CBMRO suspende edital de processo seletivo

O processo seletivo CBMRO prevê a contratação temporária de Arquiteto e Analista de Desenvolvimento Full-Stack, com vagas imediatas e cadastro de reserva.

O edital nº 1/2024 do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Rondônia, foi suspenso. O O processo seletivo CBMRO visava a contratação temporária de Arquiteto e Analista em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), com foco em Analista de Desenvolvimento Full-Stack.

continua depois da publicidade

Ao todo, a oferta era de quatro vagas imediatas e mais 24 em cadastro reserva. A carga horária semanal prevista era de 40 horas semanais, com remuneração de R$ 7.829,48 para os Arquitetos e R$ 7.594,90 para os Analistas Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC).

Inscrições

As inscrições no processo seletivo deveriam ser realizadas pela internet, através do site do CBMRO, entre os dias 3 e 11 de julho de 2024. Nessa plataforma, o candidato deveria preencher o formulário indicado e anexar os documentos comprobatórios necessários para provar o cumprimento dos requisitos da vaga.

Leia também

Neste contexto, deveriam ser apresentados os comprovantes de escolaridade de nível superior, currículo e carteira de identidade profissional equivalente ao cargo pretendido.

No entanto, o certame foi suspenso de acordo com publicação no site do Diário Oficial do Estado, na edição do dia 09 de julho, página 80. O edital original ainda pode ser encontrado na edição do dia 1º de julho, a partir da página 89.

Etapas

Para o cargo de Arquiteto, seria necessário a apresentação do currículo, registros em carteira de trabalho, comprovantes de rendimentos no exercício profissional de Arquitetura, contratos de trabalho ou declaração de tempo de serviço prestado na atividade de Arquitetura. Essa era uma etapa classificatória e eliminatória.

Além da apresentação dos documentos, os candidatos iriam passar por uma entrevista técnica sobre sua atuação, em uma fase classificatória.

Já para os Analistas em Tecnologia da Informação e Comunicação, a avaliação aconteceria em uma etapa única de apresentação do currículo e demais documentos profissionais.

Em todos os casos, o prazo de validade do contrato temporário de trabalho seria de três anos, com possibilidade de prorrogação única. De acordo com o edital, o processo seletivo teria validade de 2 anos, podendo ser prorrogado por mais 2 anos caso necessário.

Você também pode
gostar

Concursos em sua
cidade