Confira dicas para que você não seja eliminado nas provas do Enem 2021

Confira alguns detalhes que precisam de atenção para que você não seja eliminado nas provas do Enem 2021.

O primeiro dia de provas do Enem 2021 aconteceu no último domingo, 21 de novembro de 2021, onde foram cobradas as provas de redação, linguagens e ciências humanas. Para o segundo dia de aplicação, confira algumas dicas para você não ser eliminado nas provas do Enem 2021.

No próximo domingo, 28 de novembro de 2021, os candidatos vão fazer as provas de matemática e ciências da natureza.

O que pode eliminar o candidato do Enem 2021?

A seguir, listamos algumas situações que geram desclassificação do candidato no Enem 2021, confira:

  • Publicação para as redes sociais: quando houver divulgação de fotos, vídeos, áudios e demais conteúdos da prova ou qualquer material usado na aplicação;
  • Uso de celular: o aparelho deverá ser entregue para ficar em envelope lacrado. Caso o aparelho emita qualquer ruído, o candidato poderá ser eliminado;
  • Não poderá haver comunicação com os outros candidatos: podendo ter somente com aqueles que estão aplicando as provas para esclarecimento de dúvidas;
  • Atenção ao horário: saia de casa com antecedência para não correr o risco de chegar no local de prova após fechamento dos portões;
  • Uso de máscara: em razão da pandemia de COVID-19, o não uso do item gera desclassificação;
  • Documento de identificação: é obrigatório que o candidato apresente o documento impresso, não será aceito nenhum tipo digital.

Saiba mais sobre o Enem 2021

O Exame Nacional do Ensino Médio avalia candidatos para ingresso em universidades de nível superior públicas, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), além de ser parâmetro para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Além disso, os resultados também podem ser usados para ingressar em instituições de ensino portuguesas que têm convênio com o Inep.

O número de inscritos no Enem 2021 foi o menor desde 2005. O número foi de 3.389.907, quase 3 milhões a menos em comparação com 2020.

Leia também

você pode gostar também