Confira os prós e contras de se tornar um servidor público no país

Conheça as vantagens e desvantagens de se tornar um servidor público no Brasil e analise se vale a pena estudar para um concurso.

Você está vivendo um verdadeiro dilema entre a carreira pública e enfrentar os desafios de trabalhar na inciativa privada? Isso é perfeitamente natural. Esse artigo vai te mostrar todos os prós e contras de se tornar um servidor público no país. Analise a fundo cada um deles e veja se é ou não viável.

Prós

Estabilidade no emprego

Talvez essa seja a principal vantagem de se tornar um servidor público. Todas as pessoas aprovadas em concursos federais, municipais ou estaduais, têm estabilidade no emprego garantida até se aposentarem.

O funcionalismo público só demite em casos extremamente graves, caso contrário, a estabilidade no emprego é garantida por lei. Saber que, provavelmente, nunca mais você vai precisar procurar emprego, pode trazer muita tranquilidade.

Salários atrativos

Empregos públicos, na maioria das vezes, oferecem salários maiores do que empresas privadas. Imagine você ser aprovado em um concurso público que oferece um excelente salário inicial. Não seria nada mal, certo?

Para ganhar esse mesmo salário na iniciativa privada, você teria que ser um profissional de alta performance em uma multinacional, ter curso de pós-graduação, muitos anos de experiência em sua área de atuação e, quem sabe, até vivência no exterior. Nada disso é exigido na carreira pública.

Aposentadoria integral

Você sabia que um servidor público se aposenta com o valor integral do seu último salário? É verdade. O mesmo não acontece na iniciativa privada, já que o INSS estabelece regras rígidas no que diz respeito à aposentadoria.

Por exemplo, se um mês antes de se aposentar, o valor do seu salário era de R$ 12 mil mensais, seguramente você receberá esse valor todos os meses de aposentadoria, se for um funcionário público. Vale ou não a pena, concurseiro?

Benefícios exclusivos

Quando o assunto é prós e contras de se tornar um servidor público no país, até os mínimos detalhes devem ser levados em consideração. Um funcionário público recebe benefícios exclusivos e previstos em lei.

Quer um bom exemplo? Férias prêmio, licença remunerada do trabalho de três meses a cada cinco anos na ativa, direito de realizar cursos de capacitação profissional, licença-prêmio, dentre outras regalias.

Não precisa ter experiência prévia na função

Para você conseguir um bom emprego em uma empresa privada, vai se deparar com inúmeras exigências para participar do processo seletivo. E uma delas é o tempo de experiência profissional, que precisa atender aos objetivos da empresa contratante.

Os concursos públicos não exigem nenhum tipo de experiência prévia na função. Ou seja, mesmo que você nunca tenha trabalhado antes na vida, pode tentar um concurso sem qualquer tipo de restrição.

Jornada de trabalho menor

Quando pensamos nos prós e contras de se tornar um funcionário público no Brasil, logo vem à nossa mente a carga horária de trabalho, que costuma ser menor do que a de uma empresa privada.

Um servidor público da área administrativa, por exemplo, trabalha cerca de 40 horas semanais. E quando existe a necessidade de fazer horas extras, elas são bem pagas.

Maior qualidade de vida e possibilidade de ascensão na carreira

Por fim, mas não menos importante, temos o último dos prós de se tornar um servidor público. Diante de todas as vantagens que citamos acima, não resta a menor dúvida de que o funcionalismo público oferece mais qualidade de vida, além da possibilidade de ascensão de carreira.

Você terá mais tempo para curtir bons momentos ao lado da sua família, já que não terá as inseguranças típicas de quem trabalha em empresas privadas. Vale destacar que, quanto mais alto for o seu cargo em um órgão público, maior será o seu salário.

Contras

Altíssima concorrência

Mas como nem tudo são flores, quando se trata de prós e contras de se tornar um servidor público no Brasil, conseguir ser aprovado em um disputado concurso pode ser uma tarefa complicada, já que vai exigir um grande empenho da sua parte. Mas não é impossível vencer a concorrência.

Limitação profissional

A maioria dos órgãos públicos deixam os servidores limitados exclusivamente ao cumprimento das suas funções no dia a dia e nada mais. Por isso, se você é uma pessoa criativa e gosta de inovar no seu trabalho, talvez o funcionalismo público não seja o mais indicado para o seu caso.

Saber lidar com a burocracia

Quando falamos nos contras de se tornar um servidor público no país, a burocracia pode ser um verdadeiro entrave até para os próprios funcionários dos órgãos do governo.

O trabalho no setor público é extremamente burocrático, o que deixa o fluxo das atividades complicado e, por vezes, ineficiente. Se agilidade é uma das suas habilidades comportamentais, provavelmente o serviço público não vai combinar contigo.

Tarefas rotineiras

Se você gosta de chegar no ambiente de trabalho e encarar desafios diferentes todos os dias, se tornar um servidor público não é o mais recomendado. Neste serviço, a maioria das tarefas são rotineiras e, até certo ponto, repetitivas.

Agora que você conhece os prós e contras de se tornar um servidor público no país, é hora de analisar cada um deles e ver se é ou não viável encarar um concurso.

Leia também

você pode gostar também