Concurso Embrapa: senador pede abertura de novo edital para técnicos e pesquisadores

Concurso Embrapa não é realizado desde 2009, fazendo com que a empresa pública veja seu quadro de servidores diminuir a cada ano.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) pode, finalmente, ter um novo certame. O senador Chico Rodrigues (DEM - RR) solicitou, durante pronunciamento, um novo concurso Embrapa. No discurso, o pedido foi feito ao Ministério da Economia, responsável pelas autorizações de certames.

continua depois da publicidade

A Embrapa é uma empresa pública, responsável por realizar pesquisas na área da agricultura, principalmente voltadas a sustentabilidade. Registrada em 1973, suas inovações e processos de desenvolvimento são reconhecidos mundialmente e por vezes contam com parcerias internacionais.

Sobre o novo concurso Embrapa

O novo concurso Embrapa ainda não foi autorizado pelo Ministério da Economia. No entanto, o senador Chico Rodrigues destacou a relevância de um novo certame o mais breve possível e fez um alerta ao governo.

“O governo federal precisa acordar para que seja autorizado esse concurso, para que a Embrapa possa prover seus quadros com profissionais do mais alto padrão técnico e científico. Este é um grito de alerta”, afirmou.

O parlamentar também defendeu a Embrapa, afirmando que suas pesquisas conseguem resultados importantes para o agronegócio e que ajudaram a colocar o Brasil entre os principais exportadores de alimentos do mundo, sendo responsável por 15% de tudo que é consumido no planeta.

continua depois da publicidade

Como ainda não há um sinal verde para o concurso Embrapa, não é possível fazer uma previsão de quando o edital será divulgado. Também não se sabe sobre quantas vagas e quais cargos serão ofertados. Por outro lado, o déficit na empresa pública é grande já que não há concurso desde 2009.

Concurso Embrapa anterior

Como informado, o concurso Embrapa anterior foi realizado em 2009, ou seja, cerca de 12 anos atrás. O certame ofertou 607 vagas de início imediato e formação de cadastro reserva para cargos de níveis fundamental, médio e superior. As oportunidades eram para Pesquisador, Analista (classes A e B) e Assistente (diversas classes).

continua depois da publicidade

Na época, a remuneração era de R$ 1.088,97 a R$ 7.419,90, sendo que todos os aprovados deveriam cumprir jornada de trabalho de 40 horas semanais. Além dos ganhos, os profissionais contavam com benefícios diversificados.

Leia também

Concursos em sua
cidade