Estas 5 profissões deixaram de existir e você ainda não sabia disso

Fique por dentro das cinco profissões que deixaram de existir e que muito provavelmente você não sabia que elas se tornaram obsoletas.

É inegável que os constantes avanços tecnológicos criaram algumas profissões e acabaram definitivamente com outras, consideradas ultrapassadas. Por isso, essa matéria vai te mostrar cinco profissões que deixaram de existir e que talvez você nem desconfiava.

Leia também

O fato de algumas funções terem sumido com o tempo não significa que elas não tiveram relevância em uma determinada época. Aproveite esse conteúdo para entender a importância da qualificação para garantir boas oportunidades de trabalho.

Profissões que deixaram de existir

profissões extintas, profissões que vão acabar, profissões que vão sumir
Foto: montagem / Pexels – Canva PRO

1. Telefonista

Essa é uma das principais profissões que deixaram de existir com o desenvolvimento tecnológico. Quem já era adulto nas décadas de 1970 e 1980 sabe muito bem como era importante o trabalho do Telefonista, principalmente quando precisava fazer uma ligação, seja local ou interurbano.

Esse profissional era o responsável por fazer o intermédio entre o local e o destino da ligação, ou seja, a conexão entre você e a pessoa na qual queria ligar. Muitas vezes, era necessário ficar esperando por cinco ou dez minutos para que a ligação pudesse ser completada.

Hoje em dia, com o celular em mãos, basta teclar os números ou acionar o comando de voz (em alguns aparelhos) e esperar a outra pessoa atender.

2. Ator e atriz de rádio

Mais uma das profissões que deixaram de existir. Antes das famosas telenovelas que muita gente assiste hoje em dia, as histórias eram transmitidas pelo rádio. Entre os anos 1940 e 1950, consagrados atores e atrizes de rádio fizeram sucesso em todo o Brasil.

Esses profissionais precisavam ter boas vozes e uma altíssima capacidade de interpretação. Afinal, as pessoas só escutavam, por isso, era preciso explorar ao máximo a imaginação delas, o que era um baita desafio para a maioria.

Na verdade, esses programas foram os reais precursores dos famigerados podcasts. Com o advento da TV no Brasil, muitos atores e atrizes das saudosas radionovelas acabaram migrando para esse veículo de comunicação, depois de alguns ajustes no visual, logicamente.

3. Operador de mimeógrafo

Quando o assunto é profissões que deixaram de existir, essa não poderia ficar de fora da nossa lista. Esse profissional era o responsável pela impressão manual de documentos, provas, livros, apostilas, dentre outros, em um mimeógrafo.

O antecessor da impressora que conhecemos hoje já viveu a sua era de ouro em todo o país, principalmente em escolas e faculdades. O Operador de Mimeógrafo precisava operar uma ultrapassada engenhoca (para os dias de hoje, claro) que fazia as cópias.

Esse aparelho foi o pioneiro do sistema de cópias em grande escala, que era massivamente usado no ensino durante décadas.

4. Acendedor de lampiões

Outra das profissões que deixaram de existir. Atualmente, os postes de iluminação se acendem de forma automática quando escurece, através de um moderno sensor. Mas antes do advento da energia elétrica nas ruas, as coisas eram bem mais complicadas e trabalhosas.

O Acendedor de Lampiões era contratado para acender e apagar os postes com um lampião, quando anoitecia e amanhecia, respectivamente. Era um trabalho manual e extremamente cansativo, já que era preciso subir em uma altura considerável para realizar a tarefa.

Esse cargo era ocupado por homens, na maioria das vezes. Apesar de não ser a mesma quantidade de postes de hoje (eram bem menos unidades), a única maneira de deixar as ruas parcialmente iluminadas era essa, pelo menos até o final do século XIX.

5. Profissões que deixaram de existir: Datilógrafos

Eles eram os responsáveis por datilografar cartas, documentos e textos usando pesadas máquinas de datilografia, até meados dos anos 1980. Com o surgimento dos computadores, essa função acabou caindo na obsolescência nas décadas seguintes.

Assim como as outras profissões que deixaram de existir citadas acima, o Datilógrafo era um profissional extremamente necessário em bancos, escritórios, empresas de diversos segmentos e estabelecimentos comerciais em geral.

Todo documento fiscal que não pudesse ser preenchido à mão, o Datilógrafo tinha que fazer isso usando a máquina de escrever. Esse trabalho exigia muita atenção desse profissional, já que rasuras não eram aceitas.

Viu como as profissões que deixaram de existir já vivenciaram o seu apogeu no Brasil? O mercado de trabalho anda de mãos dadas com a tecnologia. Por isso, antes de escolher qual carreira seguir, atente-se para os cargos que podem desaparecer com o passar dos anos.

Leia também


você pode gostar também

“Subir para cima”: 11 exemplos de pleonasmo para evitar no dia a dia

"Subir para cima", "descer para baixo" ou "sair para fora": confira alguns exemplos de pleonasmo para evitar no dia a dia.

Estes 5 sinais mostram se o seu amigo está apaixonado por você

Tem percebido que a pessoa com a qual tem amizade quer algo mais sério contigo, concurseiro? Fique por dentro dos cinco sinais de que o seu amigo está apaixonado por você.

Confira 3 signos que, geralmente, preferem ficar sozinhos

Existem alguns signos que, geralmente, preferem ficar sozinhos e apreciam a solidão mais do que ninguém. Confira quais deles integram a lista.

11 carros incríveis para quem é apaixonado por tecnologia

Se você é fã de carteirinha do universo automotivo, conheça 11 carros incríveis e tecnológicos, com funções incríveis de motorização, conforto e segurança.

Entenda para que realmente serve o lado preto da raquete de ping pong

A raquete de ping pong é um dos principais instrumentos do tênis de mesa, mas nem todas as pessoas conhecem para que realmente serve o lado preto dessa ferramenta.

7 hábitos que realmente podem prejudicar a sua produtividade

Quer realmente ser aprovado em um concurso público e alcançar a tão sonhada estabilidade financeira? Conheça os sete hábitos que prejudicam a sua produtividade e deixam a sua aprovação mais longe.