CNH: 5 multas caras que muitas pessoas ainda não conhecem

Você sabe quais são as multas de trânsito mais caras no Brasil? Leia e descubra algumas delas.

Ser responsável no trânsito é muito importante para a sua segurança e a de outras pessoas. Desse modo, ao dirigir corretamente, o motorista evita a ocorrência de graves acidentes.

Além disso, o motorista que mantém condutas erradas no trânsito, isto é, que desobedece às leis estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) fica sujeito a diversas penalidades. Vale destacar que algumas multas podem ser aplicadas com valores superiores a R$ 17.000,00.

De acordo com Código de Trânsito Brasileiro (CTB) a depender da conduta do motorista podem ser aplicadas três tipos de multa, as quais são: 

  • Multa leve no valor de R$ 88,38, e o condutor perde três pontos na carteira;
  • Multa média no valor de R$ 130,16, e o condutor perde 4 pontos na carteira; 
  • Multa grave no valor de R$ 195,23, e o condutor perde 5 pontos na carteira;
  • Multa gravíssima no valor de R$ 293,47, e o condutor perde 7 pontos na carteira de habilitação.

Fator multiplicador

Ainda, em alguns casos o motorista pode ter a sua Carteira Nacional de Habilitação suspensa (CNH), se a infração tiver o chamado “fator multiplicador”, que resulta nas multas terem valores maiores dependendo da situação de risco que ocorreu.

É importante deixar claro que o “fator multiplicador” é a multiplicação do valor da multa que recai sobre algumas infrações de natureza gravíssima, sendo elas as mais perigosas e que oferecem riscos à segurança dos motoristas e pedestres.

Em suma, a multa de trânsito aplicada nesta modalidade pode ser multiplicada por até 60 vezes, ficando em um valor extremamente alto. Veja a seguir 5 multas de trânsito mais caras do Brasil e que muitas pessoas não conhecem:

CNH: 5 multas caras e pouco conhecidas

1. Multa no valor de R$ 17.608,20

Atualmente a multa mais cara no Brasil é a no valor de R$ 17.608,20. Essa multa é aplicada para o previsto no artigo 253 – A do Código de Trânsito Brasileiro, que dispõe ser proibido utilizar qualquer veículo para interromper, restringir ou perturbar a circulação na via, sem autorização.

Segundo o parágrafo primeiro do artigo, aos organizadores dessa ação, será aplicada uma multa agravada em 60 vezes, por se tratar de uma infração gravíssima. Além disso, o condutor terá sua CNH suspensa por 12 meses.

2. Multa de R$ 2.934,70

Outras situações gravíssimas que têm a multa agravada ao condutor, multiplicadas por dez e que culminam no valor de R$ 2.934,70, são: 

  • Dirigir sob a influência de álcool e for pego no bafômetro, ou mesmo tendo se recusado a fazer o teste, a multa ainda será multiplicada e o condutor terá sua CNH suspensa; 
  • Disputar corrida; organizar ou participar de competições ou eventos nas vias, sem autorização; realizar manobras perigosas para demonstração; 
  • Forçar passagem entre veículos que estejam próximos um do outro.

3. Multa de R$ 1.497,35

Nos casos de acontecer um acidente e o condutor deixar o local sem prestar socorro, a multa será agravada para o valor R$ 1.497,35, resultantes do valor da multa por infração gravíssima multiplicada por cinco.

A mesma multa também será aplicada aos condutores que não adotarem medidas de segurança necessárias à preservação do local do acidente para facilitar o trabalho da perícia e aos motoristas que não removerem seu o veículo do local, se possível, e não prestarem os esclarecimentos necessários.

Além disso, os motoristas que estão habilitados nas categorias C, D e E que não fizerem o exame toxicológico também irão pagar R$ 1.497,35 e terão a sua CNH suspensa por três meses.

4. Multa de R$ 1.467,35

Outra multa agravada é referente ao condutor que tentar realizar uma manobra de ultrapassagem pelo acostamento ou em interseções e passagens de nível, assim como pela contramão de direção (Artigo 202 e 203 do CTB), a multa aplicada será gravíssima e multiplicada em cinco vezes.

5. Multa de R$ 880,41

Por fim, as multas serão multiplicadas por 3 e terão o valor de R$ 800,41, nos seguintes casos: quando o condutor dirigir sem possuir CNH ou PPD; dirigir com a habilitação cassada ou em processo de suspensão; transitar com o veículo em calçadas, ciclofaixas, entre outros; ou quando dirigir com velocidade superior à máxima em mais de 50%.

Leia também

você pode gostar também

Por que os palitos de pirulito têm um pequeno furinho na ponta?

Sempre fez questão de aprimorar os seus conhecimentos e tem a curiosidade aguçada, concurseiro? Então, descubra para que serve o furinho na ponta dos palitos de pirulito.

Entenda de onde surgiu o “sentido horário” dos relógios

Você já se perguntou por que o relógio gira em sentido horário? Este é um padrão que vem de relógios de sol antigos. Leia e entenda a seguir.

Afinal, qual é a verdadeira diferença entre poema e poesia? Entenda aqui

Apesar de parecerem idênticos, o poema e a poesia possuem algumas diferenças vitais, e que são de conhecimento essencial no mundo literário.

Grampeador tem função “secreta” que muitas pessoas ainda não conhecem

Embora todos nós usemos um grampeador de vez em quando, você provavelmente não conhece este tipo de uso secreto para ele.

15 nomes antigos que voltaram a ser populares no Brasil

Alguns dos nomes retrôs são muito populares hoje em dia no Brasil, sejam femininos ou masculinos. Confira alguns deles abaixo.

Como começar a empreender? Veja 7 dicas para ter um negócio de sucesso

Está querendo começar a empreender em 2023 e pretende alcançar o êxito profissional? Fique por dentro de sete dicas para ter um negócio de sucesso.