Concurso Receita Federal finalmente sairá do papel? Entenda

Concurso Receita Federal será solicitado diretamente ao ministro Paulo Guedes durante uma reunião, nesta sexta-feira (14/01).

O concurso Receita Federal está sendo esperado por centenas de milhares de concurseiros em todo o Brasil. Atualmente, novas movimentações indicam que o certame pode finalmente sair do papel e ser lançado em um futuro próximo.

Novo concurso da Receita Federal colaboraria para que o déficit de servidores que se afastaram ou aposentaram nos últimos anos fosse reduzido. Órgão não tem certame desde o ano de 2014.

Concurso Receita Federal: reunião decidirá futuro do certame

Após vários pedidos, o Sindifisco Nacional finalmente conseguiu uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes. O encontro se dará nesta sexta-feira (14/01) e terá como pauta principal as demandas dos servidores da Receita Federal.

Entre os pedidos da categoria está o bônus de eficiência de serviço e um apelo contra os cortes de verbas para o órgão, previstos na PLOA 2022. A Receita perdeu uma grande fatia dos recursos oriundos da União.

Além disso, haverá um pedido para que o ministro leve em consideração as solicitações para a realização de um novo concurso Receita Federal. Os representantes do Sindifisco estão confiantes de que haverá uma resposta definitiva sobre o certame.

Como detalharemos ainda nesta matéria, o órgão já fez duas solicitações para a realização de um novo concurso. O déficit de servidores na Receita Federal vem aumentando a cada, fazendo com que os trâmites se tornem mais lentos. Ou seja, os serviços prestados pelo órgão não estão dentro da qualidade esperada, pois faltam recursos humanos.

Concurso Receita Federal: pedidos em 2020 e 2021

Em 2020, o pedido do concurso Receita Federal foi feito para que 3.360 oportunidades fossem preenchidas, para os cargos de Analista Tributário (nível superior), Analista Técnico-administrativo (nível superior), Auditor Fiscal (nível superior), Arquiteto (nível superior), Contador (nível superior), Engenheiro (nível superior) e Assistente Técnico-administrativo (nível médio).

No ano seguinte, a receita Federal tornou a fazer uma solicitação, dessa vez com menos vagas. Foram pedidos 699 novos postos. 230 oportunidades para Auditor Fiscal e 469 vagas para Analista Tributário. O Ministério da Economia não respondeu o órgão.

Leia também

você pode gostar também