Bombeiro militar: quais são os requisitos e as atribuições

Conheça as principais atribuições e requisitos de uma das profissões mais admiradas, que é a de bombeiro militar.

Os bombeiros são profissionais que têm um imenso prestígio em todo o mundo. Seja em missões de resgate, salvamento a vida humana em casos de acidentes, incêndios, deslizamentos de terra ou afogamentos, o fato é que essa profissão já até foi homenageada com filmes e documentários. Se você está pensando em se tornar um bombeiro militar, conheça quais são as exigências e principais atribuições desse cargo.

Leia também

O que faz um bombeiro militar?

Antes de mais nada, se você sempre quis ser um bombeiro militar, vai precisar ser aprovado em um concurso público do seu estado. Em algumas cidades, o Corpo de Bombeiros está atrelado à Polícia Militar e à Secretaria de Segurança Pública. As principais atividades de um bombeiro militar são:

  • Socorro e resgate de pessoas vítimas de acidentes rodoviários ou aéreos;
  • Combate a incêndios em edificações em geral, independente da causa;
  • Salvamento de pessoas em situações de afogamento em rios, lagos e mar;
  • Identificação de possíveis vazamentos de material químico ou explosivo, que coloque a vida do ser humano em risco;
  • Regaste de animais de pequeno, médio ou grande porte que se encontram em situação de perigo;
  • Salvar pessoas ilhadas ou que foram vítimas de enchentes;
  • Educar a população no que tange a preservação da vida humana;
  • Prestar atendimento pré-hospitalar em casos de acidentes envolvendo veículos automotivos;
  • Vistoria em prédios, indústrias, estabelecimentos comerciais, locais de grandes eventos e até residências;
  • Promover campanhas de primeiros-socorros e de segurança tanto no local de trabalho quanto em casa.

Se você se identificou com as atividades acima, não tem medo do perigo e gosta de sentir uma certa adrenalina diária, a profissão de bombeiro militar pode ser compatível com o seu perfil. Na maioria das cidades, o telefone para acionar o Corpo de Bombeiros é o 193.

Quais são os locais de atuação de um bombeiro militar?

Esse profissional está na linha de frente em qualquer situação de perigo eminente ou que exija cuidados especiais de salvamento. Os locais que um bombeiro militar pode atuar são:

  • Rodovias e estradas federais ou estaduais de todo o Brasil;
  • Áreas públicas dentro das cidades (em casos de incêndio ou enchentes);
  • Clubes e praias (como salva-vidas);
  • Matas densas e fechadas (em casos de resgate de turistas);
  • Em áreas rurais e urbanas, no caso de salvamento de animais.

Está vendo porque o bombeiro militar é considerado “o amigo certo nas horas incertas”? A população precisa contar com ele 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano.

Qual o nível de escolaridade para se tornar um bombeiro militar?

Se você está cogitando a ideia de se tornar um respeitado bombeiro militar, vai precisar ter o diploma de conclusão do ensino médio em qualquer instituição de ensino credenciada pelo MEC e, claro, ser aprovado em um concurso público da corporação, além do teste físico.

Quanto ganha um bombeiro militar?

O salário de um bombeiro militar varia bastante com a patente do profissional, tempo de prestação de serviço na corporação e até do estado brasileiro no qual ele faz parte. Geralmente, a reforma (aposentadoria) pode ser solicitada após 30 anos de trabalho na função.

Segundo o portal Vagas.com.br, o valor do salário de um bombeiro militar em início de carreira (praça) varia de R$ 1.808,00 até R$ 3.120,00. Mas a média salarial no Brasil gira em torno R$ 2.300,00, para uma escala de trabalho 12×36.

Quais são as principais habilidades exigidas?

Se tornar um bombeiro militar pode ser uma tarefa desafiadora para que o serviço seja realizado com a máxima efetividade. E quando estamos lidando com situações de vida ou morte, o nível de habilidades precisa ser alto. Conheça as principais:

  • Coragem;
  • Agilidade;
  • Versatilidade;
  • Força;
  • Persistência;
  • Saber se comunicar de forma clara;
  • Resistência física;
  • Empatia;
  • Sinergia;
  • Espírito de trabalho em equipe;
  • Paciência;
  • Senso de observação;
  • Ser uma pessoa idônea;
  • Possuir conhecimentos técnicos (sobre incêndio ou explosões, por exemplo).

Todas as qualidades citadas acima marcam presença no dia a dia de um bombeiro militar. Esse profissional é posto à prova praticamente todos os dias em sua carreira. Por isso, uma seleção rigorosa precisa ser feita, já que nem todas as pessoas têm o perfil compatível.

E aí, o que achou da carreira de bombeiro militar? Se você acredita que possui as qualidades e exigências para se tornar um, além de estar disposto a estudar bastante para o concurso, mantenha o foco e invista nessa prestigiada carreira.

Leia também


você pode gostar também

Engenheiro Eletricista: o que faz, quanto ganha e formação necessária

O engenheiro eletricista é uma das profissões do ramo da engenharia mais bem pagas do país atualmente. Confira o guia completo com informações sobre o profissional que atua na engenharia elétrica.

Analista de TI: o que faz, salário médio da profissão e requisitos

Fique por dentro das principais atividades do cargo de Analista de TI, saiba quanto ganha esse profissional, bem como as principais exigências para se tornar um.

Product Owner: o que faz, como se tornar um e quanto ganha no Brasil

Fique por dentro das principais atividades de um Product Owner, dos seus ganhos médios mensais e saiba o que fazer para exercer essa profissão.

Designer Gráfico: o que faz, formação e salário médio do cargo

Conheça um pouco mais sobre a carreira de Designer Gráfico, caso esteja pensando em investir nessa profissão, que tem muita demanda atualmente.

Corretor de Imóveis: o que faz, formação exigida e salário médio

Pelo fato de ser uma profissão com possibilidade de altos ganhos mensais, a carreira de Corretor de Imóveis costuma ser bastante promissora.

Arquiteto: o que geralmente faz, quanto ganha e formação

Ao longo de nossa matéria, vamos te mostrar tudo a respeito do cargo de Arquiteto. Além disso, entrevistamos uma profissional para entendermos os desafios da área.