Quem tem nível superior pode se inscrever no concurso INSS em 2022?

Nesta quinta-feira (15/09), o INSS lançou o edital do concurso público para preenchimento de 1 mil vagas imediatas no cargo de Técnico de Seguro Social.

As inscrições para o concurso INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começaram nesta sexta-feira (16/09). O concurso INSS está sob responsabilidade do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). Confira, a seguir, se profissionais de nível superior poderão disputar as 1.000 vagas imediatas.

Leia também

De acordo com o ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira, as vagas oferecidas no concurso não serão suficientes para a necessidade atual do INSS, mas seria um início para suprir o déficit.

Ainda segundo Oliveira, os aprovados serão lotados nas agências que tenham maior demanda de serviços ou com menor número de servidores. Atualmente, o INSS possui quase 1.600 agências espalhadas pelo país.

Quem tem nível superior pode se inscrever no concurso INSS?

Como as vagas disponíveis exigem do candidato o nível médio, quem tiver nível superior poderá concorrer ao cargo ofertado. O requisito básico para disputar uma das vagas no cargo de Técnico do Seguro Social é o certificado de conclusão de curso de ensino médio ou curso técnico equivalente.

Do total das vagas ofertadas, 708 são para ampla concorrência, 90 para pessoas com deficiência e 202 para pessoas negras. As vagas serão lotadas pelo Distrito Federal e todos os estados brasileiros.

O valor da remuneração é de até R$ 5.905,79, composto pelo vencimento básico de R$ 712,61, mais Gratificação de Atividade Executiva no valor de R$ 1.140,18, da Gratificação de Desempenho da Atividade do Seguro Social de até R$ 3.595,00 e auxílio-alimentação no valor de R$ 458,00.

Todos os servidores vão cumprir jornadas de 40 horas semanais. Pagando uma taxa de R$ 85,00, os interessados podem realizar suas inscrições, exclusivamente via internet, na página eletrônica do Cebraspe no até as 18h do dia 3 de outubro de 2022.

Concurso INSS: etapas de seleção

concurso inss, prova concurso inss, etapas concurso inss
Foto: montagem / Pexels – Canva PRO

A primeira prova objetiva (P1) do concurso INSS será composta por 50 questões de Conhecimentos Básicos, possuindo caráter eliminatório e classificatório. A segunda prova objetiva (P2) terá 70 questões de Conhecimentos Específicos, também de caráter eliminatório e classificatório.

Ambas as avaliações escritas estão previstas para serem aplicadas no dia 27 de novembro de 2022. As provas objetivas seguirão o estilo tradicional do Cebraspe, com questões de certo ou errado.

Cada questão correta, tal como está gabarito oficial, valerá 1 ponto. Cada questão terá valor 1 ponto negativo, se a resposta for discordante do gabarito oficial definitivo. Receberá zero a questão sem marcação de alternativa ou marcada em duplicidade.

O INSS decidiu inovar neste concurso público e incluir um curso de formação para ser feito pelos candidatos após as provas objetivas. O curso será realizado em turmas e está vinculado à ordem de classificação dos candidatos aprovados na primeira etapa do concurso.

Esse curso de formação terá 180 horas de duração presencial. A previsão  é que esse curso de formação dure entre 30 e 45 dias. O candidato matriculado receberá auxílio financeiro correspondente a 50% do salário do cargo.

Esse curso será realizado pelo Cebraspe, com questões práticas correspondendo às atividades que serão desenvolvidas pelos servidores. A etapa em questão será aplicada em alguns municípios brasileiros:

  • Belém, no estado do Pará;
  • Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais;
  • Brasília, no Distrito Federal;
  • Florianópolis, no estado de Santa Catarina;
  • Fortaleza, no estado do Ceará;
  • João Pessoa, no estado da Paraíba;
  • Manaus, no Amazonas;
  • Rio de Janeiro, estado do Rio de Janeiro;
  • São Paulo, estado de São Paulo.

É importante atenção a essa etapa, pois também possui caráter eliminatório e classificatório. Serão convocados para matrícula nas primeiras turmas desse curso os candidatos classificados na primeira etapa, de provas objetivas escritas, desde que estejam encaixados dentro do número de vagas previsto no edital (por Gerência).

Concurso INSS: saiba mais detalhes

O edital foi publicado inicialmente na edição de 15 de setembro de 2022 do Diário Oficial da União, seção 3. Além disso, a primeira retificação já está disponível. Ela alterou parte da distribuição de vagas, além de regras gerais.

De qualquer maneira, é possível acompanhar o andamento do concurso INSS por meio do site do Cebraspe. Caso o candidato tenha dúvidas não resolvidas a partir do edital, relate à banca organizadora Cebraspe o seu questionamento.

Basta se comunicar com a Central de Atendimento ao Candidato no endereço de e-mail inss@cebraspe.org.br.

Leia também


você pode gostar também

IR: último lote da restituição é pago HOJE (30) para 1,2 milhão de pessoas

Receita Federal paga, nesta sexta-feira (30/09), o último lote da restituição do IR. Veja se tem direito aos valores disponíveis.

ESTE concurso tem ganhos de R$ 33,6 MIL; vagas para diversos estados

Concurso público com ganhos de mais de R$ 33 mil tem inscrições abertas. As vagas estão espalhadas por diferentes estados brasileiros.

Eleições 2022: posso votar de bermuda e chinelo? Veja regras do TSE

De acordo com as questões estabelecidas pelo TSE, é preciso cumprir determinadas regras no dia de votação com relação às vestimentas. Descubra se é possível votar de bermuda, entre outros detalhes.

Salário mínimo 2023: afinal qual é o VALOR do piso? Já está confirmado?

Nova estimativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) foi divulgada recentemente. Veja previsão do salário mínimo para 2023.

Carteira Digital de Trânsito MUDOU; veja como acessar os novos recursos

Nova versão do aplicativo Carteira Digital de Trânsito tem design atualizado. O app permite o pagamento de multas com desconto.

Concursos públicos VÃO mudar: governo edita decreto sobre regras

As novas regras sobre os concursos públicos afetam diretamente os critérios de reprovação estabelecidos pelas bancas organizadoras, assim como a prorrogação de prazos no edital.