Confira 5 dicas valiosas para ser ainda mais eficiente nos seus estudos

Saiba como você pode ser mais eficiente nos estudos para as provas do concurso através das nossas dicas.

Se você é daqueles concurseiros que procuram maneiras de ser mais eficiente nos estudos, está lendo o texto certo. Vamos te dar cinco dicas valiosas para que sua eficiência na fase de preparação paras as provas do certame seja cada vez maior. Siga todas elas à risca e aumente as suas chances de aprovação. Bora lá dar aquela conferida?

Faça conexões mentais

Essa é uma das dicas para ser ainda mais eficiente nos estudos que todo concurseiro deveria seguir. Especialistas sugerem que, em vez de você memorizar o conteúdo que precisa ser aprendido, deve fazer conexões entre as principais ideias.

Esse processo é chamado de aprendizagem contextual e costuma funcionar bastante na hora de assimilar informações novas.

Cada candidato precisa personalizar a sua metodologia de aprendizagem fazendo conexões mentais que relacionem com as informações recém aprendidas, desde que elas façam sentido para o mesmo.

Ou seja, você vai aprender algum assunto relacionando-o com algum contexto do seu cotidiano, desde que tudo se encaixe e proporcione um aprendizado mais efetivo.

Cuidado com a “curva do esquecimento”

Outra das dicas para ser ainda mais eficiente nos estudos é evitar a famosa “curva do esquecimento”. Ela acontece quando o concurseiro aprende um assunto novo e não faz uma boa revisão do conteúdo nas primeiras 24 horas, o que triplica as chances de esquecimento.

O índice de retenção da nossa memória é de até 80% quando o candidato revê tudo o que acabou de aprender no dia seguinte.

O mais interessante é que isso tem um saudável efeito cumulativo, ou seja, após uma semana fazendo revisões periódicas (logo após aprender algo novo), a sua capacidade de reter aquilo que aprendeu pode chegar a 100%, fazendo revisões de apenas cinco minutos.

Dicas para ser mais eficiente nos estudos: varie o conteúdo

Você sabia que para ser ainda mais eficiente nos estudos, uma tática que costuma funcionar bastante é variar o conteúdo estudado ao invés de direcionar os seus esforços somente para uma área do conhecimento? É verdade. Por exemplo, você pode estudar as matérias de Exatas em um dia e de Humanas no dia seguinte. Isso potencializa o seu aprendizado.

Além disso, quando o concurseiro varia o conteúdo estudado (ao longo da semana), o processo fica mais proveitoso. Por isso, não estude a mesma disciplina por vários dias seguidos, para que o seu aproveitamento seja maior.

Ficar “debruçado” sobre a mesma matéria por cinco ou seis dias seguidos pode ser maçante ao extremo. Vai bater aquela preguiça de continuar, pode ter certeza.

Prefira estudar com material impresso

Mesmo diante de tanta parafernália eletrônica disponível por aí que pode nos ajudar nos estudos (principalmente por causa da portabilidade e conveniência), o concurseiro deve usar material impresso na hora de estudar.

O motivo é simples: a concentração fica muito maior quando estudamos por um livro didático, caderno de anotações ou apostila. E isso se traduz em uma compreensão mais efetiva.

Imagine você estudando para as provas do concurso pelo seu celular. Além de ser algo que exige mais esforço para ler o conteúdo (já que a tela é menor), as suas chances de distrações serão infinitamente maiores, por causa de eventuais ligações inesperadas e das notificações de mensagens das redes sociais ou do WhatsApp.

Sem mencionar que pode ser impossível vencer a tentação de dar aquela espiada no Facebook ou Instagram de vez quando, certo?

O sistema Leitner pode ser o seu aliado

Finalmente, a última das dicas para ser ainda mais eficiente nos estudos. O bom e velho sistema Leitner é conhecido mundialmente por usar “cartões de memorização” e tem o objetivo de ensinar o concurseiro todo o conteúdo estudado (no qual tem menos familiaridade) através do simples processo de repetição.

O candidato coloca os cartões contendo perguntas na caixa 1. Depois pega cada cartão e tenta responder a questão. Caso acerte, deve colocá-lo na caixa 2. Se ele errar a resposta ou não souber, o cartão volta para a caixa 1. Esse método é extremamente eficiente quando o assunto é aprender de verdade.

Todos os erros ou dúvidas do estudante devem ser sanados para que, no final, ele consiga responder às perguntas dos cartões, sem “colar”.

Agora que você está a par das nossas dicas para ser ainda mais eficiente nos estudos, não deixe de colocá-las em prática para aumentar as suas chances de começar uma carreira pública de sucesso. Boa sorte.

Leia também


você pode gostar também

Pagam bem: 5 profissões para quem não quer trabalhar com atendimento

Se você é uma pessoa introvertida e não gosta de lidar com público, conheça cinco profissões para quem não quer trabalhar com atendimento.

5 filmes da Netflix para se inspirar e ter motivação nos estudos

Se você anda meio sem inspiração para continuar estudando para as provas do concurso, conheça cinco filmes da Netflix que podem te motivar.

Concurso INSS: o que levar em conta na hora de estudar leis? Veja 5 dicas

Vai prestar o concurso INSS e precisa ser aprovado? Conheça cinco dicas incríveis sobre como estudar leis.

Conheça 7 tipos de aprendizagem e suas vantagens durante os estudos

Está começando a estudar para um concurso público? Conheça os sete tipos de aprendizagem e as vantagens de cada um deles.

Validade de concursos: como esse prazo afeta os concurseiros?

Entenda como funciona a validade de concursos públicos e saiba como esse prazo afeta a vida de todo concurseiro aprovado.

Estas 5 profissões antigas voltaram à moda no país e ganharam relevância

Conheça cinco profissões antigas que voltaram a ganhar espaço e relevância no mercado de trabalho brasileiro.