Saiba como consultar o lucro do FGTS e quando é possível sacá-lo

O lucro líquido do FGTS foi de R$ 8,12 bilhões em 2020. Veja em quais condições o trabalhador pode realizar o saque do Fundo.

Foi aprovado em 2021, por meio do Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), da Caixa Econômica Federal, a distribuição do lucro do FGTS, referente ao ano de 2020. O montante é de R$ 8,12 bilhões, que já foi depositado em mais de 190 milhões de contas dos beneficiários.

Os repasses foram distribuídos de maneira proporcional, conforme saldo das contas do FGTS e considerando o ano de 2020. Os cálculos tiveram como base a taxa de 1,86%.

Confira o saldo do FGTS

Para você conferir o valor que foi creditado em sua conta, consulte o extrato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, por meio dos seguintes canais:

  • Baixe o aplicativo do FGTS no seu celular e informe o dados solicitados;
  • No site da Caixa Econômica Federal, acesse o saldo do Fundo;
  • Através o Internet Banking Caixa, disponibilizado para os clientes do banco;
  • Agência física da Caixa Econômica Federal;
  • Canais de atendimento pelos telefones: 3004-1104 (nas capitais e em regiões metropolitanas) ou 0800-726-0104 (nas demais regiões).

Quem pode fazer o saque do lucro do FGTS?

Para realizar o saque do lucro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, o trabalhador (com carteira assinada) deve estar de acordo com as regras que foram estabelecidas:

  • Em caso de aposentadoria;
  • Com a rescisão de contrato de trabalho por culpa recíproca ou força maior;
  • Contrato rescindido por extinção da empresa;
  • Demissão sem justa causa;
  • Final de contrato por prazo determinado;
  • Contrato rescindido do empregador doméstico ou com a decretação de nulidade;
  • Caso o trabalhador ou o dependente seja portador do vírus HIV;
  • Se o trabalhador tiver uma necessidade pessoal decorrente de desastre natural causado por chuvas ou inundações que atingiram a área de residência do trabalhador;
  • Com a rescisão por acordo entre o trabalhador e a empresa;
  • Compra de casa própria, liquidação ou amortização de dívida de financiamento habitacional;
  • Trabalhador com idade igual ou superior a 70 anos;
  • Trabalhador ou o dependente tiver câncer;
  • Caso de suspensão do trabalho avulso por prazo igual ou superior a 90 dias;
  • Em caso de morte do trabalhador, o benefício vai para os dependentes;
  • Três anos ininterruptos fora do regime do FGTS.

Leia também

você pode gostar também