Quer aumentar a produtividade nos estudos? Veja 3 técnicas infalíveis

Se você está estudando para um concurso público e quer aumentar a produtividade nos estudos, fique por dentro de três técnicas infalíveis.

A aquisição do conhecimento varia de indivíduo para indivíduo. Cada pessoa tem o seu ritmo na hora de aprender, já que vários fatores internos e externos interferem na capacidade de aprendizagem. Se você precisa aumentar a produtividade nos estudos, selecionamos três metodologias eficientes.

É claro que a disciplina, a dedicação, o foco e o esforço devem prevalecer acima de tudo, apesar de outros aspectos também terem um grande peso. Analise cada uma das técnicas de estudo abaixo e escolha aquela que mais combinar com você. Bora lá conferir?

Conheça nossas dicas para aumentar a produtividade nos estudos

1) Resumos e fichamentos

Quer aumentar a produtividade nos estudos? Veja 3 técnicas infalíveis
Foto: Reprodução / Pexels.

Para aumentar a produtividade nos estudos, o concurseiro pode se valer dessa incrível técnica. O resumo nada mais é do que anotar à mão, de forma organizada e com as suas próprias palavras, os pontos mais importantes do assunto estudado.

Você pode anotar tudo em forma de tópicos, esquemas, tabelas ou da maneira que preferir. Desde que todas as anotações sejam passíveis de entendimento, está valendo. Essa metodologia ajuda a fixar a matéria em sua mente. Dá até para fazer uma boa revisão do conteúdo depois.

Os fichamentos são considerados resumos mais bem elaborados, ou seja, registros feitos em fichas. Essa metodologia exige que o concurseiro consiga interpretar a disciplina estudada e escreva tudo aquilo que entendeu em fichas próprias. Lembre-se de ter o máximo de organização.

Da mesma forma que os resumos, os fichamentos permitem reunir citações ou até incluir alguns tópicos das ideias principais do assunto estudado. Ambas as metodologias, que são bem parecidas, servem para deixar o concurseiro mais produtivo no dia a dia, já que amplia a sua capacidade de memorização.

2) Estudo intercalado

Outra dica para aumentar a produtividade nos estudos. Essa prática consiste em rotacionar as disciplinas de maneira aleatória. Quando o concurseiro intercala os assuntos estudados, ele consegue se manter mais concentrado por um período de tempo maior.

E isso traduz em um aprendizado mais efetivo e, sobretudo, duradouro. Quando o estudante fica concentrado por horas a fio em um mesmo conteúdo, a sua concentração é prejudicada, já que a sua mente se acostuma com o assunto estudado.

Por isso, o estudo intercalado é excelente para que o concurseiro não perca o interesse nas matérias e não desanime diante do ainda que falta ser aprendido. Essa técnica estimula o pensamento do candidato de uma maneira diferente. Evite ao máximo estudar um único assunto o dia inteiro, fechado?

Suponha que você tenha o dia livre para estudar. Que tal se dedicar a duas ou três matérias de Humanas na parte da manhã e a dois ou três assuntos de Exatas no período da tarde? Não se esqueça de fazer uma boa revisão do que foi aprendido durante o dia, combinado?

Estudar de forma intercalada é uma estratégia bastante eficaz para conteúdos da área de Ciências Exatas, especialmente aqueles que exigem raciocínio lógico. Essa técnica, se usada com inteligência, deixa o aprendizado mais eficiente e menos cansativo. Pode acreditar.

3) Aumentar a produtividade nos estudos: Prática distribuída

O concurseiro que deseja ser mais produtivo na sua rotina de preparação para as provas, também pode usar essa metodologia de estudos para aprender com mais eficiência. A prática distribuída consiste em dividir os períodos de estudo durante o dia.

Funciona assim: em vez de estudar por três horas seguidas, por exemplo, você pode dividir esse tempo em uma hora pela manhã, uma hora na parte da tarde e uma hora à noite. Essa é uma tática que costuma funcionar bastante quando se deseja aumentar a produtividade nos estudos.

A prática distribuída permite que o concurseiro descanse o seu corpo e a sua mente entre os intervalos. Além disso, o seu cérebro consegue reter melhor as informações recém-aprendidas, já que houve um considerável intervalo para que as conexões neurais aconteçam.

Essa metodologia pode ser interessante para aquele candidato que não pode (seja por motivos pessoais ou por causa do trabalho) estudar durante várias horas seguidas, mas que conta com momentos fragmentados do seu dia para estudar.

Por exemplo, se você tem uma hora e meia livre pela manhã, uma hora livre à tarde e duas horas livres no período noturno, recomendamos se tornar o mais novo adepto da prática distribuída e aumentar as suas chances de passar nas provas do concurso.

E aí, concurseiro, qual das técnicas para aumentar a produtividade nos estudos você mais se identificou? O que não vale é estudar usando uma metodologia diferente a cada dia. Lembre-se disso.

Leia também

você pode gostar também

7 sinais de que você deveria mudar de profissão

Está insatisfeito com o seu atual emprego? Então conheça os sete sinais de que você deveria mudar de profissão e cogite uma transição de carreira.

Para que servem aquelas bolas laranjas nos fios de transmissão?

Fios de alta tensão geralmente possuem itens de segurança bastante chamativos para evitar acidentes que possam danificar os fios e causar maiores problemas.

Convocação, nomeação e posse: saiba qual é a diferença

A diferença entre a etapa de convocação, nomeação e posse em um concurso público pode criar dúvidas nos candidatos, principalmente sobre a burocracia e procedimentos ao longo desses níveis.

O que 2023 reserva para os concursos? Veja 7 editais previstos

Os concursos públicos previstos para serem realizados no Brasil em 2023 podem ofertar vagas para profissionais de níveis médio, técnico e superior.

7 verdades sobre concursos públicos que vão te motivar

Está querendo começar uma carreira pública em 2023? Então, conheça sete verdades sobre concursos públicos que podem deixar a sua motivação nas alturas.

Como usar o marketing pessoal para ter bons relacionamentos no trabalho?

Entenda melhor o conceito de marketing pessoal e veja como aplicar esse conhecimento à sua vivência profissional.