Concurso INSS: saiba como se preparar para a prova

Fique por dentro de dicas valiosas sobre como se preparar do zero para o concurso INSS e aumente suas chances de aprovação.

O concurso INSS é um dos mais aguardados e disputados por milhares de pessoas que sonham em conquistar uma vaga nesse órgão público. O grande desafio, claro, é ser aprovado no certame. Por isso, vamos te dar sete dicas de ouro sobre como se preparar para as provas e fazer esse sonho se tornar uma realidade em sua vida. Não deixe de ler até o final e boa sorte.

Leia também

Como se preparar para a prova do concurso INSS?

1) Comece a estudar com bastante antecedência

Apesar de ser uma dica óbvia, muito concurseiros a negligenciam. Para aumentar as chances de ser aprovado no concurso INSS, você deve começar a estudar com muita antecedência. Lembre-se de que o tempo é o seu grande aliado.

Sendo assim, não espere o edital ser publicado para somente depois começar a estudar para as provas. Em concursos disputados como esse, os candidatos mais experientes começam a se preparar com um ano de antecedência. Começar a estudar somente depois da publicação do edital pode não te levar ao sucesso.

2) Atenção ao conteúdo exigido no edital

O edital do concurso INSS traz informações importantes sobre as disciplinas que serão cobradas nas provas. Por isso, nada de ignorar esse importante documento, já que ele serve como um guia para o concurseiro.

Além das principais exigências e particularidades dos cargos em aberto, o edital ainda traz a bibliografia indicada que pode nortear o candidato na hora de estudar. Dessa forma, esteja a par das matérias exigidas pelo edital e mantenha o seu foco exclusivamente nelas.

3) Tenha um plano de estudos

Para ser aprovado no concurso INSS, você precisa estabelecer um plano de estudos que seja condizente com a sua realidade. Estipule um horário para começar e terminar os estudos diários, além das pausas, que precisam ser frequentes. Não se esqueça de levar em consideração as suas obrigações diárias.

Inclua em seu cronograma de estudos todas as disciplinas cobradas pelo edital, sempre dedicando um tempo maior àquelas em que você tenha mais dificuldade ou pouca afinidade. Afinal, mesmo que você não goste de uma determinada matéria, é preciso aprender todo o conteúdo dela.

4) O seu material de estudo deve ser de qualidade

De nada adianta seguir à risca todas as dicas acima, se o seu material de estudo é de baixa qualidade. O concurseiro que deseja ser aprovado em qualquer certame precisa investir em livros de apostilas de qualidade e de referência.

Se você insiste em estudar usando um material incompleto, que traz informações superficiais ou que tem uma didática ineficiente, é bastante provável que não será aprovado no concurso INSS. Pense nisso e não perca o seu tempo.

5) Invista em uma técnica de estudos

Tudo pronto para colocar a mão na massa, concurseiro? Agora é investir em uma técnica de estudos na qual tenha mais afinidade. Opções são o que não faltam e cabe a você escolher o método mais eficaz para turbinar o seu aprendizado.

Não aceite indicações de outros candidatos, pois o que é eficiente para uma pessoa nem sempre funciona com outra. Você precisa testar três ou quatro técnicas diferentes de estudo e analisar a qual delas mais se adaptou. Feito isso, vamos para a próxima dica.

6) Pratique, pratique, pratique

Não existe fórmula mágica para ser aprovado no concurso INSS que não seja praticar muito tudo aquilo que aprendeu. Os exercícios são a principal forma de testar os seus conhecimentos. Dessa maneira, a prática é fundamental.

Se você é daqueles concurseiros que só ficam na teoria e acham que estão aptos para arrasar nas provas, tome cuidado.

Quando o candidato treina fazendo o máximo de exercícios possível, ele pode ter uma noção de como está o seu aprendizado e focar nos assuntos que mais errou, seja nos simulados ou nas provas de concursos anteriores. A regra é bem clara: só se aprende de verdade por meio da prática.

7) Revisão de conteúdo: jamais se esqueça dela

A nossa última dica também é importantíssima. Milhares de concurseiros, ávidos em passar nas provas do certame, só se concentram em adquirir o máximo de conhecimento, mas se esquecem (ou negligenciam) um ponto crucial: a revisão periódica de todo o conteúdo estudado.

A revisão evita a temida curva do esquecimento, já que reforça ainda mais as informações em nossa mente. Existem várias técnicas de revisão para concurso público que você pode investir. Independente da sua escolha, o mais importante é que você revise o que acabou de aprender de forma constante, combinado?

Leia também


você pode gostar também

Estes 23 carros já saíram de linha em 2022 e você ainda não fazia ideia

Está pensando em comprar um automóvel? Conheça os 23 carros que já saíram de linha em 2022 que provavelmente você não sabia.

Concurso INSS terá curso de formação em nova etapa

A nova etapa do concurso INSS é caracterizada por um curso de formação, com treinamento específico dos candidatos e avaliação do desempenho ao longo do processo.

35 nomes estranhos que já foram registrados no Brasil

Se você curte tudo aquilo que é fora do comum, conheça alguns nomes estranhos que já foram registrados no Brasil.

5 empregos bizarros que ninguém conhecia, mas pagam muito bem

Se você está pensando em uma transição de carreira, conheça cinco empregos bizarros que pagam muito bem e que têm uma alta demanda no mercado.

Você é super inteligente? Veja 4 características que definem a condição

A super inteligência é multidimensional, e pode ser despertada em diversas áreas do conhecimento humano.

Estas 19 cidades já mudaram de nome no Brasil e você não sabia

Várias cidades brasileiras mudaram de nome ao longo dos séculos e décadas, sendo a alteração mais recente datada de 2021.