Trabalhadores podem ter direito a três saques do PIS/Pasep; confira as regras

Trabalhadores podem ter direito a até três saques PIS/Pasep, desde que se encaixem nos critérios do benefício. A retirada está autorizada em 2022.

O governo federal oferece, neste ano de 2022, três saques PIS/Pasep para diferentes grupos de trabalhadores. Dois deles correspondem ao abono salarial (anos-base 2019 e 2020) e o outro é fruto de cotas do fundo. É importante destacar que o calendário de depósitos em 2022 (referente ao ano-base de 2020) já foi encerrado e, agora, os beneficiários precisam apenas realizar a retirada dos valores.

continua depois da publicidade

O PIS (Programa de Integração Social) é transferido pela Caixa Econômica Federal aos trabalhadores da iniciativa privada. Já o Pasep, Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público, é destinado aos servidores públicos e pago pelo Banco do Brasil.

Conheça os 3 saques PIS/Pasep

1. Abono salarial 2020

Leia também

Aqueles que trabalharam com carteira assinada ou serviço público por, pelo menos, 30 dias no ano-base 2020 já recebeu o abono PIS/Pasep entre os meses de fevereiro e março de 2022. Quem ainda não retirou os valores pode fazer o saque.

Os valores variam entre R$ 101 até R$ 1.212, conforme a quantidade de meses trabalhado. Os outros requisitos para ter direito ao saque, são:

continua depois da publicidade
  • Inscrição no PIS ou Pasep há cinco anos, pelo menos;
  • Ter registro na Rais ou no e-Social, com as informações entregues pelo empregador;
  • Ganhar até dois salários mínimos no ano-base.

A retirada ficará disponível até o dia 29 de dezembro de 2022, podendo ser feita pelo cartão cidadão. Vale ressaltar, no entanto, que alguns trabalhadores que se encaixam nos critérios não receberam o pagamento. É possível enviar recurso para o Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) via e-mail.

2. Abono atrasado de 2019

Mais de 300 mil trabalhadores, segundo governo federal, não fizeram o saque do abono PIS/Pasep do ano-base de 2019. Os interessados em saber se têm direito aos pagamentos devem entrar em contato com a central 158 ou conferir no aplicativo da Carteira de Trabalho. A solicitação deve ser realizada por essas mesmas plataformas.

continua depois da publicidade

O benefício ainda pode ser solicitado de outras duas formas:

  • Pela internet, enviando e-mail para trabalho.uf@economia.gov.br (troque “uf” pela sigla do seu estado); ou
  • De forma presencial em uma unidade da Superintendência do MTP.

3. Cotas PIS/Pasep

Atualmente, há mais de R$ 20 bilhões esquecidos em cotas PIS/Pasep. Esses valores correspondem ao fundo PIS/Pasep que foi extinto e não têm ligação com o abono salarial. Os saques das cotas são destinados apenas àqueles que trabalharam de carteira assinada entre os anos de 1971 e 1988.

Esse benefício foi transferido para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), sendo repassados apenas pela Caixa Econômica Federal. Para fazer a consulta, é necessário acessar o aplicativo do FGTS.

continua depois da publicidade

Compartilhe essa notícia

Leia também

Concursos em sua
cidade