Concursos Tocantins: Lei garante inscrições gratuitas para PcD

O governador Wanderlei Barbosa Castro oficializou a lei que garante a isenção da taxa de inscrição para PcD em concursos no estado do Tocantins.

Ótima notícia para os concurseiros do Tocantins! Já está em vigor a Lei n.º 4.467, que garante a isenção da taxa de inscrição em concursos públicos para pessoas com deficiência.

continua depois da publicidade

A lei foi sancionada pelo governador Wanderlei Barbosa Castro e pode ser consultada na página 9 do Diário Oficial do Estado, na edição de 09 de julho de 2024.

A isenção se aplica a cargos, empregos ou funções públicas no âmbito da administração pública direta ou indireta do estado.

Como ter direito ao benefício?

Leia também

Para ter acesso à isenção, os candidatos devem comprovar a condição de pessoa com deficiência no momento da inscrição. A entidade responsável pelo concurso deverá detalhar, em seu edital, o processo de comprovação da deficiência, de forma clara e objetiva.

continua depois da publicidade

Conforme o texto:

“São isentos do pagamento da taxa de inscrição em concursos públicos para cargos, empregos ou funções públicas no âmbito da administração direta e indireta do Estado do Tocantins os que, comprovadamente, sejam portadores de deficiência, assim definidos na Lei Federal n.º 13.146, de 06 de julho de 2015 – Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência). A comprovação referida será apresentada no momento da inscrição no certame seletivo, devendo a entidade que o realizar regulamentar, em edital, de forma clara e objetiva, o tratamento que será dado aos documentos comprobatórios com vistas à isenção de taxa de inscrição e os exames necessários”.

Conheça os direitos de PcDs em concursos públicos

A Convenção Internacional sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência, assinada pelo Brasil em 2007, reconhece a necessidade de políticas públicas que garantam a inclusão e a igualdade de oportunidades para pessoas com deficiência (PcDs).

continua depois da publicidade

No contexto dos concursos públicos, essa igualdade se concretiza por meio de vagas reservadas e condições especiais para a realização das provas.

A legislação brasileira estabelece a reserva de pelo menos 5% das vagas em concursos federais para PcDs, além de permitir a reserva de até 20% em alguns casos.

Para concursos estaduais e municipais, é importante consultar a legislação específica de cada localidade. Também vale lembrar que a inscrição em vagas reservadas não impede a participação na ampla concorrência, permitindo que o candidato concorra automaticamente a ambas as categorias.

continua depois da publicidade

Além das vagas reservadas, PcDs podem solicitar atendimento especial para a realização das provas, como provas em braille, auxílio de leitores, tempo adicional, e outros recursos, garantindo a paridade de condições para todos os participantes.

Leia também

Concursos em sua
cidade