Infalíveis: estas 3 técnicas de estudo te ajudam a passar em qualquer prova

Você decidiu que vai ser aprovado no concurso? Conheça três técnicas de estudo infalíveis que te ajudam a passar em qualquer prova.

Milhares de concurseiros, ávidos pela aprovação no certame, acabam não conseguindo atingir esse objetivo. A grande questão é que não se trata de falta de inteligência ou disposição para estudar. O desafio para muitos é encontrar a metodologia ideal na hora de aprender. Por isso, vamos te apresentar três técnicas de estudos consideradas infalíveis e que podem te ajudar a ser aprovado em qualquer prova, teste ou exame. Bora lá conferir?

Confira as técnicas de estudo para passar em qualquer prova

1. Mapas mentais

Quando se trata de técnicas de estudo, os mapas mentais são os preferidos de quem já foi aprovado em um concurso público. Podemos dizer que é um método eficaz que organiza e memoriza ideias e pensamentos que envolvem raciocínio lógico.

O mapa mental foi especialmente elaborado para aumentar a capacidade do cérebro de reter informações importantes e raciocinar de forma lógica. Essa técnica consiste no uso de palavras-chave que tenham relação com o tema central estudado e que podem te lembrar na hora das provas.

Veja um exemplo de passo a passo de como criar um mapa mental:

  1. Pegue uma folha de papel em branco e escreva o tema principal estudado no centro dela (com letras bem grandes, tá?);
  2. Levante os pontos mais importantes relacionados ao tema que não podem ser esquecidos. Crie palavras ou expressões-chave que tenham relação com eles (subtópicos) e anote tudo ao redor do tema principal;
  3. Agora, você deve escrever os tópicos que tenham relação com cada subtópico descrito. Lembre-se de que precisa existir uma conexão entre todas as palavras, para fazer sentido;
  4. Faça um simples desenho em cada uma das palavras-chave principais, que faça o máximo de sentido para você e não para os outros;
  5. Enumere os agrupamentos, já que isso vai te ajudar a desenvolver melhor as suas ideias. O seu mapa mental está pronto. Se bem usado, é uma ferramenta e tanto para aprender.

2. Técnica de Pomodoro

Uma das técnicas de estudos mais usadas pelos concurseiros é a Pomodoro. Ela é considerada um dos métodos de gestão do tempo mais eficientes que pode ser aplicado nos estudos.

Essa metodologia permite você mensurar a quantidade de atividades que foram realizadas e a qualidade dos seus estudos, além de fazer o candidato manter o foco.

O sistema é bastante simples, já que cada ciclo da técnica Pomodoro dura duas horas. Você deve estudar, com o máximo de foco, por 25 minutos e descansar cinco minutos.

Repita o procedimento até completar duas horas ou quatro ciclos. Depois, você tem direito de descansar 30 minutos. Sugestão: faça algo que não exija esforço mental, durante esse intervalo.

Vale ressaltar que, enquanto você estiver concentrado nos estudos, a técnica Pomodoro não permite nenhum tipo de interrupção, a menos que seja algo urgente, claro.

Dentro desse período de 25 minutos, o concurseiro deve se esforçar ao máximo para aprender o conteúdo que precisa. Além disso, é preciso respeitar o tempo das pausas, já que o cérebro precisa de um período de descanso e para reter as informações.

3. Releitura e revisão

Outra das técnicas de estudos infalíveis e que podem deixar a sua aprovação no concurso mais perto é a releitura e revisão de conteúdo. Mas vamos por partes. Primeiramente, é conveniente ressaltar que a releitura não consiste somente em reler excessivamente aquilo que precisa ser aprendido. É muito mais do que isso.

Reler um texto por várias vezes pode transmitir uma falsa sensação de conhecimento. Uma releitura eficiente exige um maior envolvimento do concurseiro com o conteúdo. Por exemplo, durante o processo, é conveniente fazer anotações (no próprio texto mesmo) que possam ajudá-lo a entender o tema ainda mais.

Além disso, uma releitura efetiva consiste em fazer perguntas para si mesmo (e respondê-las), criar conexões e, sobretudo, anotar o que achar mais importante. O desafio é estudar de forma ativa e não ficar lendo só por ler. Lembre-se: a releitura é um método de aprendizado excelente, mas ela não pode ser massiva.

Já a revisão é uma tática que pode aperfeiçoar os conhecimentos de qualquer concurseiro, já que reforça todas as informações recém aprendidas em sua mente.

Revisar um conteúdo é fundamental para evitar que o candidato seja acometido pela curva do esquecimento, que acontece quando a revisão não é realizada dentro das 24 horas seguintes após o primeiro contato com a matéria. A revisão é primordial para quem deseja ser bem-sucedido em um concurso.

Agora é escolher a técnica de estudos que mais combinar com você e arrasar nas provas do certame. Boa sorte.

Leia também


você pode gostar também

5 truques infalíveis para montar um plano de estudos realmente eficaz

Acabou de fazer a inscrição em um concurso público? Conheça cinco truques infalíveis para montar um plano de estudos eficaz.

5 dicas úteis para fazer um bom fichamento durante os estudos

Procura uma técnica de aprendizagem que seja eficiente? Fique por dentro de cinco dicas úteis sobre como fazer um bom fichamento durante os estudos.

Moeda de R$ 1, conhecida como Perna de Pau, vale até R$ 8 MIL

A proposta de R$ 8 mil por uma unidade desse modelo surpreendeu os colecionadores e usuários da internet.

Atualmente, quais são as carreiras mais lucrativas do país? Veja 5 cargos

Sonha em conseguir um emprego que paga bem? Conheça as cinco carreiras mais lucrativas do país e invista naquela que mais combinar com o seu perfil.

9 profissões que pagam bem e exigem apenas Nível Fundamental

As profissões que não exigem curso superior, somente ensino fundamental, abrangem desde o campo de comércio e varejo até segurança pública e o setor de serviços.

5 características comuns às pessoas inteligentes; a terceira você nem vai acreditar

A inteligência é uma capacidade adquirida ao longo da vida. Pessoas inteligentes podem ser identificadas pela forma como reagem às situações.