9 alimentos que roubam a energia do corpo; confira o que evitar

Conheça quais são os principais alimentos que roubam a energia do corpo e atrapalham os estudos para as provas do concurso.

Ultimamente, você está se sentindo sem energia e ânimo para estudar para as provas do concurso? Calma. A sua alimentação pode ser a grande responsável. Vamos te mostrar nove alimentos que roubam a energia do corpo e que trazem uma baita indisposição no dia a dia. Se você precisa de todo pique para estudar, é melhor evita-los, pelo menos durante a semana. Confere aí.

Leia também

1- Massas brancas

Pizzas, bolos, pães, biscoitos e outros alimentos que levam farinha branca na receita são os grandes vilões da nossa saúde e roubam a energia do corpo.

Pelo fato de terem um algo índice glicêmico, devido a rápida absorção do carboidrato pelo organismo, esses alimentos podem fazer o concurseiro se sentir cansado e sem ânimo para estudar, principalmente se forem consumidos com regularidade. Lembre-se de que você precisa ter energia para aprender todos os assuntos.

2- Doces em geral

Apesar de serem uma tentação, especialmente em festas de aniversário ou após o almoço, os doces também costumam roubar a energia do corpo.

Mesmo que tenham açúcar em sua composição (que é uma fonte de energia), se você consumir doces em excesso, terá mais chances de contrair diabetes e vai aumentar o seu apetite, te levando a comer mais. O resultado é uma tremenda indisposição para estudar para as provas do concurso, o que não é recomendado.

3- Alimentos fritos

Você tem o hábito de se empanturrar de salgadinhos fritos e guloseimas regadas a muito óleo? A sua energia vai sumir por completo.

Frituras em geral são fontes de gorduras saturadas, que dificultam a digestão e causam sonolência. Para se ter uma ideia, o processo de digestivo de alimentos fritos e a completa absorção pelo organismo, pode levar, em média, oito horas. Aí fica mesmo complicado estudar para as provas do concurso, já que você precisa ter energia para fazer isso.

4- Comida com alto teor de sódio

Se você não abre mão daquela comida bem temperada e de outros alimentos com alto teor de sódio, como os enlatados, por exemplo, é melhor rever esse hábito.

O sódio em excesso pode causar um verdadeiro estrago no organismo, além de elevar a pressão arterial. Abusar do sal na alimentação pode causar fadiga, cansaço, retenção de líquidos, dentre outros desagradáveis sintomas.

5- Alimentos que roubam a energia do corpo: bebidas alcoólicas

Fazer o uso de bebidas alcoólicas diariamente pode atrapalhar o seu desempenho nos estudos para as provas do concurso.

O álcool, se consumido em excesso, pode sobrecarregar o fígado e até o pâncreas, já que tem um alto índice glicêmico. Até a absorção das vitaminas do complexo B, responsáveis por gerar energia para o corpo, pode ser afetada. O resultado é aquela sensação de sonolência e cansaço físico.

6- Embutidos em geral

Quando o assunto é alimentos que roubam a energia do corpo, os embutidos não poderiam ficar de fora da nossa lista.

Presunto, linguiça, salsicha, mortadela, peito de peru, dentre outros, devido ao altíssimo teor de sódio e gordura de origem animal, podem causar aquele desânimo na hora de estudar para as provas, principalmente se forem consumidos em excesso e de forma constante. Toma cuidado, concurseiro.

7- Café em excesso

Mesmo que o café seja um excelente aliado para a memória e o aprendizado, se for consumido em excesso no dia a dia, pode gerar um desequilíbrio na produção de neurotransmissores, que são os responsáveis pelo nosso estado de alerta.

E isso se traduz em uma dependência cada vez maior dessa bebida para que o organismo tenha energia suficiente, o que está longe de ser saudável. Vício em café? Nem pensar.

8- Conservantes e corantes

Presentes em excesso em praticamente todos os alimentos industrializados, os corantes e conservantes acabam prejudicando o nosso organismo. Essas substâncias roubam a nossa disposição, já que prejudicam todo o sistema de funcionamento dos mecanismos de produção de energia.

Se você adora comida industrializada, como fast-food, macarrão instantâneo, sucos de caixinha e qualquer outro alimento cujo prazo de validade é extenso, provavelmente não vai ter energia para estudar para as provas.

9- Carne vermelha

Imagine aquele belo e suculento bife na hora do almoço. Por mais que seja irresistível, a carne vermelha também é outro dos alimentos que roubam a energia do corpo.

Por ter uma digestão mais lenta (seis horas ou mais), a carne, se for consumida desregradamente, pode ser a grande vilã do seu rendimento nos estudos. Pode acreditar, a sua disposição vai pelo ralo se exagerar na quantidade desse alimento.

Agora que você conheceu os nove alimentos que roubam a energia do corpo, é conveniente ressaltar que todas as informações desse artigo não substituem a consulta com um nutricionista, já que cada pessoa tem necessidades alimentares específicas.

Leia também


você pode gostar também

Reboque: veja regras gerais para usar o engate em carros

Está pensando em colocar reboque em seu carro? Conheça o que diz a lei sobre o uso de engate em automóveis e evite dores de cabeça no futuro.

Esquentar o motor do carro antes de arrancar: certo ou errado?

Anos atrás, era comum ver pessoas ligarem o veículo, principalmente em dias frios, e deixá-lo ligado por muito tempo antes de sair. Mas isso está certo? Leia e descubra.

Cuidado: estes 5 materiais não podem ser colocados no micro-ondas

O micro-ondas é um dos eletrodomésticos mais utilizados na cozinha, no entanto, é importante saber quais recipientes podem ser colocados dentro deste aparelho.

Descubra qual é o “carma” de cada um dos 12 signos do Zodíaco

Segundo a astrologia, há certas razões pelas quais algumas experiências ou situações se repetem em sua vida com base no seu signo do zodíaco.

Insuportáveis: 4 piores dores que os seres humanos podem sentir

Conheça hoje as piores dores que os seres humanos podem sentir, com quadros que podem durar semanas ou até mesmo anos.

5 coisas que podem danificar o seu liquidificador e você não sabia

O eletrodoméstico é item obrigatório em milhares de lares brasileiros, entretanto, seu mal uso pode acabar prejudicando o seu funcionamento e a durabilidade do liquidificador.