Vacina BCG: descubra para que serve e por que ela deixa marca no braço

A vacina BCG é uma das vacinas mais importantes do esquema vacinal. Entenda para que ela serve e por que deixa uma marca no braço.

A vacina BCG foi uma das maiores conquistas da saúde do mundo. Responsável por proteger a população da tuberculose, antes do surgimento da imunização, muitos eram afetados por esta doença grave. Mas, afinal, para o que a vacina realmente serve? E por que ela deixa uma marca no braço?

A sigla BCG faz referência a “bacilo de Calmette e Guérin”, uma homenagem aos criadores, os cientistas Léon Calmette e Alphonse Guérin. Criada em 1921, a vacina BCG é amplamente utilizada até hoje, protegendo muitos de uma infecção que pode evoluir para quadros sérios, como meningite tuberculosa.

Apesar de não ter 100% de eficácia, por ser administrada a uma grande quantidade de pessoas, ela é capaz de proteger toda a população. No Brasil, em uma década, a taxa de mortalidade por conta desta doença caiu 8%, e atualmente só ocorrem cerca de 70 mil casos anuais, com alta possibilidade de recuperação.

Para que serve a vacina BCG?

Assim como informado, a vacina BCG é uma forma de proteger a população de quadros graves da tuberculose. Esta doença, é causada por uma bactéria o bacilo de Koch; portanto, é infectocontagiosa.

Normalmente, a tuberculose ataca o pulmão, mas também pode prejudicar os ossos, rins e meninges, membranas que envolvem o cérebro. Ela é passada de pessoa para pessoa, principalmente quando existe contato íntimo, como dentro de casa.

No momento em que um infectado expele gotas de saliva ao falar, espirra ou tosse, a probabilidade de transmitir a doença já é maior. Organismos com baixa resistência podem desenvolver esta enfermidade ainda mais facilmente.

Alguns dos sintomas da tuberculose são tosse seca, fraqueza, dores no peito, febre, suores, falta de apetite e emagrecimento. É importante realizar o tratamento por meio de remédios por um período de seis meses, mesmo se os sintomas desaparecerem antes.

Por sua vez, a vacina BCG deve ser administrada em crianças de até cinco anos de idade. Preferencialmente, porém, é preciso fazê-la em recém-nascidos. A tuberculose em crianças é ainda mais séria; por tal motivo, a BCG é uma das principais vacinas feitas em bebês. A dose única é gratuita, oferecida em Unidades Básicas de Saúde.

A BCG possui contraindicações, assim como qualquer outra vacina. Apesar destes serem casos raros, algumas pessoas não podem tomá-la, como indivíduos com peso abaixo de 2.000 gramas e sorologia positiva para HIV, desde que com sintomas presentes.

Por que a vacina BCG deixa uma marca no braço?

É comum que a vacina BCG seja aplicada no braço, principalmente no direito. Por ter caráter intradérmico, ela é aplicada entre as camadas da derme e epiderme da pele.

O processo deixa uma pequena cicatriz, chamada de “marca”. Ela é uma das formas de garantir que o indivíduo tomou a vacina, e profissionais que a identificarem podem se certificar de que o bebê ou criança foi devidamente vacinado.

Durante a aplicação, a vacina deixa certa vermelhidão. Já a cicatriz só tende a aparecer a partir de três meses. Eventos adversos e raros podem deixar lesões maiores que 10 mm, que não cicatrizam, junto de abscessos subcutâneos frios e quentes, queloide, linfadenite e reação lupoide. Vale lembrar, porém, que a frequência de surgimento destes casos é de 0,04% nos vacinados.

Mesmo com a cicatriz, é essencial guardar o cartão de vacinação, de forma que seja possível comprovar que a vacina BCG foi administrada. Este registro também pode existir na rede privada e pública virtual, mas o cartão segue sendo a melhor garantia. Ao perdê-lo, pode ser necessário repetir alguma vacina.

A vacina é vital. Ela pode proteger muitos bebês e crianças de doenças extremamente perigosas. O procedimento é simples e pode salvar muitas vidas, especialmente dos recém-nascidos, que ainda estão construindo sua imunidade.

Leia também

você pode gostar também

Para que servem aquelas bolas laranjas nos fios de transmissão?

Fios de alta tensão geralmente possuem itens de segurança bastante chamativos para evitar acidentes que possam danificar os fios e causar maiores problemas.

Convocação, nomeação e posse: saiba qual é a diferença

A diferença entre a etapa de convocação, nomeação e posse em um concurso público pode criar dúvidas nos candidatos, principalmente sobre a burocracia e procedimentos ao longo desses níveis.

O que 2023 reserva para os concursos? Veja 7 editais previstos

Os concursos públicos previstos para serem realizados no Brasil em 2023 podem ofertar vagas para profissionais de níveis médio, técnico e superior.

7 verdades sobre concursos públicos que vão te motivar

Está querendo começar uma carreira pública em 2023? Então, conheça sete verdades sobre concursos públicos que podem deixar a sua motivação nas alturas.

Como usar o marketing pessoal para ter bons relacionamentos no trabalho?

Entenda melhor o conceito de marketing pessoal e veja como aplicar esse conhecimento à sua vivência profissional.

11 profissões que você nem sabia que já existiram

Conheça um pouco mais sobre as profissões que você nem sabia que já existiram e que só são relembradas em documentários da TV ou nos livros escolares.