Revisão INSS: como saber se você caiu no novo pente-fino do instituto?

Ministério do Trabalho e Previdência Social divulgou um novo pente-fino nos benefícios pagos pelos INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

No mês de setembro de 2022, o Ministério do Trabalho e Previdência Social divulgou um novo pente-fino nos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Neste sentido, haverá revisão do INSS para pagamentos de benefícios, como auxílio-doença, BPC e aposentadoria por invalidez.

Leia também

O pente-fino já consta em um documento publicado no Diário Oficial da União (DOU) de 22 de setembro, a portaria MTP nº 2.965. A revisão poderá ser feita em aposentadorias e no Benefício de Prestação Continuada (BPC), além de benefícios assistenciais, previdenciários, trabalhistas e tributários, sem especificação no documento.

No geral, auxílios e aposentadorias da categoria de benefícios por incapacidade que não passam por perícia há mais de seis meses serão revisados.

Revisão INSS: quais as regras?

A idade e o tempo em que o benefício está sendo recebido entram nos critérios de revisão. Quanto mais novo o segurado, mais chances terá de ser convocado. Para sua manutenção, quanto mais antiga a data de liberação do benefício, mais chances haverá de passar pela revisão.

Todo o processo terá validade de 180 dias. Contudo, ainda não foi informado como deve funcionar a convocação para o pente-fino. Todos os que recebem aviso do INSS para passar pela revisão devem agendar a perícia. Caso não iniciem o processo, o benefício será cortado.

Apesar de as questões da convocação ainda não terem sido definidas, os beneficiários convocados devem apresentar documentos que comprovem o direito ao auxílio. Dentre os quais documentos pessoais, laudos médicos e exames para atestar a doença, incapacidade ou acidente.

Vale lembrar que devem ser assinados por profissionais com registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). Caso a doença tenha sido agravada, por exemplo, outros exames, laudos e receitas que comprovem o avanço devem ser enviados, evitando que o benefício seja cancelado.

No caso do BPC/Loas, os inscritos precisam ter cadastro regular no CadÚnico e renda per capita mensal de até um quarto do salário mínimo, equivalendo a R$ 303 em 2022.

Neste caso, será preciso apresentar documentos pessoais de identificação do beneficiário, comprovante de renda e laudos médicos ou exames que comprovem a incapacidade para que o benefício não seja cortado. Além disso, o laudo médico deve ter assinatura de um profissional com registro ativo no Conselho Regional de Medicina.

O BPC/Loas é destinado aos idosos com mais 65 anos e pessoas com deficiência de qualquer idade, com incapacidade de sustentar a própria família. Em razão disso, é obrigatório passar por uma avaliação médica e social com um profissional do instituto, apresentando o laudo no momento da solicitação, assim como revisão do benefício.

Pente-fino do INSS: convocação dos peritos

pente-fino do inss, pente-fino benefício do inss, revisão do inss, revisão benefícios do inss
Foto: montagem / Agência Senado – Canva PRO

A fila da perícia médica do INSS possui mais de 1 milhão de agendamentos, acumulados em razão pandemia. Com a quarentena, as agências ficaram fechadas por sete meses, com a greve de servidores e peritos médicos.

Agora, peritos que desejarem participar do programa de revisão devem receber cerca de R$ 62 por perícia, com base na Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP). O limite para realizar perícias extras é de 15 revisões por dia, além de exames já agendados da rotina do profissional.

Caso sejam realizados mutirões, o médico poderá fazer até 30 perícias em um único dia, rendendo um acréscimo de até R$ 1.860 no salário. A participação é facultativa. Estas informações estão listadas na portaria divulgada a respeito da revisão.

O informe também complementa que só será possível participar do programa de revisão os servidores das carreiras de Perito Médico Federal, Supervisor Médico-Pericial e Peritos Médicos da Previdência Social.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio Brasil: veja quem tem direito ao valor de até R$ 1,2 mil neste mês

Além do Auxílio Brasil, existe uma série de benefícios complementas que podem aumentar o valor inicial das parcelas.

FGTS tem novo saque liberado e valores podem superar R$ 3,9 mil

Novo saque do FGTS foi liberado para vários trabalhadores. Dinheiro faz parte do saque-aniversário e pode ser solicitado de forma online.

13º salário extra do INSS ainda terá 11 saques em 2022; veja datas

O 13º salário extra do INSS começou a ser pago no dia 24. A partir de agora, restam 11 saques até o final do ano. Confira as datas.

Troca da pensão pelo BPC de R$ 1,2 mil passa a ser permitida; veja regras

Após decisão dos Juizados Especiais Federais, troca da pensão pelo BPC de R$ 1,2 mil passa a ser permitida.

Novo lote do PIS/Pasep: saiba quem terá direito ao abono em 2023

Abono PIS/Pasep, com ano-base de 2021, deve ser pago entre os meses de janeiro e dezembro 2023. Veja quem pode receber.

Internet Brasil: chips com banda larga gratuita começarão a ser distribuídos

Confira regras do programa, o que já se sabe e quem serão as primeiras pessoas contempladas no país.