Não recebeu a restituição do IR? Confira o que pode ter acontecido

Os contribuintes que não tiverem a restituição liberada poderão estar inseridos na malha fina da Receita Federal, sendo fundamental conferir qualquer inconsistência nos dados.

Em agosto, a Receita Federal conclui o pagamento do quarto lote previsto no calendário de restituição do Imposto de Renda (IR), referente ao ano de 2021. Segundo o planejamento, todas as transferências serão realizadas até 30 de setembro de 2022.

Leia também

No entanto, quem não receber estes valores pode estar com pendências a solucionar com a instituição. Sendo assim, os contribuintes que enviaram a declaração nos primeiros dias previstos para o envio e ainda não receberam a restituição podem estar enquadrados em algumas situações previstas pela Receita Federal.

No geral, o mais comum é que os dados bancários tenham sido preenchidos incorretamente. Entenda mais a seguir:

Como lidar com problemas na restituição do IR?

Se a restituição da sua declaração ainda não foi liberada, é possível retificar as informações enviadas no documento, além de informar novos dados bancários caso seja necessário. No entanto, caso opte por essa retificação, a restituição acontecerá somente no último lote, assim como os outros documentos irregulares.

Por outro lado, caso a restituição tenha sido liberada, mas não foi possível acessar os valores, o Banco do Brasil retém os valores por um ano. Dessa forma, o contribuinte precisa entrar em contato com a instituição para solicitar a transferência desse dinheiro. Após o período de um ano, a restituição retorna para a Receita Federal.

Não há prazo para a retificação da declaração. No geral, existe apenas um prazo de prescrição dentro de um período de 5 anos. Portanto, a retificação poderá ser feita neste período, quantas vezes forem necessárias e a qualquer momento, sem necessidade de solicitação ou protocolo.

Contudo, o aplicativo da Declaração de Imposto de Renda limita o número de vezes que os declarantes podem enviar o documento, mas é possível realizar o processo de retificação diretamente na Receita Federal. Em todos os casos, é fundamental informar qual o ano da declaração a ser corrigida.

O que causa problemas com a retificação?

Comumente, os contribuintes que não recebem a restituição tendem a acabar na malha fina da Receita Federal. Dessa forma, a declaração ficará retida na instituição por conta de algum erro. As causas mais comuns são:

  • Omissão de informações, como rendimentos do contribuinte e/ou de dependentes;
  • Divergência nas informações do Imposto de Renda Retido na Fonte;
  • Divergência nas informações relativas a despesas médicas, com educação ou em relação a doações que estejam em desacordo com a lei;
  • Dedução da Previdência Social ou privada, considerando também dependentes, pensão alimentícia e outros pagamentos.

Nos casos em que a declaração não possui erro, mas a restituição não foi realizada, os contribuintes devem aguardar a intimação ou notificação da Receita Federal. Outra possibilidade é apresentar digitalmente os documentos que comprovem a informação por meio do portal e-CAC, no site da Receita Federal.

Se não receber uma intimação, o contribuinte perde o direito de corrigir espontaneamente a declaração. Portanto, é fundamental manter-se atualizado de qualquer notificação por parte da instituição.

Leia também


você pode gostar também

Quais documentos serão unificados com o novo RG em 2022?

A legislação que prevê as atualizações no novo RG pretende unificar as informações dos brasileiros, mas também integrar outros documentos na sua versão física ou digital.

Afinal, pode ter concurso em ano eleitoral? Veja mitos e verdades

Apesar do que se pensa popularmente, a execução de concursos públicos e a nomeação dos candidatos pode acontecer em ano eleitoral, dentro de parâmetros específicos na lei.

Emissão do novo RG será gratuita para todos? Veja regras do governo

O documento já começou a ser emitido no Rio Grande do Sul, e neste mês, será oferecido ao Distrito Federal, Minas Gerais, Acre, Paraná e Goiás.

CNH gratuita pode virar realidade em 2022? Veja o que se sabe até então

Ainda não há previsão de aprovação do Projeto de Lei que desobriga os cidadãos a cursarem as aulas teóricas e práticas nas autoescolas, mas a negociação será individual.

Novo golpe está sendo aplicado em aposentados; saiba se proteger

O golpe é aplicado por meio da prova de vida, solicitando informações dos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Posso levar multa com CNH provisória? Veja as regras oficiais

Ao fim do processo para tirar a CNH, o condutor aprovado recebe a habilitação provisória. Somente após um ano, o motorista pode pegar o documento definitivo.