Qual o valor da multa para quem não votar nas Eleições de 2022?

No Brasil, o voto é obrigatório e quem não votar nas Eleições de 2022 deve justificar sua ausência ou pagar uma multa.

As eleições presidenciais estão previstas para acontecer no mês de outubro, sendo obrigatória a participação de cidadãos com idade a partir de 18 anos. As pessoas desse grupo que, por alguma razão, não puderem votar, deverão justificar sua ausência. Quem não der o esclarecimento deverá arcar com multa nas Eleições de 2022.

Essa regra vale tanto para primeiro como para segundo turno. É importante ressaltar que a obrigação não é de todos os eleitores. Isso porque, pela lei, o voto é facultativo para jovens de 16 e 17 anos de idade e idosos acima de 70 anos. Ou seja, podem escolher participar ou não do processo eleitoral.

Qual a multa nas Eleições 2022 para quem não votar?

O eleitor cujo voto é obrigatório, e não participar do primeiro ou segundo turno ou de ambos, deve enviar justificativa explicando sua ausência ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do seu estado. Aqueles que não realizarem esse procedimento ficam irregulares perante a Justiça Eleitoral.

Para resolver esse problema, é necessário pagar um valor referente à sua falta. A multa nas Eleições 2022 varia de acordo com a região em que o cidadão teve seu Título de Eleitor Registrado. A quantia pode ir de 3% até 10% da Unidade Fiscal de Referência (UFIR), que equivale a R$ 35,10. Sendo assim:

  • O valor mínimo é de R$ 1,05; e
  • O valor máximo é de R$ 3,51.

Lembrando que, se você tem idade entre 16 e 17 anos ou é idoso com mais de 70 anos, não é obrigado a votar. Caso você opte por não participar das Eleições 2022, não precisará justificar nem pagar multa.

Como pagar a multa por ausência nas Eleições 2022?

A falta de justificativa, junto do não pagamento da multa, pode resultar no cancelamento do Título de Eleitor. Para evitar isso, quitando suas pendências com a Justiça Eleitoral, basta emitir a Guia de Recolhimento da União (GRU). O interessado deve fazer isso por meio do aplicativo e-Título (Android e iOS), conforme os passos abaixo:

  1. Abra a ferramenta em seu celular;
  2. Informe nome, data de nascimento e número do CPF do eleitor;
  3. Informe nome da mãe e nome do pai ou marque a caixa de “não consta”;
  4. Confirme as informações de local da votação;
  5. No menu inferior, no canto esquerdo, vá em “Mais opções”;
  6. Clique em “Débitos eleitorais”;
  7. Selecione a opção de multa por ausência que estiver em aberto;
  8. Faça a emissão da GRU e efetive o pagamento.

Depois disso, o cartório eleitoral irá verificar o pagamento e deve liberar o comprovante de quitação em até 48 horas. O pagamento da multa para quem não votar nas Eleições de 2022 também pode ser feito pelo site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), seguindo o mesmo passo a passo.

Outras punições por ficar de fora das votações

A multa é apenas uma das penalidades para quem deixa de votar quando sua participação seja obrigatória. O eleitor ainda pode lidar com uma série de punições ao ficar irregular com a Justiça Eleitoral. São elas:

  • Não poder emitir documento de identidade ou passaporte;
  • Perda de vencimentos para quem tem função ou emprego público, autárquico ou paraestatal;
  • Proibição de participar em concursos e processos seletivos públicos;
  • Impedimento de solicitar financiamento pela Caixa Econômica Federal, pela Previdência Social, em autarquias ou sociedades de economia mista.

É importante ressaltar que, após três ausências não justificadas cujas multas não foram pagas, o Título de Eleitor pode ser cancelado. Quem está irregular, e vai participar das Eleições 2022, deve fazer a regularização o quanto antes.

Leia também


você pode gostar também

Eleições 2022: saiba como consultar o local de votação pelo seu CPF

Os cidadãos podem consultar o local de votação das Eleições 2022 pelo CPF através do site do Tribunal Superior Eleitoral, mas também por meio de aplicativo e bot no WhatsApp.

Quase 200 mil motoristas poderão ficar sem dirigir em breve, informa Detran

Prazo de suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) será entre dois meses até um ano, dependendo da situação do condutor.

Enfermagem: quando o piso de R$ 4,7 MIL começará a valer no país?

O Congresso está analisando projetos que podem viabilizar o piso salarial para a Enfermagem, que está suspenso desde o início de setembro.

CNH: se você cometer ESTA infração, poderá receber multa de quase R$ 20 MIL

A multa mais cara do país é uma infração gravíssima multiplicada 60 vezes e pode gerar outras penalidades na CNH.

É possível antecipar o pagamento do 13º salário neste ano de 2022?

Alguns trabalhadores ativos e aposentados podem antecipar o 13° salário? Saiba mais detalhes e como ser beneficiado.

IR: mais de 1 milhão de pessoas entram na malha fina; saiba resolver o problema

Atualmente, já foram retidas um total de 1.032.272 declarações do IR que caíram na malha fina, 2,7% de mais de 38 milhões.