Governo anuncia mais 3 mil novas vagas em concursos públicos; 22 órgãos federais

Ministra confirma 2,4 mil vagas em novos editais e mais de 500 nomeações de candidatos aprovados em concursos. Confira todas as novidades.

O governo federal acaba de autorizar 2.480 vagas para novos concursos públicos, além de 546 nomeações de aprovados em certames válidos. Assim, a nova leva de postos chega a 3.026 cargos e se soma as mais de 4 mil vagas autorizadas no mês passado. A informação foi anunciada pela ministra da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck, durante entrevista coletiva realizada nesta terça-feira (18), na Esplanada dos Ministérios.

continua depois da publicidade

Com o aval do governo, mais de vinte pastas devem publicar editais de convocação de aprovados ou de abertura de concursos federais a qualquer momento. Descubra a seguir a lista completa divulgada pelo MGI e saiba quais órgãos públicos estão autorizados a lançar editais.

Novas vagas em concursos federais: quais os órgãos?

O novo pacote de concursos públicos previstos contempla os seguintes órgãos, organizados a seguir do maior ao menor quantitativo autorizado:

Leia também
  • IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - 895 vagas;
  • MGI - Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (ATPS) - 500 vagas;
  • MGI - Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (EPPGG) - 150 vagas;
  • MJSP - Ministério da Justiça e Segurança Pública - 100 vagas;
  • MPO - Ministério do Planejamento e Orçamento - 100 vagas;
  • Bacen - Banco Central do Brasil - 100 vagas;
  • Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - 80 vagas;
  • Anac - Agência Nacional de Aviação Civil - 70 vagas;
  • CVM - Comissão de Valores Imobiliários - 60 vagas;
  • Anatel - Agência Nacional de Telecomunicações - 50 vagas;
  • ANTT - Agência Nacional de Transportes Terrestres - 50 vagas;
  • Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - 50 vagas;
  • Mdic - Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços - 50 vagas;
  • ANA - Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico - 40 vagas;
  • Aneel - Agência Nacional de Energia Elétrica - 40 vagas;
  • Previc - Superintendência Nacional de Previdência Complementar - 40 vagas;
  • MF - Ministério da Fazenda - 40 vagas;
  • ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar - 35 vagas;
  • Antaq - Agência Nacional de Transportes Aquaviários - 30 vagas.

Nomeações autorizadas

Outros quatro órgãos federais também estão autorizados a convocar 546 candidatos aprovados nos concursos mais recentes:

continua depois da publicidade
  • ICMBio - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade: 160 vagas;
  • Ibama - Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recurso Renováveis: 257 vagas;
  • Iphan - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional: 102 vagas;
  • ANM - Agência Nacional de Mineração: 27 vagas.

Total de vagas federais autorizadas neste ano passa de 8 mil

O MGI pontua que foram considerados os seguintes critérios para a nova leva de autorizações de vagas em concursos públicos:

  • Vacâncias;
  • Aposentadorias previstas para os próximos cinco anos;
  • Perdas identificadas com base na ocupação máxima;
  • Estrutura do órgão e se houve mudança relevante ou ampliação de atribuições no último ano;
  • Serviços e nível de impacto imediato no atendimento às demandas da população.

Além das novas vagas anunciadas, o MGI relembra que o governo federal já havia autorizado recentemente mais de 5,8 mil vagas para concursos das seguintes pastas, além do próprio Ministério da Gestão:

continua depois da publicidade
  • Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;
  • Ministério da Ciência e Tecnologia;
  • Ministério da Educação;
  • Ministério da Saúde;
  • Ministério de Relações Exteriores;
  • Ministério de Minas e Energia;
  • Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima;
  • Ministério do Trabalho;
  • Capes;
  • CNPq;
  • Censipam;
  • Dnit;
  • Fiocruz;
  • FNDE;
  • Funai;
  • Inpi;
  • Inmetro;
  • Inmet;
  • Incra;
  • Inep;
  • ICMBio.

“Além desses concursos para cargos efetivos, a ministra Esther Dweck também já havia assinado portaria autorizando o IBGE a realizar concurso para 8.141 vagas de contratação temporária visando a realização do Censo. Com as novas autorizações, no total, são 8.320 vagas efetivas e 8.141 temporárias”, informa a nota à imprensa.

Compartilhe essa notícia

Leia também

Concursos em sua
cidade