Concurso INSS 2022: quem poderá concorrer às mil vagas confirmadas?

O edital ainda será publicado neste semestre, mas há previsão da contratação de mil Técnicos do Seguro Social, com exigência de nível médio para inscrição no concurso.

Em junho, a Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital publicou a portaria que autoriza a realização do concurso INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Segundo o documento divulgado no Diário Oficial da União, a previsão é que haja mil vagas destinadas para o cargo de Técnico do Seguro Social.

Neste sentido, a exigência é nível médio de escolaridade, mas o edital será publicado ainda este ano pelo próprio instituto. Além disso, a previsão é que o INSS seja responsável pela organização e realização do exame, trabalhando em todas as portarias, atos administrativos e etapas do processo de contratação de novos servidores.

Como funciona o concurso INSS?

Nos casos de vagas para Técnicos do Seguro Social, a previsão é que os participantes tenham certificados de conclusão do Ensino Médio ou curso técnico que corresponda a esse grau acadêmico.

Na última edição, realizada em 2015, foram disponibilizadas 800 vagas para essa função, com outras 150 vagas para Analista do Seguro Social, especificamente com formação em Serviço Social.

A prova foi composta por 120 questões, com um tempo de realização de 3 horas e 30 minutos. As disciplinas cobradas para o cargo envolveram Noções de Direito Constitucional e Administrativo, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Regime Jurídico e outras informações. No campo dos conhecimentos específicos, 70 questões focaram na Seguridade Social.

Na época, haviam 1,043 milhão de inscritos, o que correspondeu a uma concorrência de quase 1.304 candidatos por vaga. Desse modo, os concurseiros podem acessar os cadernos de prova e gabaritos da última edição para estudar e se preparar.

Além disso, outros materiais gratuitos incluem um guia de estudos do INSS e também uma Análise Estatística das Matérias cobradas no exame.

O que faz o Técnico do Seguro Social?

Como funcionário do Instituto Nacional do Seguro Social, este profissional atua sob a jurisdição do Governo Federal e também do Ministério da Economia. Desse modo, é responsável pela manutenção e execução do Regime Geral da Previdência Social, trabalhando com o pagamento das aposentadorias, pensões e outros benefícios previstos.

Portanto, trabalha diretamente com o auxílio-acidente, salário-maternidade, pensão por morte, aposentadorias e outros programas resguardados pela legislação nacional. Além disso, há um contato com o público do instituto, trabalhando no atendimento, assistência e processamento das informações dos segurados.

Há ainda funções relativas à assistência em processos administrativos, elaboração de documentos técnicos e normativos, participação no planejamento estratégico institucional e também gestão do patrimônio.

Em alguns casos, há também auxílio técnico nas atividades internas e institucionais, de modo que faça parte do sistema de organização de informações dos segurados e funcionários.

Em nível inicial, o pagamento é de R$ 5.447,49, mas pode chegar a até R$ 8.260,25 na Classe Especial, o que também inclui benefícios como assistência alimentar e de saúde.

Leia também

você pode gostar também

Concurso Receita Federal: edital com 699 vagas em breve; ganhos de até R$ 21 mil

Concurso Receita Federal 2022 pode ser divulgado a qualquer momento. A previsão é de que sejam abertas 699 vagas.

Novo RG tem emissão confirmada no país; veja estados que já aderiram

O novo RG está sendo implementado no Brasil gradativamente, com seis estados emitindo a nova versão enquanto as instituições se adaptam às alterações previstas em lei.

Concurso INSS passará a ser apenas para nível superior? Veja decisão

O novo concurso INSS é o primeiro para cargo de Técnico do Seguro Social nos últimos sete anos. O prazo para lançamento do edital já foi definido.

Multas de trânsito podem ser consultadas pelo CPF; veja como

A consulta às multas de trânsito é realizada pela internet. O procedimento permite que os condutores confiram os detalhes de cada infração.

Mais de 12 mil CNHs podem ser suspensas; veja se a sua será afetada

As informações são do Departamento de Trânsito do Mato Grosso do Sul, que identificou ainda um número recorde nos processos administrativos por mês durante este ano.

Já posso obter CNH sem fazer aulas em autoescolas? Entenda medida

CNH sem autoescolas: projeto de Lei da senadora Kátia Abreu busca descartar a obrigatoriedade das aulas para obtenção do documento.