Nível de inteligência: estas 5 práticas te ajudam a ter uma mente brilhante

Qualquer pessoa tem a capacidade de desenvolver o seu nível de inteligência e conseguir uma mente brilhante. Veja como.

A inteligência é uma capacidade múltipla composta de diferentes habilidades natas e inatas. Toda pessoa nasce inteligente, podendo aprimorar seus conhecimentos e adquirir novos. O nível de inteligência pode aumentar ou diminuir, dependendo da forma como é trabalhado.

Para ter uma mente brilhante, você não pode se deixar acomodar naquilo que já domina. Ou seja, é preciso manter o cérebro ativo. Além disso, é importante manter uma rotina saudável de alimentação e exercícios físicos, pois isso ajuda na regeneração dos neurônios e suas conexões.

Pensando nisso, o Concursos no Brasil listou cinco práticas para lhe auxiliar a elevar o seu nível de inteligência. Veja mais:

1. Ler bastante

Um bom exercício para o cérebro que ajuda a aumentar o nível de inteligência é a leitura. Essa é uma dica clássica de ouro. Quem quer ter uma mente brilhante precisa ler um pouco todos os dias e acompanhar as atualidades do mundo.

Ler as notícias diárias ajuda a ficar por dentro do que está acontecendo, criar senso crítico e formar opinião própria. Ler um livro melhora seu vocabulário, trabalha a imaginação e estimula o raciocínio.

2. Questionar e investigar sempre

Pessoas inteligentes nunca aceitam uma informação na forma como ela chegou. É importante sempre questionar o que você lê, escuta ou vê antes de passar para frente. Descubra de onde veio a informação, quais outras fontes estão trabalhando aquele dado e em que ele está baseado.

Ouça todos os lados de uma situação antes de formar uma opinião e tenha a mente aberta para mudar seu pensamento.

3. Ouça podcasts nos intervalos

Use o “tempo morto” para fazer algo produtivo. Por exemplo, quando você estiver no carro, ônibus ou metrô, escute um podcast. Você pode variar os assuntos ao longo dos dias.

Num dia, ouça algo sobre um assunto que lhe interessa. Na vez seguinte, opte por um conteúdo novo que você não tenha tanto conhecimento. Isso pode te ajudar a se abrir para outros conceitos e opiniões, além de dar novas ideias.

4. Aprender algo novo

O seu nível de inteligência é elevado todas as vezes que você busca aprender algo e não precisa ser mirabolante, como entender física quântica. Praticar um instrumento, fazer aulas de tricô, tentar se adaptar a uma nova língua ou realizar atividades manuais são excelentes opções.

Assim você passa a trabalhar outras partes do seu cérebro e desenvolve novas habilidades, como coordenação, memória e concentração.

5. Passar tempo com pessoas inteligentes

Ao se aproximar de pessoas que você admira e considera inteligentes, é provável que se sinta mais motivado a buscar novos conhecimentos. Isso porque o comportamento de quem está a nossa volta influencia na forma como nós mesmos agimos.

Além disso, você poderá fazer perguntas e aprender mais sobre diferentes assuntos. Esses momentos podem surgir tanto no trabalho como nas horas de lazer.

Leia também


você pode gostar também

Pagam bem: 5 profissões para quem não quer trabalhar com atendimento

Se você é uma pessoa introvertida e não gosta de lidar com público, conheça cinco profissões para quem não quer trabalhar com atendimento.

5 filmes da Netflix para se inspirar e ter motivação nos estudos

Se você anda meio sem inspiração para continuar estudando para as provas do concurso, conheça cinco filmes da Netflix que podem te motivar.

Concurso INSS: o que levar em conta na hora de estudar leis? Veja 5 dicas

Vai prestar o concurso INSS e precisa ser aprovado? Conheça cinco dicas incríveis sobre como estudar leis.

Conheça 7 tipos de aprendizagem e suas vantagens durante os estudos

Está começando a estudar para um concurso público? Conheça os sete tipos de aprendizagem e as vantagens de cada um deles.

Validade de concursos: como esse prazo afeta os concurseiros?

Entenda como funciona a validade de concursos públicos e saiba como esse prazo afeta a vida de todo concurseiro aprovado.

Estas 5 profissões antigas voltaram à moda no país e ganharam relevância

Conheça cinco profissões antigas que voltaram a ganhar espaço e relevância no mercado de trabalho brasileiro.