5 dicas para montar um cronograma de estudos eficaz para concurso

Fique por dentro das nossas cinco dicas para montar um cronograma de estudos para concurso e deixe a sua aprovação mais perto.

Você acabou de fazer a sua inscrição em um disputado concurso público e procura uma forma de turbinar o seu aprendizado? Está lendo o artigo certo. Vamos te dar cinco dicas incríveis sobre como montar um cronograma de estudos eficaz que pode te ajudar a alcançar a tão sonhada aprovação. Bora conferir?

Leia também

Veja como montar um cronograma de estudo para concurso

1) Compreenda a sua rotina diária

Antes de começar a montar o seu cronograma de estudos para concurso, é preciso que você entenda como é a sua rotina diária. Ou seja, é preciso saber primeiramente quantas horas disponíveis por dia você terá para se dedicar aos estudos.

Lembre-se de levar em consideração o seu trabalho, afazeres domésticos, compromissos pessoais, horário de sono e até os momentos de lazer. Compreender a sua rotina é fundamental para que você consiga incluir algumas horas a mais no seu dia para se dedicar aos estudos.

Suponha que você se levante às sete horas da manhã, vai para o trabalho, retorna por volta das 18 horas, vai para a academia, chega em casa novamente às 20 horas e vai dormir às 22 horas (de segunda a sexta). A pergunta é: qual horário você se dedicar aos estudos? Por isso, é preciso entender a sua rotina.

2) Determine as horas diárias de estudo

Depois que tudo estiver bem claro para você (no que diz respeito à sua rotina), chegou a hora de definir qual será o seu horário de estudos, que precisa ser levado muito à sério, assim como o seu trabalho, por exemplo.

Muitas vezes, é preciso sacrificar algumas coisas em prol de outras. O essencial é que concurseiro defina quantas horas disponíveis tem para estudar, todos os dias. Por exemplo, se você não tem tempo de estudar durante o dia por causa do seu trabalho, uma dica viável é estudar depois que chegar em casa.

Vamos supor que você decida estudar diariamente das 20 horas até as 23 horas. Leve isso muito a sério e gaste esse tempo se dedicando inteiramente ao aprendizado efetivo. Tenha perseverança e compromisso com os estudos para as provas do concurso. Essas três horas diárias, se forem bem aproveitadas, podem fazer toda a diferença.

3) Defina o que vai estudar

Depois que você seguir as duas dicas acima sobre como montar um cronograma de estudos para concurso, é hora de definir quais são as matérias que serão estudadas, de acordo com o edital.

Dê preferência para: 1) as disciplinas que têm maior peso; 2) as matérias que você tem mais dificuldade; 3) os assuntos nos quais tenha pouco conhecimento.

Mesmo que seja complicado seguir essa ordem recomendada, lembre-se de que estudar somente aquilo que gosta ou tenha uma conexão emocional com os temas, certamente vai prejudicar o seu aprendizado como um todo. E isso não vai deixar a sua aprovação mais perto.

Dessa forma, faça uma lista das disciplinas que devem ter prioridade e que precisam de mais foco e reserve um tempo maior para elas dentro da sua rotina. Anote tudo em sua agenda, para que o seu cronograma de estudos para concurso não vire uma bagunça.

4) Monte um plano de estudo diário

Agora que você tem em mãos todas as matérias que serão estudadas de acordo com a prioridade de cada uma delas e já definiu o seu horário de estudos, chegou a hora de montar um plano de estudo que seja realista. A boa e velha planilha do Excel pode te ajudar com isso.

A dica aqui é dividir cada matéria com hora marcada. O seu plano deve conter as seguintes informações: A) hora do início dos estudos; B) hora e duração das pausas; C) hora da revisão; D) hora de terminar. A organização é fundamental para que o seu aprendizado seja ainda mais efetivo.

5) Regularidade e comprometimento

São duas qualidades essenciais para todo candidato que acabou de montar o seu cronograma de estudos para concurso. Por isso, você deve estudar todos os dias que foram definidos previamente, sempre intercalando as matérias e fazendo uma revisão geral, para evitar a temida “curva do esquecimento”.

Tenha em mente as seguintes orientações:

  • Jamais fique muito tempo sem estudar uma matéria;
  • Reserve um tempo maior para as matérias que tem mais dificuldade de assimilação;
  • Priorize as disciplinas que têm costume de se repetir em concursos ou maior peso nas provas;
  • A revisão do conteúdo estudado deve ser no período máximo de 24 horas.

Leia também


você pode gostar também

7 grandes filmes da Netflix que podem transformar a sua vida

Anda meio sem motivação para prosseguir com os estudos para as provas do concurso? Conheça sete filmes da Netflix que podem te inspirar.

Tem inglês fluente? Veja 5 profissões ideais para você e que pagam bem

Se você domina bem a língua inglesa, conheça cinco profissões que exigem inglês fluente e que pagam bem.

Dias contados: estes 11 carros vão SAIR de linha a partir de 2023

Os carros que vão sair de linha a partir de 2023 incluem modelos populares e de grande adesão dos brasileiros, como é o caso do Volkswagen Gol e do Fiat Uno.

Garçonete recebe gorjeta de R$ 15,5 mil e chora de tristeza depois. Saiba o motivo

Esta gorjeta acabou indo parar nas barras dos tribunais e envolve a garçonete, o cliente e o restaurante. Confira a matéria completa!

Concurso INSS: qual a nota mínima para ser aprovado nas provas?

As regras e normas do concurso INSS estão previstas no edital, onde os candidatos podem acessar as informações sobre qual a nota mínima para ser aprovado nas provas objetivas.

Pensão alimentícia: definição, principais regras e novas mudanças

Está estudando para um disputado certame da área jurídica? Conheça as particularidades da pensão alimentícia, que faz parte do conteúdo programático de vários editais.