Entenda como é possível limpar o seu CPF no Serasa

O consumidor deve consultar a situação de seu CPF pelo site do Serasa e, em caso de dívida em aberto, escolher a melhor proposta de negociação para limpar seu nome.

O número de brasileiros endividados superou os 67% em junho de 2020, segundo o Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O levantamento ainda mostrou que desses, 25,4% estavam inadimplentes. Mas, você sabia que é possível limpar seu CPF no Serasa de forma totalmente online?

De acordo com o órgão, o processo de renegociação das dívidas demora cerca de três minutos. Além disso, é possível conseguir descontos junto às empresas parceiras. Ou seja, para conseguir tirar seu nome do negativo é preciso saber se a instituição com a qual você tem dívida está participando do Serasa Limpa Nome.

Consulte seu CPF no Serasa

O Serasa permite que você consulte a situação do seu CPF gratuitamente pelo site. Dessa forma, você consegue verificar quais são as dívidas em aberto, com quais empresas e os detalhes da pendência. Realizar esse procedimento é importante para todos, porque muita gente nem sabe que está negativada.

A lei determina que as empresas notifiquem o consumidor quando o nome é enviado para os órgãos de proteção ao crédito. No entanto, algumas instituições não enviam esse aviso. Então, para consultar seu CPF no site do Serasa você deve:

  1. Entrar no portal;
  2. Informar seu CPF no local indicado;
  3. Clicar no botão “Consulta grátis”;
  4. Acessar sua conta no Serasa e conferir quais são os débitos.

Caso você não possua um cadastro, é possível se registrar rapidamente no link “cadastre-se para abrir uma conta”. Vale ressaltar que o órgão também permite que empresas consultem a situação do CNPJ.

Como limpar o CPF no site do Serasa

Depois de consultar o seu CPF, para limpar seu nome pelo site do Serasa você precisa:

  1. Conferir quais são as propostas de negociação e escolher a que melhor se encaixa no seu bolso;
  2. Seguir os demais passos do portal para aceitar a proposta;
  3. Clicar em “gerar boleto” e, por fim, efetuar o pagamento”.

Após o pagamento da dívida, a empresa credora tem até cinco dias úteis para informar o órgão e retirar as restrições do seu CPF.

Leia também

você pode gostar também