5 truques para render MAIS durante os estudos de disciplinas teóricas

Precisa passar em um concurso ainda esse ano? Conheça cinco truques para render mais durante os estudos de disciplinas teóricas.

O sonho de começar uma carreira pública se apoderou de você? “Basta” passar em um certame. Por isso, é necessário estudar com o máximo de empenho, foco, disciplina e organização. Essa matéria traz cinco dicas sobre como render mais durante os estudos de disciplinas teóricas.

Preste bastante atenção em cada uma delas e coloque-as em prática, todos os dias. Afinal de contas, uma produtividade satisfatória pode turbinar o seu aprendizado e deixar a sua aprovação mais perto. É uma reação em cadeia extremamente necessária.

Como render mais estudando teoria

como melhorar estudos
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

1) Identifique o seu estilo de aprendizagem

Para você render mais durante os estudos de matérias teóricas, a primeira coisa a se fazer é identificar o seu estilo de aprendizagem, já que as pessoas possuem aptidões diferentes. E isso precisa ser levado em consideração.

Alguns candidatos são mais visuais, ou seja, conseguem aprender por meio da leitura e/ou da escrita. Já outros, preferem assimilar as informações através dos estímulos auditivos, já que esse sentido é mais aguçado.

Por fim, existem aqueles concurseiros, conhecidos como cinestésicos, que gostam de aprender através da prática em si, onde o aprendizado se concretiza por meio de um movimento corporal. Cabe a você identificar a sua preferência na hora de aprender.

2) Explique o que acabou de aprender para você mesmo

Quando o assunto é render mais durante os estudos, essa técnica pode funcionar bastante. Quando você terminar de estudar um determinado assunto, que tal explicar para si mesmo aquilo que acabou de aprender?

Por mais que possa parecer estranho, essa metodologia reforça ainda mais as informações recém-aprendidas em sua mente. Então, assim que achar que assimilou um assunto, explique tudo para você mesmo com suas próprias palavras.

Se durante a explicação aparecer aquela dúvida cruel (o que é natural), consulte o material de estudo e comece a explicação do zero novamente. Quanto mais vezes você repetir a mesma explicação, maior será a performance da sua memória e, por consequência, a sua produtividade.

3) Resumos são essenciais

Tem muitos concurseiros por aí que procuram maneiras de render mais durante os estudos de disciplinas teóricas, mas vivem negligenciando os resumos. Essa técnica, apesar de ser um pouco trabalhosa, costuma funcionar bem quando o assunto é aumentar o rendimento na hora de aprender.

Depois que você acabar de estudar um determinado conteúdo, destaque as partes mais importantes dele e faça um resumo (bem organizado e escrito à mão) com as suas próprias palavras. Pode ser em tópicos, esquemas, tabelas ou da forma que você preferir.

Desde que o seu resumo seja passível de entendimento e faça sentido para quem lê, está valendo. Quando você escreve (de forma resumida) o que acabou de aprender, o seu cérebro consegue assimilar com mais facilidade as informações. O resultado? A sua produtividade nas alturas.

4) Render mais durante os estudos: utilize os flashcards

Se você procura uma maneira de ter um melhor rendimento na hora de estudar, pode usar os flashcards. Trata-se de uma excelente ferramenta de estudos que auxilia na assimilação de qualquer tipo de assunto.

São pequenos cartões (que podem ser comprados em papelarias) nos quais você anota as perguntas na frente e as respostas no verso. O concurseiro pode se valer dessa metodologia na hora de render mais durante os estudos.

Além de exercitar o conhecimento de uma maneira simples e prática, os cartões de memória permitem você responder a várias perguntas e, ao mesmo tempo, checar se a resposta está ou não correta. É uma prática eficiente.

5) Mapas mentais são os aliados do concurseiro

Por fim, para o candidato render mais durante os estudos, os mapas mentais são os grandes aliados. Essa técnica faz o nosso cérebro criar associações entre os conceitos estudados. Além de estimular a criatividade, os mapas mentais turbinam a memória do concurseiro.

Pegue uma folha de papel em branco e escolha um tema principal. Agora, defina uma palavra-chave que tenha relação com o assunto escolhido e escreve-a no centro. Trace linhas e/ou ramificações ao redor dessa palavra-chave, escrevendo as ideias que possam fazer uma representação dela.

Depois disso, é hora de fazer as devidas associações mentais, para que haja uma melhor compreensão do conteúdo estudado. Para estimular ainda mais a sua mente, você pode (e deve) usar cores, símbolos e imagens. É tiro e queda, quando se fala em produtividade.

Leia também


você pode gostar também

Validade de concursos: como esse prazo afeta os concurseiros?

Entenda como funciona a validade de concursos públicos e saiba como esse prazo afeta a vida de todo concurseiro aprovado.

Estas 5 profissões antigas voltaram à moda no país e ganharam relevância

Conheça cinco profissões antigas que voltaram a ganhar espaço e relevância no mercado de trabalho brasileiro.

Concurso INSS: veja 5 dicas infalíveis para aplicar durante os estudos

As dicas infalíveis para aplicar durante os estudos do concurso INSS permitem que o concurseiro tenha mais organização nas etapas de aprendizagem e revisão do conteúdo.

Veja 5 coisas que você não pode colocar no seu currículo em 2022

Está procurando emprego? Saiba o que não colocar no currículo em 2022 e aumente as chances de ser convocado para uma entrevista.

5 profissões que pagam bem aos que desejam ter jornada de 20 horas semanais

Se você sempre sonhou em ter um alto salário mas sem trabalhar demais, conheça cinco profissões que pagam bem e trabalham pouco.

Profissões de Humanas: veja os 5 cargos mais bem pagos do Brasil

Sonha em começar uma carreira que paga um alto salário? Conheça cinco profissões de Humanas que podem transformar isso em realidade.