5 coisas que você precisa saber antes de prestar algum concurso no país

Está pensando em prestar concurso público? Fique por dentro de cinco coisas importantes e aumente as suas chances de aprovação.

Se você está decidido a se tornar um servidor público ainda esse ano, vai precisar ter dedicação, foco e bastante disciplina com os estudos. Essa matéria traz cinco coisas que todo concurseiro precisa saber antes de prestar concurso.

Preste atenção em cada uma delas e não deixe de colocar nossas dicas em prática, já que elas podem ajudar na sua aprovação. Afinal, ter um bom salário, estabilidade e uma aposentadoria tranquila no futuro tem o seu preço, certo? Aproveite a leitura.

Coisas que você precisa saber antes de prestar concurso

qualidade de vida e estudos para concurso
Foto: montagem / Pixabay – Canva PRO

1) Estudo começa antes do lançamento do edital

Quem está pensando em prestar concurso e fica esperando a publicação do edital para só depois começar a estudar, provavelmente não vai se sair bem nas provas. O concurseiro deve colocar a mão na massa bem antes do lançamento do edital.

É preciso ter em mente que o tempo é o principal aliado do candidato, por isso, ele deve começar a estudar para as provas assim que o concurso estiver autorizado. Dessa forma, o concurseiro vai ter um período considerável para se preparar adequadamente para o concurso escolhido.

Se você esperar o edital do concurso ser publicado vai ter apenas poucos meses para estudar todas as disciplinas que serão cobradas. Escolheu a área que pretende atuar? Comece logo a estudar com base nos editais de concursos anteriores. O que não vale é perder tempo.

2) Cronograma de estudo precisa ser realista

Todo candidato que vai prestar concurso precisa elaborar um cronograma de estudos que seja compatível com a sua realidade. De nada adianta criar um cronograma se você não for capaz de cumpri-lo, certo? O seu aprendizado ficará no prejuízo.

Por isso, antes de criar o seu cronograma de estudos, leve em conta a sua rotina diária. Por exemplo, o seu horário de trabalho, afazeres domésticos e compromissos pessoais (desde que sejam inadiáveis) precisam ser considerados. Caso contrário, o seu dia será uma bagunça.

Depois que você criar o seu cronograma de estudos, siga-o à risca. Resolveu que vai estudar quatro horas de segunda a sexta depois que chegar do trabalho? Ótimo. Mantenha todo o seu foco nos estudos, sempre com base nessa ferramenta.

3) Talvez você não passe de primeira – e está tudo bem

A maioria das pessoas que querem prestar concurso pela primeira vez, precisa ter em mente que existem chances reais de reprovação, e que isso é absolutamente normal. Não existem motivos para desespero ou desistência da carreira pública.

É bastante provável que grande parte dos servidores públicos atuais não passaram no concurso na primeira tentativa. Então, concurseiro, tenha ciência de que, mesmo que você estude à beça ou que se dedique com afinco aos estudos, é possível que não passe de primeira, combinado?

O concurseiro iniciante que vai fazer a prova ciente disso fica menos apreensivo. Lembre-se de que se você for reprovado nada vai acontecer contigo e que toda experiência serve de aprendizado. Não passou na primeira tentativa? Virão outros concursos por aí. Relaxa.

4) Melhor escolher uma carreira em vez de edital específico

Muita gente que vai prestar concurso público acaba cometendo um erro básico. Se você resolveu que vai prestar um certame em 2022, é mais sensato escolher uma carreira do que um edital específico.

Porque? Simples. Quando o concurseiro escolhe uma carreira que seja mais compatível com a sua formação acadêmica e habilidades técnicas, as chances dele ser aprovado aumentam bastante, já que o “match” (compatibilidade) nesse caso será bem maior.

Quando se escolhe um edital específico, muitas vezes, as exigências e as disciplinas podem ser incompatíveis com a escolaridade ou conhecimentos do candidato. E isso se traduz em menos chances de aprovação, já que nem sempre é fácil aprender conteúdos complexos em pouco tempo.

5) Organização sempre será a palavra-chave na hora de prestar concurso

Se você está pensando em prestar concurso público, independente da área escolhida, precisa ter muita organização quando estiver se preparando para enfrentar as provas. Aquele concurseiro que é uma pessoa organizada tem muito mais chances de passar.

Um bom cronograma de estudos pode ajudar bastante o candidato a se organizar para as provas, já que ele permite ter uma noção da quantidade de conteúdo que precisa ser aprendido, bem como o tempo disponível até a data, seja em dias ou horas.

Dessa forma, procure ter sempre horários fixos para estudar (e para as pausas), mantenha o ambiente de aprendizagem sempre bem organizado e jamais deixe de elaborar um cronograma de estudos. Organização é tudo, concurseiro. Lembre-se disso.

Leia também


você pode gostar também

Pagam bem: 5 profissões para quem não quer trabalhar com atendimento

Se você é uma pessoa introvertida e não gosta de lidar com público, conheça cinco profissões para quem não quer trabalhar com atendimento.

5 filmes da Netflix para se inspirar e ter motivação nos estudos

Se você anda meio sem inspiração para continuar estudando para as provas do concurso, conheça cinco filmes da Netflix que podem te motivar.

Concurso INSS: o que levar em conta na hora de estudar leis? Veja 5 dicas

Vai prestar o concurso INSS e precisa ser aprovado? Conheça cinco dicas incríveis sobre como estudar leis.

Conheça 7 tipos de aprendizagem e suas vantagens durante os estudos

Está começando a estudar para um concurso público? Conheça os sete tipos de aprendizagem e as vantagens de cada um deles.

Validade de concursos: como esse prazo afeta os concurseiros?

Entenda como funciona a validade de concursos públicos e saiba como esse prazo afeta a vida de todo concurseiro aprovado.

Estas 5 profissões antigas voltaram à moda no país e ganharam relevância

Conheça cinco profissões antigas que voltaram a ganhar espaço e relevância no mercado de trabalho brasileiro.