Câmara aprova auxílio-acidente para contribuinte individual do INSS

A primeira etapa na aprovação do auxílio-acidente para contribuintes individuais já foi concluída. Mas a proposta ainda precisa passar por nova votação.

O Projeto de Lei (PL) 1347/15, que está tramitando na Câmara dos Deputados, prevê a concessão do auxílio-acidente do INSS para contribuintes individuais. Esse benefício é uma indenização ao trabalhador que sofreu algum acidente e teve sequelas que reduzem a capacidade de exercer as atividades laborais.

Nessas situações, enquanto estiver afastado, o empregado recebe o auxílio-doença e, assim que o primeiro termina, inicia-se o pagamento do auxílio-acidente. O valor é equivalente a 50% do salário de benefício. Caso o trabalhador solicite a aposentadoria, o repasse especial é cessado.

Tramitação do projeto de lei

Atualmente, contribuintes individuais da Previdência não têm direito ao benefício. No entanto, a proposta do deputado Carlos Bezerra, pretende mudar esse cenário. O texto está correndo na Câmara dos Deputados, onde já foi votado e aprovado pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF).

O relator do PL na CSSF, deputado Eduardo Barbosa, defendeu a liberação do auxílio-acidente para o novo grupo. “Este projeto merece ser aprovado, a fim de que os contribuintes individuais deixem de ser tratados de forma discriminatória” disse.

Para poder continuar seguindo, ainda deve receber o aval da Comissão de Finanças e Tributação (CFT). Depois disso, o projeto deve seguir para nova votação no Senado e, se receber aprovação, será enviado para sanção presidencial.

Como funciona o auxílio-acidente

O auxílio-acidente é pago quando o trabalhador retorna às suas atividades normais e, para ter direito, é necessário passar por perícia médica. O procedimento confirma a situação e, pelas novas regras, o empregado pode ser convocado para novas análises pelo INSS.

Anteriormente, era realizada apenas uma perícia para a liberação dos pagamentos. Depois, o segurado não precisava fazer nenhum retorno. Hoje, de acordo com o Instituto, têm direito ao benefício quem é:

  • Empregado Urbano/Rural (empresa);
  • Empregado Doméstico (para acidentes a partir de 01/06/2015);
  • Trabalhador Avulso (empresa);
  • Segurado Especial (trabalhador rural).

É necessário ter qualidade de segurado na época do acidente. A solicitação do auxílio-acidente deve ser feita por meio do portal Meu INSS ou pelo telefone 135.

Leia também

você pode gostar também

Auxílio Caminhoneiro de R$ 2 mil é pago nesta terça; veja regras do benefício

Milhares de transportadores de carga deverão ser beneficiados com o Auxílio Caminhoneiro de R$ 2 mil. Veja como será o pagamento.

PIS/Pasep têm R$ 24,6 bi esquecidos em 2022; veja quem pode fazer o saque

Os valores acumulados estão disponíveis aos profissionais que trabalharam durante período de vigência do Fundo PIS/Pasep.

13º salário do BPC de R$ 2,4 mil será uma realidade em 2022? Conheça projeto

Caso aprovado, o Projeto de Lei em tramitação no Senado Federal irá incluir o pagamento de uma parcela extra do Benefício de Prestação Continuada durante o mês de dezembro.

Auxílio Gás de R$ 110 é liberado; veja quem recebe o valor nesta semana

Auxílio Gás vai repassar, nos meses de agosto, outubro e dezembro, 100% do valor médio do botijão de gás às famílias beneficiadas.

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago; veja calendário e quem recebe

Segundo o governo, Auxílio Brasil de R$ 600 deverá ser repassado para mais de 20 milhões de inscritos. Repasses foram divididos conforme NIS.

Auxílio Brasil de R$ 600 será pago a 20,2 milhões de pessoas; quem recebe o valor?

Pagamentos do Auxílio Brasil de R$ 600 devem começar no dia 09 de agosto. Reajuste do valor será temporário.