Bancas organizadoras de concursos: veja perfis das 3 mais “difíceis” do Brasil

Conhecer as bancas organizadoras, os seus métodos de desenvolvimento das provas e o sistema de avaliação é tão fundamental quanto as outras preparações dos concurseiros.

No processo de preparação para um concurso público, os estudantes precisam dominar as informações e áreas do conhecimento cobradas para aquela carreira, mas é importante ir além. Neste sentido, entender os perfis das bancas organizadoras pode ser um diferencial para ter um bom desempenho nos exames.

Leia também

Além disso, o concurseiro consegue se preparar para qualquer pegadinha na construção da prova, conhecendo melhor quais são as ferramentas de avaliação e habilidades exigidas em comum por cada organização. Desse modo, é possível ainda se destacar em relação à concorrência, tendo um diferencial para a realização da prova.

Sendo assim, pesquisar sobre a organização da prova, assim como exames anteriores e edições para outros editais, deve fazer parte da preparação dos estudantes. Confira o perfil das bancas organizadoras de concurso consideradas as mais difíceis e desafiadoras do país:

Como é o perfil das bancas organizadoras de concurso?

bancas de concurso difíceis
Foto: Reprodução / Pexels

1) Cebraspe

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e Promoção de Eventos (Cebraspe) é uma das bancas organizadoras mais conhecidas quando se trata de concursos públicos. Neste caso, são responsáveis pelo método Cebraspe/Cespe, que se difere das provas tradicionais e pode se tornar um desafio aos concurseiros.

No geral, as provas são planejadas no esquema de perguntas de certo ou errado. Porém, cada questão incorreta anula um ponto das questões corretas, o que pode afetar, e muito, a pontuação final do candidato. Neste sentido, a chance de erro passa a ser de 50%, diferente das tradicionais questões de múltipla escolha.

Portanto, utilizar de chutes ou tentativa e erro poderá prejudicar o desempenho. As questões no método Cebraspe exigem capacidade de análise, interpretação, aplicação e prática do que constitui a teoria, que também deve ser bem dominada.

Sendo assim, é importante consultar as respostas no cartão e também analisar as questões atentamente. Comumente, o método Cebraspe envolve questões com pegadinhas e truques para avaliar o pensamento crítico e capacidade de interpretação de texto dos candidatos.

Outro aspecto importante das provas realizadas por essa banca é a complexidade das questões, que contém ampla interdisciplinaridade e intertextos. Além disso, a banca não organiza a prova por disciplinas, sendo que as áreas cobradas se misturam com questões específicas e assuntos em comum.

2) Fundação Carlos Chagas (FCC)

No geral, a Fundação Carlos Chagas possui provas que estão no nível de dificuldade média, adaptado a cada prova. Neste caso, as questões costumam ser de múltipla escolha, com cinco alternativas para cada pergunta.

Além disso, as pegadinhas e enunciados com duplo sentido não são comuns, com perguntas diretas e objetivas. No passado, os exames da instituição eram caracterizados pela memorização do conteúdo, com exercícios focados na literalidade do conteúdo.

Entretanto, a instituição está aprimorando os métodos avaliativos para se aproximar do nível do Cebraspe, com processos de seleção que cobram mais do que os conteúdos de cada área do conhecimento. Sendo assim, habilidades como capacidade de raciocínio e aplicação prática das informações em situações cotidianas fazem parte dos exames.

Em relação às avaliações discursivas, é comum a cobrança de temas da atualidade, assim como a aplicação de estudos de caso com foco em conhecimentos específicos.

No geral, o modelo da prova varia de acordo com as disciplinas. No caso da Língua Portuguesa, por exemplo, é comum cobrar interpretação de texto, pontuação e sintaxe.

3) Fundação Cesgranrio

Por fim, a Cesgranrio costuma ser a banca mais metódica entre as organizadoras dos concursos públicos. Neste sentido, trabalham com enunciados extremamente objetivos, com duas a três linhas de perguntas.

Além disso, também trazem perguntas de múltipla escolha com cinco alternativas, sendo somente uma correta. Porém, trabalham com sistemas de pontuações diferentes e pesos específicos para cada pergunta e em alguns exames.

No geral, também apresentam imagens, charges e gráficos em todas as disciplinas. Ademais, trabalham temas atuais que demandam habilidades como interpretação ou raciocínio lógico.

Leia também


você pode gostar também

Estas 7 leis Bizarras já existiram no Brasil; a 5ª é surpreendente

As leis mais estranhas são de autoria das Câmaras Municipais de Vereadores pelo Brasil, onde costuma ter uma aprovação mais fácil.

9 livros emocionantes que vão te deixar inspirado e mais otimista

Precisa de um pouco mais de inspiração e otimismo na sua rotina de preparação para as provas do concurso? Conheça nove livros emocionantes.

Consegue responder? Veja as 5 adivinhas mais DIFÍCEIS do mundo

Se você gosta de desafios, uma boa maneira de se divertir e exercitar o raciocínio ao mesmo tempo é por meio de adivinhas difíceis.

9 coisas que você precisa fazer todo dia para ficar ainda mais inteligente

As coisas que você precisa fazer todo dia para ficar ainda mais inteligente envolvem mudanças na sua rotina para exercitar as habilidades associadas a essa capacidade.

Eleições 2022: posso votar de bermuda e chinelo?

De acordo com as questões estabelecidas pelo TSE, é preciso cumprir determinadas regras no dia de votação com relação às vestimentas. Descubra se é possível votar de bermuda, entre outros detalhes.

Precisa estudar o Código Civil? Advogada lista dicas que ajudam

O Código Civil é um dos conteúdos mais cobrados dentro da matéria de Direito Civil, que possui diversas ramificações.