Saiba como consultar a situação do seu nome no SPC e Serasa

A Serasa fez um levantamento recente apontando que mais de 62 milhões de brasileiros estão com o nome sujo. Saiba como consultar.

Quando a pessoa está com o nome sujo, o Cadastro de Pessoa Física (CPF) é listado em um banco de maus pagadores. Com isso, empréstimos e outros serviços deixam de ser oferecidos. Por isso, é importante consultar a sua situação no SPC e Serasa para não ter surpresas desagradáveis quando for pedir crédito.

Devido à crise econômica provocada pela pandemia, mais brasileiros não conseguiram honrar suas dívidas. A Serasa fez um levantamento recente apontando que mais de 62 milhões de brasileiros estão com o nome sujo. Entretanto, muitos não sabem que estão nessa situação.

Como consultar CPF pelo SPC

Confira a seguir como consultar o CPF via SPC e descubra se seu nome está sujo ou não:

  • Primeiro entre no site do SPC;
  • Depois, vá no menu e clique em ““Acessar”;
  • Uma nova página será aberta. Nela, toque em “criar acesso”;
  • Informe os seus dados pessoais;
  • Em seguida, marque a caixinha onde você concorda com os termos e vá em “prosseguir”;
  • Depois, valide seu e-mail e faça uma senha;
  • Lembre-se de anotar a senha em algum lugar para não esquecer;
  • Preencha seu CPF e clique na opção de avançar;
  • Em seguida, siga as instruções da página para obter as informações sobre o seu CPF.

As consultas no SPC são gratuitas e podem ser feitas a qualquer momento.

Como consultar o CPF pela Serasa

Agora, veja como fazer consultas no CPF, por meio da Serasa:

  • Entre no site da Serasa;
  • Digite seu CPF no local indicado e clique em “consultar grátis”;
  • Depois, vá em “cadastre-se para abrir uma conta”;
  • Informe os dados pedidos;
  • Em seguida, crie uma senha e lembre de anotá-la para não esquecer;
  • Após a conta ter sido aberta, vá em “Meu CPF” e verifique todos os detalhes.

Quem estiver negativado, desde que a dívida seja com uma empresa parceira da Serasa, pode renegociar seu débito imediatamente.

Leia também

você pode gostar também