Saque triplo do PIS/Pasep garante mais de R$ 3 mil; veja regras oficiais

Recursos do PIS/Pasep podem render mais de R$ 3 mil para o trabalhador. Dinheiro é proveniente de três saques distintos.

Apesar de ser direito de muitos trabalhadores, existem pessoas que ainda não sabem sobre os saques do PIS/Pasep. No momento, existem três benefícios diferentes relacionados aos programas que podem garantir um recurso considerável. Então, confira sobre detalhes sobre o saque triplo do PIS/Pasep.

Vale lembrar que o Programa de Integração Social (PIS) é voltado para trabalhadores formais com carteira assinada da iniciativa privada. Já o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) é destinado a quem é servidor de órgão público.

Saque triplo do PIS/Pasep: mais de R$ 3 mil

O saque triplo do PIS/Pasep leva em consideração três pagamentos diferentes. Veja cada um deles:

Abono PIS/Pasep 2020

No começo do ano de 2022, o governo federal liberou os pagamentos do abono salarial do PIS/Pasep do ano-base de 2020. Quem trabalhou por ao menos 30 dias naquela época e cumpriu os demais requisitos obteve os repasses.

Ainda existem pessoas que não sabem se têm direito ao dinheiro. Nesses casos, basta acessar o aplicativo da Carteira de Trabalho Digital (Android e iOS) e conferir. Até um salário mínimo (R$ 1.212) pode ser depositado.

Abono PIS/Pasep atrasado de 2019

Além do abono do ano de 2020, o governo liberou uma segunda chance para quem não sacou o dinheiro referente a 2019. No caso, existem essas opções para solicitar os recursos:

  • App da Carteira de Trabalho;
  • Pelo telefone 158;
  • Pelo e-mail trabalho.uf@economia.gov.br (troque o termo “uf” pela sigla do seu estado);
  • Em uma unidade da Superintendência do Ministério do Trabalho e Previdência.

Cota PIS/Pasep

Por fim, há a cota PIS/Pasep, que não deve ser confundida com o abono salarial. No caso, a cota faz parte do extinto fundo do PIS/Pasep de recursos de quem trabalhou entre os anos de 1971 e 1988. O dinheiro foi transferido para Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e passou a ser administrado pela Caixa.

Assim, existe um prazo máximo para que a pessoa solicite o dinheiro (31 de maio de 2025). Cerca de R$ 20 bilhões estão “esquecidos”, aguardando pelo saque nas agências da Caixa. O app do FGTS (Android e iOS) permite a consulta dos valores.

Leia também

você pode gostar também