Estes 5 nutrientes ajudam melhorar a concentração, diz nutricionista

A alimentação influencia no funcionamento do corpo e pode interferir no foco, concentração e até mesmo na aprendizagem. Saiba mais.

Leia também

A alimentação realizada de maneira correta, com os nutrientes adequados, beneficia o corpo, mente e amplia a disposição do indivíduo. Caso tenha notado que sua atenção está com menor foco, insira estes 5 nutrientes que irão melhorar a sua concentração nos estudos.

Leia também

Vitaminas e sais minerais são extremamente importantes para desacelerar o envelhecimento do organismo em sua totalidade. Ao atuarem no sistema nervoso, esses nutrientes ajudam a manter a capacidade de concentração e foco. Isso porque estimula as ligações entre os neurônios.

O site Concursos no Brasil entrevistou a profissional Hortência Kettelen Souza Luz, formada em nutrição pela Universidade Federal de Goiás, que atualmente atua como residente em Terapia Intensiva pelo Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC/UFG). Confira lista a seguir.

5 nutrientes ajudam melhorar a concentração

Segundo Hortência Luz, a alimentação está diretamente ligada à capacidade de aprendizagem. Ela conta que, ao ingerir os alimentos adequados, uma pessoa pode influenciar de forma positiva na produção de neurotransmissores.

“Alguns nutrientes podem modular mecanismos fisiológicos e neurotransmissores que regulam a concentração e memória, por isso, ter uma alimentação equilibrada e saudável pode auxiliar e influenciar positivamente na hora dos estudos“, explica. Veja o que adicionar à sua rotina para melhorar a concentração e o aprendizado:

Proteínas

Ter uma dieta rica em proteínas é essencial para manutenção do foco. Isso porque, além da saciedade, elas “participam das conexões das redes neuronais do cérebro”, como afirma a nutricionista. Esse nutriente serve para construção de novas sinapses, que é um processo de comunicação entres os neurônios.

Alguns alimentos ricos em proteína, de acordo com a profissional, são: ovos, carnes, leite (e seus derivados), frango, lentilha e feijão.

Ômega 6

Hortência afirma que esse nutriente pode “influenciar na habilidade dos neurônios em utilizar glicose, auxiliando, assim, na melhora da sua concentração”. Isso porque o ômega 6 corresponde a um conjunto de ácidos graxos essenciais para o organismo.

Você pode encontrá-lo em óleo de abacate, óleo de canola, azeite de oliva e nozes.

Ômega 3

Segundo a nutricionista, falta do ômega 3 no organismo pode acarretar em deficiência visual, problemas de aprendizado e motivação, bem como “afetar sistemas que utilizam neurotransmissores no córtex frontal”. Ou seja, os baixos níveis desse nutriente reduzem a capacidade de foco e concentração, prejudicando quem precisa estudar.

Para evitar o déficit de ômega 3, é indicado ingerir sementes e castanhas, salmão, abacate e óleos vegetais.

Vitaminas que compõe o complexo B

“Essas vitaminas estão associadas à produção de neurotransmissores responsáveis pela atenção e diminuição da excitabilidade. Além disso, a deficiência delas pode causar nervosismo, falta de energia e disposição, além de inércia”, afirma Luz.

As vitaminas do complexo B podem ser encontrada em alimentos muito consumidos pelos brasileiros, como ovos, banana, leite e aveia.

Carboidratos

Quem está estudando para passar numa prova de concurso não pode se privar dos carboidratos. Isso porque, de acordo com a nutricionista, quando uma pessoa faz uma dieta restrita, excluindo os carboidratos, a primeira consequência é a perda de energia.

Além disso, ela conta que também que outros sintomas são fadiga, apatia, inquietação e falta de atenção, que reduzem o desempenho do cérebro. “O ideal é que haja um maior consumo de carboidratos complexos, como macarrão, pão, arroz integral, milho, mandioca e batata doce”, pontua.

Sendo assim, aqueles que estão prestando concursos e almejam a aprovação devem prestar atenção na alimentação diária, enriquecendo o prato com esses cinco nutrientes.

Vale ressaltar que esse artigo é meramente informativo, com o intuito de mostrar aos concurseiros mais uma forma de aprimorar sua hora de estudos, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento. Existem vários outros alimentos que servem para melhorar a concentração. Mas, para saber quais incluir no seu dia a dia, o ideal é marcar uma consulta com o nutricionista.

Leia também

Leia também


você pode gostar também

Concurso INSS: veja 5 dicas infalíveis para aplicar durante os estudos

As dicas infalíveis para aplicar durante os estudos do concurso INSS permitem que o concurseiro tenha mais organização nas etapas de aprendizagem e revisão do conteúdo.

Veja 5 coisas que você não pode colocar no seu currículo em 2022

Está procurando emprego? Saiba o que não colocar no currículo em 2022 e aumente as chances de ser convocado para uma entrevista.

5 profissões que pagam bem aos que desejam ter jornada de 20 horas semanais

Se você sempre sonhou em ter um alto salário mas sem trabalhar demais, conheça cinco profissões que pagam bem e trabalham pouco.

Profissões de Humanas: veja os 5 cargos mais bem pagos do Brasil

Sonha em começar uma carreira que paga um alto salário? Conheça cinco profissões de Humanas que podem transformar isso em realidade.

Este cargo de TI pode obter salário de R$ 17 MIL no país; veja qual é

Está pensando em se tornar um profissional da área da tecnologia? Confira o cargo de TI que pode ter salário de R$ 17 mil por mês.

7 profissões mais bem pagas para quem quer trabalhar no exterior

Sonha em uma carreira profissional fora do Brasil? Conheça sete profissões para quem quer trabalhar no exterior e que pagam altos salários.