Saiba como entrar no Auxílio Brasil para receber parcelas de R$ 600

O Auxílio Brasil é um programa social do Governo Federal que atende as famílias vulneráveis. Veja como entrar e receber parcelas de R$ 600.

O Auxílio Brasil é um programa social proveniente do Governo Federal, que atualmente repassa valores médios de R$ 600 por beneficiário. Para ter direito ao benefício, é preciso se enquadrar em algumas regras do programa social. A principal delas é ter inscrição atualizada no CadÚnico.

O Auxílio Brasil foi criado para substituir o Bolsa Família e atender pessoas em situação de vulnerabilidade social. Além de ter inscrição atualizada no Cadastro Único do Governo Federal, é preciso estar em regra de emancipação, situação de pobreza ou extrema pobreza familiar.

O valor do Auxílio Brasil pode voltar a ser de R$ 400, em média, no próximo ano. Isso porque a PEC Kamizake, que estabeleceu o aumento das parcelas, perderá validade já em janeiro de 2023. O novo governo, por outro lado, está se movimentando para manter o valor na faixa de R$ 600 no ano que vem.

A chamada PEC da Transição foi apresentada ao Congresso e, em breve, deverá ser votada nas Casas Legislativas.

Como receber o Auxílio Brasil de R$ 600?

O Auxílio Brasil trabalha com a transferência direta de renda mensal às famílias brasileiras, em situação de vulnerabilidade social. Neste sentido, há diversas frentes de atuação para cumprir os objetivos de promoção da cidadania, escolaridade, moradia e empregabilidade no país.

Entre as missões da iniciativa, está também a emancipação das famílias em situação de pobreza e extrema pobreza, principalmente por meio da promoção do desenvolvimento das crianças e adolescentes, com prioridade para os aspectos de saúde e educação.

Para receber o Auxílio Brasil, é preciso ter inscrição atualizada no Cadastro Único para benefícios sociais. Além disso, é preciso estar em uma das seguintes situações:

  • Famílias extremamente pobres com renda familiar per capita mensal igual ou inferior a R$ 105;
  • Famílias pobres com renda familiar per capita mensal entre R$ 105,01 e R$ 210;
  • Famílias em regra de emancipação, que corresponde a uma renda familiar per capita mensal de, no máximo, R$ 252.

Conforme a legislação vigente do Auxílio Brasil, as famílias inseridas em maior situação de vulnerabilidade social são as que possuem maior prioridade para ser aprovadas no programa:

  1. Famílias com integrantes submetidos ao trabalho infantil;
  2. Famílias com membros libertos de trabalhos análogos à escravidão;
  3. Famílias quilombolas e indígenas;
  4. Pessoas que trabalham recolhendo materiais recicláveis;
  5. Pessoas inseridas em outras categorias determinadas pelo Ministério da Cidadania.

Desde a implementação do programa, o Ministério da Cidadania vem priorizando os municípios onde há menos cobertura e atendimento do Auxílio Brasil. Com objetivo de estabelecer maior qualidade na concessão, as famílias elegíveis nesses locais são ordenadas com base na seguinte ordem de prioridade:

  • Famílias que possui menor renda familiar mensal per capita;
  • Família que possui maior quantidade de integrantes menores de 18 anos;
  • Famílias inscritas há mais tempo.

Calendário do Auxílio Brasil em dezembro

Os beneficiários são divididos em dez grupos diferentes, considerando o último dígito do Número de Inscrição Social. Dessa maneira, cada grupo é atendido em data específica, onde os pagamentos são realizados automaticamente para as contas vinculadas à instituição financeira. Confira o calendário do mês de dezembro:

  • NIS de final 1: 12 de dezembro de 2022;
  • NIS de final 2: 13 de dezembro de 2022;
  • NIS de final 3: 14 de dezembro de 2022;
  • NIS de final 4: 15 de dezembro de 2022;
  • NIS de final 5: 16 de dezembro de 2022.
  • NIS de final 6: 19 de dezembro de 2022;
  • NIS de final 7: 20 de dezembro de 2022;
  • NIS de final 8: 21 de dezembro de 2022;
  • NIS de final 9: 22 de dezembro de 2022;
  • NIS de final 0: 23 de dezembro de 2022.

Vale salientar que, neste mês de dezembro, algumas famílias brasileiras podem receber o Auxílio de R$ 712. Esse valor previsto corresponde às parcelas acumuladas do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás, pagas aos cidadãos que atenderem aos critérios de elegibilidade de ambos os programas sociais.

É possível consultar o seu benefício por meio do aplicativo Caixa Tem, disponível para Android e iOS. Os usuários também podem acessar a plataforma do Auxílio Brasil, também disponível para os celulares Android e iOS.

Leia também

você pode gostar também

Governo vai realizar pente-fino no Bolsa Família

O pente-fino do Bolsa Família é uma manobra do novo governo para incluir novos grupos necessitados no sistema de pagamentos do benefício social.

Saque-aniversário FGTS já está liberado para novo grupo

Com o início de mais um mês, os trabalhadores que optarem pela modalidade do Saque-Aniversário devem ficar atentos aos prazos de liberação e novos grupos considerados elegíveis.

BPC tem critério de renda: veja como calcular e saber se você tem direito

O Benefício de Prestação Continuada é um programa assistencial da Previdência Social. No entanto, existem critérios de renda que os brasileiros devem atender para ter direito aos pagamentos mensais.

Consulta do abono PIS/Pasep será liberada na próxima semana

Os beneficiários do abono PIS/Pasep devem ficar atentos ao cronograma do benefício, que será liberado para consulta na próxima semana.

Como consultar o Auxílio Gás de fevereiro? Veja se você tem direito

O Auxílio Gás dos Brasileiros é um programa de transferência de renda para atender os brasileiros de baixa renda. A consulta está disponível para os beneficiários que tem direito aos pagamentos de fevereiro.

Inscrição no CadÚnico dá acesso a 15 benefícios federais; veja quais são

A inscrição no CadÚnico é essencial para garantir alguns benefícios do Governo Federal. Confira quais são eles.