Preço da gasolina registra novo recorde no país; veja valor atualizado

O levantamento do preço dos combustíveis feito pela ANP se refere a semana dos dias 1 a 7 de maio.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou o levantamento do preço dos combustíveis referente à semana dos dias 1 a 7 de maio.

Nesse período, o valor médio do litro da gasolina foi de R$ 7,295, um novo patamar médio (e recorde no varejo). Na semana anterior aos dias 1 a 7 de maio, o valor médio do litro era de R$ 7,283, ou seja, houve uma alta de 0,16% no preço do produto. Desde janeiro, o avanço é de 9,37% nas bombas.

Segundo a ANP, na semana entre os entre os dias 1 e 7 de maio, o valor máximo da gasolina comum registrado após pesquisa em 5.146 postos de combustíveis foi de R$ 8,999, na cidade de Tubarão (SC). Já o preço mais baixo foi de R$ 6,1999, registrado na cidade de Presidente Venceslau (SP).

Já o etanol mais barato no país foi encontrado na cidade Lins (SP), com o preço de R$ 4,200. O mais caro foi registrado em Bagé (RS), onde estava sendo vendido por R$ 7,899. O valor médio do litro do etanol no Brasil está em R$ 5,441.

Enquanto isso, o diesel registrou aumento pela terceira semana seguida, passando de R$ 6,61 para R$ 6,6630, ou seja, uma alta de 0,3%. No ano, o aumento é de 23,99%. O produto teve o valor mais baixo registrado na cidade de Valença (RJ), onde custava R$ 5,378. Já o valor mais caro encontrado foi de R$ 8,387, em Porto Seguro (BA).

De acordo com representantes dos importadores, o aumento nos preços dos combustíveis ocorre em meio a riscos de faltar os produtos em alguns locais do país em decorrência da defasagem de preços.

Conforme dados da Abicom, entidade que representa os importadores, na última sexta-feira (06/05), a defasagem média do diesel estava em 21% (R$ 1,27 por litro) e da gasolina em 17% (R$ 0,78 por litro).

Deste modo, os importadores não conseguem importar porque a Petrobras vende combustível no Brasil mais barato do que compra do exterior. A empresa está sem reajustar os preços da gasolina nas refinarias desde 11/03.

Por outro lado, o diesel vendido para as distribuidoras passou de R$ 4,51 para R$ 4,91 nesta terça-feira (10/05), registrando um aumento de 8,87%.

Leia também

você pode gostar também