Saque Calamidade do FGTS é liberado para 11 cidades; até R$ 6,2 mil

O saque calamidade do FGTS, destinado aos trabalhadores formais que residem em locais onde foi decretado estado de emergência, foi liberado para 11 cidades. Confira mais.

Trabalhadores que precisem sacar seus saldos da conta do FGTS por necessidade pessoal, urgente e grave em decorrência de desastre natural que tenha atingido a área onde residem podem utilizar o saque calamidade do FGTS, que foi liberado recentemente para 11 cidades.

O benefício está disponível exclusivamente para localidades onde foi decretado estado de emergência ao redor do país. Os valores são liberados caso a situação de emergência ou estado de calamidade pública tenham sido decretados oficialmente pelo governo do Distrito Federal, estado ou município, em até 30 dias a partir do primeiro dia útil após a ocorrência.

Saque Calamidade do FGTS é liberado para 11 cidades: confira quais

O saldo guardado nas contas do fundo pode ser retirado por todos os cidadãos vinculados ao FGTS, desde que vivam em locais onde o estado de emergência foi decretado. Neste sentido, as situações que permitem a retirada são as seguintes:

  • Enchentes ou inundações graduais;
  • Enxurradas ou inundações bruscas;​
  • Alagamentos; ​
  • Inundações litorâneas provocadas pela brusca invasão do mar;​
  • Precipitações de granizos;
  • Vendavais ou tempestades;​
  • Vendavais muito intensos ou ciclones extratropicais;​
  • Vendavais extremamente intensos, furacões, tufões ou ciclones tropicais;​
  • Tornados e trombas d’água;​
  • Desastre decorrente do rompimento ou colapso de barragens que ocasione movimento de massa, com danos a unidades residenciais.

Atualmente, este resgate pode ser feito em 11 cidades dos estados Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. É importante ter em mente que cada município possui um prazo para solicitar os valores. Confira abaixo:

  • até 25 de janeiro de 2023: Verê (PR);
  • até 13 de dezembro de 2022: Cachoeirinha (RS);
  • até 2 de janeiro de 2023: Canoas (RS);
  • até 23 de janeiro de 2023: Gravataí (RS);
  • até 11 de dezembro de 2022: Rio Pardo (RS);
  • até 19 de dezembro de 2022: Balneário Piçarras (SC);
  • até 21 de dezembro de 2022: Criciúma (SC);
  • até 21 de dezembro de 2022: Forquilhinha (SC);
  • até 11 de dezembro de 2022: Joinville (SC);
  • até 26 de dezembro de 2022: Penha (SC);
  • até 21 de dezembro de 2022: Porto Belo (SC).

Solicitação do saque calamidade

O saque calamidade pode ser facilmente solicitado, sem que seja preciso sair de casa. Para isso, o cidadão deve baixar o aplicativo do FGTS, disponível para Android e iOS. Feito isso, basta seguir o passo a passo:

  • Fazer o login na plataforma;
  • Acessar “Meus Saques”, e então “Outras situações de saque”;
  • Em motivo, clicar em “Calamidade Pública”, e então em “Continuar”;
  • Escolher a forma de recebimento do saque (crédito em conta ou saque presencial);
  • Enviar todos os documentos solicitados e clicar em “Confirmar”.

Vale lembrar que o dinheiro é disponibilizado pela Caixa Econômica Federal, ou seja, a instituição é responsável pela transação. Feita a solicitação, ela deve verificar o pedido e então liberar os valores, de acordo com a forma de resgate selecionada pelo cliente.

Cidadãos que optarem pelo resgate presencial devem comparecer a uma agência da Caixa com os seguintes documentos em mãos:

  • Comprovante de residência em nome do trabalhador (conta de telefone, água, luz, gás, extratos bancários, carnês de pagamento, etc.), emitido nos últimos 120 dias anteriores à decretação de emergência, ou;
  • Declaração emitida pelo Governo Municipal ou Distrito Federal, atestando que o trabalhador reside naquela área;
  • Documento de identificação do trabalhador ou diretor não empregado;
  • CPF;
  • Carteira de Trabalho física ou digital, ou qualquer documento que comprove vínculo empregatício.

Leia também

você pode gostar também

Abono PIS/Pasep 2023 começa a ser pago neste mês; veja quem recebe

O abono PIS/Pasep é um valor destinado aos trabalhadores da iniciativa privada e aos servidores públicos. Confira quem pode receber e quais são os valores de 2023.

Bolsa Família de fevereiro terá datas diferentes; confira o calendário

Pagamentos do Bolsa Família para o mês de fevereiro já possuem datas definidas. Programa repassa R$ 600 ao beneficiário.

Salário-família é pago para trabalhadores com filhos; veja as regras

O salário-família é um benefício pago pelo INSS. Para terem direito, os trabalhadores com filhos devem preencher os requisitos de acesso. Veja aqui quais são.

Auxílio Gás volta a ser pago neste mês; veja calendário completo

Pagamentos do Auxílio Gás para o mês de fevereiro começarão no dia 13. Milhões de pessoas deverão ser beneficiadas pelo programa.

Bolsa Família vai mudar em 2023? Veja quais são os planos do governo

O Bolsa Família é um programa governamental essencial para milhões de famílias do país. Com a volta do governo Lula, o benefício deve passar por algumas mudanças em 2023.

Nova Prova de Vida é regulamentada pelo INSS; veja como será o processo

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deverá comprovar que cerca de 17 milhões de beneficiários continuam vivos, em 2023.