Pomodoro: conheça a técnica de estudo a saiba colocar em prática

A técnica Pomodoro é uma das mais usadas por milhares de concurseiros em todo o Brasil. Saiba mais a respeito.

A data das provas do certame está chegando e você procura uma forma de aprender tudo o que precisa com uma maior eficiência? Relaxa, concurseiro. Vamos te mostrar como funciona a técnica Pomodoro, que é uma das mais usadas na hora de estudar para concursos em geral. Continue a leitura e aumente as suas chances de aprovação.

O que é a técnica Pomodoro?

Criada no final dos anos 1980 pelo italiano Francesco Cirillo, a técnica Pomodoro se baseia em dividir todas as suas demandas de trabalho ou de estudo em pequenos blocos de atividades, já que isso pode estimular o foco e melhorar a agilidade do nosso cérebro.

Trata-se de um método de gestão de tempo amplamente usado em todo o mundo e que traz resultados satisfatórios. Quando o concurseiro usa a técnica Pomodoro em seus estudos, ele pode saber a quantidade de atividades que precisam ser feitas naquele dia, bem como a qualidade do seu aprendizado.

A técnica Pomodoro é extremamente eficaz para otimizar o tempo de estudos e é destinada aos procrastinadores de plantão, concurseiros que não sabem como gerir o seu tempo e para profissionais que desejam aumentar a sua produtividade no dia a dia.

Como funciona a técnica Pomodoro?

O método de funcionamento da técnica Pomodoro é bastante simples. Siga as instruções abaixo:

  • Primeiro, faça uma lista dos assuntos que precisam ser estudados ou que ainda estão pendentes.
  • Cronometre o tempo de 25 minutos (pode ser no despertador do seu celular ou qualquer outro dispositivo que tenha cronômetro).
  • Escolha uma das disciplinas e estude os assuntos, dentro desse tempo e sem nenhum tipo de interrupção.
  • Quando o tempo se esgotar, indicado pelo cronômetro, faça uma pequena pausa de 5 minutos. Aproveite esse tempo para se alongar, tomar uma xícara de café ou descansar a mente.
  • Risque a disciplina da sua lista depois que estudar todos os assuntos necessários.
  • Repita todo o processo com uma nova matéria em mais um ciclo da técnica Pomodoro (25 minutos de foco e 5 minutos de descanso).
  • A cada quatro ciclos concluídos (que terá a duração total de duas horas), faça uma pausa de 30 minutos.

Faça esse processo todos os dias de estudo. Não deixe de fazer a sua lista diária de afazeres, pois ela dá um melhor direcionamento do seu foco. Além disso, anote quanto ciclos da técnica Pomodoro foram usados para cada uma das disciplinas estudadas.

O principal objetivo dessa metodologia é fazer o concurseiro descobrir o número de ciclos usados para cumprir o seu cronograma diário de estudos. Isso permite saber se existe tempo hábil para estudar até o dia das provas.

Dicas gerais

Para que as suas chances de aprovação no concurso público sejam reais, vale a pena citar algumas considerações a respeito da técnica Pomodoro, para que os resultados sejam alcançados:

  • Durante os 25 minutos de estudos, nenhum tipo de interrupção deve acontecer, exceto em casos de urgência. Caso você se lembre de algo importante, anote em um local à parte e mantenha o foco no que está fazendo, até o tempo se esgotar;
  • Se for realmente necessário interromper o ciclo da técnica Pomodoro, você deve cancelar todo o processo e recomeçar. Essa metodologia é bem rígida, já que é preciso evitar distrações e manter 100% o seu foco no que está fazendo;
  • O intervalo de 5 minutos deve ser respeitado, exceto em casos em que os assuntos tenham sido mentalmente desgastantes. A dica aqui é, se for necessário, você pode descansar uns minutinhos a mais, para não correr o risco de começar o próximo ciclo com a mente cansada;
  • Muitas vezes, dependendo do assunto estudado, vale mais a pena ultrapassar os 25 minutos propostos e concluir a tarefa, do que interromper tudo para fazer a pausa. Essa interrupção momentânea pode “quebrar” o seu raciocínio e prejudicar o aprendizado. O ideal é testar essa técnica aos poucos e ir se adaptando a ela;
  • A técnica Pomodoro pode não ser tão eficiente em tarefas que exijam uma maior criatividade, como a redação, por exemplo. Muitas vezes, a inspiração para escrever sobre algum assunto nem sempre dá as caras quando queremos, principalmente quando existe um limite de tempo (25 minutos). Nesse caso, vale estender um pouco mais, ou seja, você pode passar o tempo de produção de texto para 1 hora, se for o caso.

O fato é que a técnica Pomodoro pode ser uma arma eficaz para se evitar a procrastinação e gerenciar melhor o seu tempo de estudos, já que um ciclo dura apenas 25 minutos.

Se você colocá-la em prática no dia a dia, pode aumentar bastante as chances de ser aprovado em um disputado concurso público. Mantenha o foco e boa sorte nas provas.

Leia também


você pode gostar também

Pagam bem: 5 profissões para quem não quer trabalhar com atendimento

Se você é uma pessoa introvertida e não gosta de lidar com público, conheça cinco profissões para quem não quer trabalhar com atendimento.

5 filmes da Netflix para se inspirar e ter motivação nos estudos

Se você anda meio sem inspiração para continuar estudando para as provas do concurso, conheça cinco filmes da Netflix que podem te motivar.

Concurso INSS: o que levar em conta na hora de estudar leis? Veja 5 dicas

Vai prestar o concurso INSS e precisa ser aprovado? Conheça cinco dicas incríveis sobre como estudar leis.

Conheça 7 tipos de aprendizagem e suas vantagens durante os estudos

Está começando a estudar para um concurso público? Conheça os sete tipos de aprendizagem e as vantagens de cada um deles.

Validade de concursos: como esse prazo afeta os concurseiros?

Entenda como funciona a validade de concursos públicos e saiba como esse prazo afeta a vida de todo concurseiro aprovado.

Estas 5 profissões antigas voltaram à moda no país e ganharam relevância

Conheça cinco profissões antigas que voltaram a ganhar espaço e relevância no mercado de trabalho brasileiro.