Novo RG (CIN) em 2022: veja quem já pode emitir o novo documento

O novo RG está sendo emitido por alguns estados brasileiros, mas a previsão é que a emissão fique disponível em todo o território nacional somente a partir de março de 2023.

Nos últimos dois meses, alguns estados brasileiros começaram a emitir o novo RG para os cidadãos. Neste sentido, o Rio Grande do Sul, Acre, Goiás, Minas Gerais, Paraná e o Distrito Federal estão realizando a transição para a versão atualizada da Carteira de Identidade Nacional.

A princípio, o documento estará disponível somente para os cidadãos que solicitarem a primeira via, pois ainda estão sendo aplicadas algumas regras previstas em lei para os outros casos. De todo modo, a previsão é que as instituições responsáveis iniciem a emissão oficialmente em março de 2023. Isso vale para todos os estados da União.

Para acessar o documento nessas regiões em específico, é fundamental que o cidadão esteja com a situação do CPF regularizada com a Receita Federal, pois o novo RG prevê essa informação como a principal. Sendo assim, os brasileiros devem consultar o cadastro antes de realizarem o pedido pela identidade.

Como solicitar o novo RG?

novo rg, novo documento de identidade, novo modelo de rg
Foto: Reprodução / Governo Federal – Decreto 10.977/22

Os brasileiros que residem nos estados listados anteriormente podem solicitar o novo RG nas Secretarias de Segurança Pública da região. De acordo com as atualizações, o documento poderá ser emitido em papel de segurança ou em um cartão de policarbonato. Além disso, contará com uma versão digital, disponível pelo portal Gov.br.

A versão digital poderá ser acessada através do aplicativo do Governo Federal, mas é fundamental ter emitido a versão impressa. Sendo assim, a digitalização do novo RG não significa que o documento físico será substituído ou descartado, apesar da modernização.

Os solicitantes devem comparecer à instituição responsável com a certidão de nascimento ou certidão de casamento. Logo em seguida, o agente responsável irá validar o cadastro com a plataforma Gov.br e informar o prazo de retirada da versão física.

De acordo com as mudanças previstas, o novo RG poderá ser emitido por todos os brasileiros, mas a validade da versão anterior foi modificada na legislação. Desse modo, as crianças de 0 a 12 anos de idade poderão continuar com a versão antiga por 5 anos, enquanto pessoas com até 60 anos devem trocar a identidade após 10 anos.

Para os idosos com mais de 60 anos, a determinação do Governo Federal permite o uso do documento antigo por tempo indeterminado. Apesar disso, qualquer solicitação de um novo RG será adequada ao formato único, mesmo em casos de segunda via.

O que muda com o novo RG?

YouTube video

A princípio, a mudança mais significativa refere-se à unificação da informação dos brasileiros por meio do CPF, e não do RG. Desse modo, haverá menos produção de dados por cada cidadão, aumentando a segurança dos processos de identificação civil.

Além disso, para aproximar a identidade dos padrões internacionais, o documento passará a contar com mais códigos de segurança e marcas d’água. As modificações no design preveem tonalidades de verde, azul e amarelo, em referência à bandeira nacional, mas sem alterações nas proporções anteriores.

A adição do código QR Code permitirá que os brasileiros apresentem a versão digital do documento, com todas as informações podendo ser lidas por aparelhos qualificados. No entanto, a assinatura será preservada, para evitar fraudes e crimes de identidade.

Leia também


você pode gostar também

Não tem multas na CNH? Você poderá ser recompensado por isso

Projeto é parte do Registro Nacional Positivo de Condutores e engloba várias empresas privadas e órgãos públicos parceiros.

Moeda de R$ 1 de 2014 pode valer uma BOLADA em breve; veja modelo

Em vídeo do TikTok, colecionador chama a atenção para a moeda de R$ 1 cunhada em 2014 que pode passar por valorização nos próximos anos.

Imposto será DEVOLVIDO a brasileiros; veja se você irá receber em outubro

Decisão da Anatel pode gerar redução nas cobranças de telefone, internet e TV a cabo por meio da devolução de parte do imposto pelos serviços.

Novo RG só será permitido se houver correção do CPF; veja como funciona

Já existem estados que estão emitindo o novo RG. Documento possui várias modificações em relação à versão antiga.

Eleições 2022: saiba como consultar o local de votação pelo seu CPF

Os cidadãos podem consultar o local de votação das Eleições 2022 pelo CPF através do site do Tribunal Superior Eleitoral, mas também por meio de aplicativo e bot no WhatsApp.

Quase 200 mil motoristas poderão ficar sem dirigir em breve, informa Detran

Prazo de suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) será entre dois meses até um ano, dependendo da situação do condutor.