Auxílio Brasil Jovem garante benefícios extras; veja regras e valores

Por meio do Auxílio Brasil, jovens podem ter direito a benefícios de até R$ 1 mil reais. Leia e entenda como funciona.

O Auxílio Brasil possui diferentes benefícios complementares, sendo três básicos e seis suplementares que são pagos conforme as regras estabelecidas para cada programa social.  Esses benefícios podem ser acionados, por exemplo, pelo trabalhador que possui um emprego formal ou quando este tenha um filho jovem que atenda aos critérios de elegibilidade para o recebimento do benefício.

Diante disso, o Auxilio Brasil Jovem atende as famílias de baixa renda que vivem em condições de vulnerabilidade financeira já inscritas no Auxílio Brasil, isto é, crianças e adolescentes registradas como dependentes no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Em suma, o Auxílio Brasil Jovem é voltado para as crianças e adolescentes que possuem um bom desempenho escolar e em outras áreas. Desse modo, esse programa do governo serve ainda como um incentivo a realização de atividades esportivas e científicas pelos estudantes. Veja a seguir quais são as regras e as categorias do Auxílio Brasil Jovem.

Quais são as regras?

Para ter direito ao recebimento do benefício do Auxílio Brasil Jovem, que pode chegar a valores de até R$ 1 mil, é necessário que o estudante faça parte de uma família que esteja vinculada ao programa de distribuição de renda Auxílio Brasil, e que tenha seu registro no CadÚnico atualizado. Além disso, será preciso que o estudante esteja inserido em algum dos critérios abaixo:

  • Ser membro de uma família que vive em condição de extrema pobreza e que tenha uma renda mensal familiar igual ou inferior a R$ 105,00;
  • Ser membro de uma família que vive em condição de pobreza e que tenha uma renda mensal familiar entre R$ 105,01 e R$ 210,00;
  • Ser membro de uma família em regra de emancipação e que tenha uma renda familiar mensal de no mínimo, R$ 252,00 por pessoa.

Vale destacar que o valor do benefício a ser pago é transferido para a conta bancária do adulto, seja ele pai ou responsável pelo menor e que possui direito ao Auxílio Brasil.

Quais são as categorias do Auxílio Brasil Jovem?

Auxílio Esporte Escolar

Esse benefício é assegurado aos estudantes que tenham entre 12 e 17 anos incompletos e que além de integrarem famílias beneficiárias do Auxílio Brasil, sejam destaques nos jogos escolares brasileiros. O pagamento é feito em 12 parcelas mensais de R$ 100,00 e uma parcela única no valor de R$ 1.000,00 paga por família.

Bolsa de Iniciação Científica Jr.

Esse benefício é garantido para os jovens que são destaques nas competições acadêmicas e científicas no Brasil. Assim como no Auxílio Esporte Escolar, o jovem recebe 12 parcelas de R$ 100,00 por mês e uma parcela única de R$ 1.000,00 paga por família.

Auxílio Criança Cidadã

Esse benefício serve como garantia de que as crianças tenham acesso à creche na educação infantil em tempo integral ou parcial. Nesse caso, o pagamento é feito diretamente para a instituição educacional.

O valor do benefício é de R$ 200,00 mensais para crianças matriculadas em turno parcial ou R$ 300,00 por mês em turno integral. Para ter esse direito é necessário que as famílias beneficiárias do Auxílio Brasil comprovem que não há creches públicas ou privadas conveniadas no local em que moram. Ainda, a criança deve ter a frequência mínima mensal na creche de 60% dos dias.

Auxílio Inclusão Produtiva Rural

Esse benefício é pago para famílias que tenham agricultores familiares em sua composição. Cada família recebe R$ 200,00 mensais, não sendo permitido o pagamento de mais de um auxílio por integrante ou por família.

Auxílio Inclusão Produtiva Urbana

Por fim, este benefício é assegurado às famílias que comprovarem possuir vínculo empregatício e tenham carteira assinada. Nesse caso, os estudantes também recebem R$ 200,00 mensais, também não sendo permitido que mais de um integrante receba esse auxílio.

Leia também

você pode gostar também

Calendário do INSS: aposentadoria é depositada para mais um grupo

Nesta sexta-feira, o INSS também paga o benefício a pensionistas e a trabalhadores que recebem o auxílio-doença; veja o calendário de janeiro.

Como saber quanto vou receber de Abono PIS/Pasep? Saiba calcular

Com a chegada de 2023, muitos trabalhadores passam a aguardar pela liberação dos valores do abono PIS/Pasep. Saber quanto irá receber é essencial para se organizar durante os envios.

Desempregados podem ter acesso a transporte público gratuito

Projeto de Lei está tramitando na Câmara dos Deputados. Caso seja aprovado, população de baixa renda e desempregados podem ter acesso a transporte público gratuito.

CadÚnico dá direito à isenção em concurso público? Entenda as regras

Pagar a taxa de inscrição para participar de concursos públicos pode desestruturar as finanças de muitas pessoas; veja se o cadastro no banco de dados do governo ajuda.

Auxílio Gás terá sua primeira parcela de 2023 em fevereiro; confira o valor

O pagamento do Auxílio Gás, benefício destinado às famílias de baixa renda, ocorre a cada dois meses. A primeira parcela deste ano será paga em fevereiro.

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.