensa em se tornar um digitador.

Habilidades comportamentais de um digitador

Conheça as principais habilidades comportamentais que um digitador precisa ter para se dar bem nessa profissão, independente da empresa na qual está prestando serviço:

  • Motivação diária para o trabalho;
  • Incentivo à sinergia;
  • Saber negociar;
  • Ter boa acuidade visual;
  • Saber identificar a necessidade do cliente;
  • Bom planejamento;
  • Ética profissional;
  • Senso de organização;
  • Ser detalhista;
  • Boa memória;
  • Saber acatar instruções
  • Ser detalhista;
  • Ter paciência;
  • Ser perseverante no trabalho;
  • Estar disposto a aprender sempre mais.

Agora que você está mais familiarizado com todas as particularidades do cargo de digitador e acha que pode ser dar bem nessa profissão, que tal investir nela para aumentar as chances de ser contratado por uma grande empresa? Desejamos boa sorte.

Leia também


você pode gostar também

Analista Tributário da Receita Federal: veja requisitos, o que faz e quanto ganha

Descubra o que faz um Analista Tributário da Receita Federal, conheça os requisitos para se tornar um e saiba quanto esse profissional ganha.

Bombeiro militar: quais são os requisitos e as atribuições

Conheça as principais atribuições e requisitos de uma das profissões mais admiradas, que é a de bombeiro militar.

Agente Censitário do IBGE: o que faz, quanto ganha e requisitos

Conheça um pouco mais sobre o cargo de Agente Censitário do IBGE, bem como os requisitos para se tornar um.

Recepcionista: o que faz, salário médio e nível escolar

Recepcionista é o profissional responsável pelo atendimento aos clientes de uma empresa ou o público em geral.

Técnico Bancário: o que faz, quais os requisitos e quanto ganha

O Técnico Bancário é o profissional responsável pelas atividades técnico-administrativas das instituições financeiras, cobrindo desde a parte burocrática até o atendimento.

Auditor da Receita Federal: o que faz, quanto ganha e requisitos mínimos

O Auditor da Receita Federal é responsável pela fiscalização do cumprimento dos direitos previstos nos códigos trabalhistas e fiscais no Brasil.