Precisa decorar conteúdo? Veja 3 truques para expandir a memória

Conheça três dicas sobre como decorar conteúdo para aumentar as chances de ser aprovado no concurso.

O concurseiro que está com dificuldades para decorar conteúdo, não precisa se desesperar, pois isso tem solução. Existem algumas práticas que podem aumentar e muito a capacidade da sua memória de reter as informações que precisa.

Leia também

São técnicas simples, mas extremamente eficazes. Por isso, escolha aquela que mais se identificar e deixe o seu cérebro muito mais estimulado a decorar conteúdo.

1) Troque as estratégias

O concurseiro que precisa decorar conteúdo, impulsionar e desenvolver melhor a sua memória deve fazer esse exercício pessoal. Por isso, cogite a possibilidade de implementar as três ações abaixo em sua rotina diária:

Criar metas e desafios

Memorizar significa lembrar de algo que é importante, certo? Por isso, tente desafiar o seu cérebro, todos os dias e de forma ativa, sempre se empenhando em memorizar o conteúdo que precisa.

Introduza o aprendizado ativo em sua rotina. Ou seja, leia com a máxima atenção e procure entender o assunto, sempre com o foco na memorização das principais informações.

Dê tempo ao tempo

Depois da leitura ativa do conteúdo, faça uma pausa de 15 minutos. Após esse intervalo, mantenha o foco naquilo que conseguiu extrair de importante da leitura e procure relembrar de tudo que leu (pode anotar, se quiser), antes de começar a revisão.

Fale consigo mesmo

Você já pensou em dar uma “aula particular” para si mesmo depois de estudar um determinado conteúdo? Essa simples ação pode reforçar ainda mais o que acabou de aprender em sua mente. Ou seja, trata-se de explicar, com as suas próprias palavras, aquilo que acabou de aprender para você próprio.

2) Memorização de cenas ajuda a decorar conteúdo

Mais uma maneira de decorar conteúdo. Em seu cotidiano, sempre que você se deparar com uma fotografia, quadro ou até mesmo uma vitrine, pare diante daquela imagem e procure memorizá-la por uns 30 a 40 segundos, com a máxima atenção. Tente captar todos os mínimos detalhes que compõem o que está diante dos seus olhos.

Depois, pegue uma folha de papel em branco e anote tudo aquilo que conseguir se lembrar. Seja detalhista ao extremo. Informações como cores, posições, objetos, tamanho dos itens, formato, roupas, devem constar em suas anotações. Isso é fundamental para exercitar sua memória.

Anotou tudo? Volte àquela imagem e faça uma espécie de conferência. Reveja se aquilo que você anotou está de acordo com a imagem descrita. Faça isso sempre que for possível. Aquela visita ao museu pode ser perfeita para isso.

Mesmo que pareça estranho, essa tarefa pode ajudar o concurseiro a memorizar teorias e fórmulas. Quanto mais você estimular a sua mente, mais ela vai se manter em forma. É um exercício constante, mas que vale muito a pena na hora de decorar conteúdo.

3) Guarde as informações em “locais” diferentes do cérebro

Calma que já vamos explicar do que se trata. Quando o assunto é decorar conteúdo, pode vir à tona a seguinte pergunta: Como lidar com tantas informações que “vagueiam” todos os dias em nossa mente? Pode ser complicado mesmo, sem dúvidas.

Não adianta fazer conexões mentais se, na hora em que o concurseiro vai estudar, ele não sabe onde as informações estão “armazenadas”. Na verdade, o nosso cérebro pode ser comparado a um computador.

Ou seja, é necessário que todos os arquivos estejam organizados em pastas separadas para evitar que os dados se percam e aquelas temidas confusões. E é aí que a criatividade do concurseiro entra em cena.

Todas as associações criadas precisam ser “guardadas” em um determinado local que o candidato esteja familiarizado, como a sua casa, o local de trabalho ou de estudos, por exemplo. A noção de espaço é fundamental para que haja o devido compartilhamento de informações no cérebro e deixá-las mais acessíveis, quando necessário.

Mas para que você se lembre daquilo que precisa, é necessário que imagine uma espécie de “palco”, que pode ser representado por algum ponto específico daquele ambiente, como uma porta, janela ou em um canto da parede. A cena imaginária deve acontecer exatamente ali.

Dessa forma, todas as suas memórias devem obedecer a trajetória percorrida em seu pensamento. Em suma, é muito mais fácil você se lembrar de um assunto relacionando-o com algum local específico da sua casa, por exemplo, do que simplesmente não associá-lo com nada, entendeu?

Esperamos que as nossas dicas sobre como decorar conteúdo possam te ajudar a arrasar nas provas do concurso público. Se bem usados, podem fazer uma grande diferença em sua aprovação.

Leia também


você pode gostar também

Estes 23 carros já saíram de linha em 2022 e você ainda não fazia ideia

Está pensando em comprar um automóvel? Conheça os 23 carros que já saíram de linha em 2022 que provavelmente você não sabia.

Concurso INSS terá curso de formação em nova etapa

A nova etapa do concurso INSS é caracterizada por um curso de formação, com treinamento específico dos candidatos e avaliação do desempenho ao longo do processo.

35 nomes estranhos que já foram registrados no Brasil

Se você curte tudo aquilo que é fora do comum, conheça alguns nomes estranhos que já foram registrados no Brasil.

5 empregos bizarros que ninguém conhecia, mas pagam muito bem

Se você está pensando em uma transição de carreira, conheça cinco empregos bizarros que pagam muito bem e que têm uma alta demanda no mercado.

Você é super inteligente? Veja 4 características que definem a condição

A super inteligência é multidimensional, e pode ser despertada em diversas áreas do conhecimento humano.

Estas 19 cidades já mudaram de nome no Brasil e você não sabia

Várias cidades brasileiras mudaram de nome ao longo dos séculos e décadas, sendo a alteração mais recente datada de 2021.