IPVA grátis: confira quem terá direito à isenção em 2022

A isenção do IPVA não é uma determinação federal, por isso os critérios mudam em cada estado. Um dos fatores que pode influenciar é a idade do veículo.

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é cobrado no início de cada ano. Para 2022, muitos motoristas estão preocupados, porque os valores a serem pagos devem aumentar, já que o preço dos veículos subiu. Mas você sabia que é possível ter isenção no IPVA?

continua depois da publicidade
Leia também

Alguns estados brasileiros possuem regras para que os motoristas não precisem pagar esse imposto. O IPVA grátis depende de uma série de fatores, como a idade do automóvel. Dessa forma, enquanto alguns terão que lidar com valores reajustados; outros condutores podem ficar isentos.

Regras para ter o IPVA grátis em cada estado

Os critérios variam de acordo com o estado, uma vez que a isenção do IPVA não é uma norma federal. Veja abaixo quais são os regulamentos em cada unidade federativa:

Outros fatores que podem dar isenção de IPVA

Se o motorista conseguir comprovar alguma doença, poderá ter o IPVA grátis em 2022. Para isso, é preciso obter laudo médico em clínica credenciada pelo Detran do seu estado. Veja as situações que podem gerar isenção:

  • Amputações;
  • Artrite Reumatoide;
  • Artrodese;
  • Artrose;
  • AVC;
  • AVE (Acidente Vascular Encefálico);
  • Autismo;
  • Alguns tipos de câncer;
  • Doenças Degenerativas;
  • Deficiência Visual;
  • Deficiência Mental;
  • Doenças Neurológicas;
  • Encurtamento de membros e más formações;
  • Esclerose Múltipla;
  • Escoliose Acentuada;
  • Lesão por esforço repetitivo (LER);
  • Linfomas;
  • Lesões com sequelas físicas;
  • Manguito rotador;
  • Mastectomia (retirada de mama);
  • Nanismo (baixa estatura);
  • Neuropatias diabéticas;
  • Paralisia Cerebral;
  • Paraplegia;
  • Parkinson;
  • Poliomielite;
  • Próteses internas e externas, exemplo: joelho, quadril, coluna, etc.;
  • Problemas na coluna;
  • Quadrantomia (Relacionada a câncer de mama);
  • Renal Crônico com uso de (fístula);
  • Síndrome do Túnel do Carpo;
  • Talidomida;
  • Tendinite Crônica;
  • Tetraparesia;
  • Tetraplegia.

Vale ressaltar que, dependendo do caso do motorista, o veículo deve ser adequado para o uso.

Leia também

Concursos em sua
cidade