5G afeta sinal de parabólicas antigas; veja quem tem direito às antenas digitais

Para beneficiários de programas sociais do governo federal, é possível receber a antena digital de graça. Entenda os detalhes.

A chegada da internet 5G no Brasil passou a exigir que a transmissão via satélite de canais abertos de TV mudasse de faixa, de forma que fosse possível evitar transferências. Com esta alteração, o 5G afeta sinal de parabólicas antigas, o que faz com que cidadãos precisem trocar o equipamento por parabólicas digitais.

Neste sentido, os kits com antena digital, cabos e receptor podem ser comprados tanto em lojas físicas quanto na internet. Para beneficiários de programas sociais do governo federal, porém, é possível receber a nova antena digital de graça.

Vale lembrar que todas as famílias com antena parabólica convencional deverão trocar o equipamento, por conta da chegada do 5G. Por operar principalmente na faixa de 3,5 GHz, a frequência da internet está muito próxima da faixa de sinal da TV, em 3,6 a 3,7 GHz.

Até o momento, o 5G já foi ativado em todas as capitais e em 26 cidades. Já a mudança da faixa da antiga antena parabólica foi definida pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), por meio de documento, que também prevê o desligamento do sinal de TV em sistemas antigos.

Por sua vez, é provável que o sinal seja desligado nas parabólicas antigas em até 18 meses, com base no prazo da Anatel, contando a partir de 30 de maio. Caso seja necessário, porém, o prazo pode ser prorrogado até 31 de dezembro de 2025.

5G afeta sinal de parabólicas antigas: como solicitar o novo kit

Novamente, famílias inscritas em programas sociais do governo, ou seja, que façam parte do Cadastro Único, podem solicitar a instalação dos kits com sinal digital. Os novos equipamentos são mais modernos, possuindo melhor qualidade de imagem e som, e garantem que não haja interferência nos canais abertos de TV via satélite.

Esta ação é coordenada pela Siga Antenado, com apoio do Ministério das Comunicações e da Anatel. Seja como for, para receber o kit da nova parabólica, basta atender a dois requisitos: ter uma parabólica antiga/convencional que ainda funcione e estar inscrito no CadÚnico em situação regularizada.

O kit só não está disponível para casas que já tenham a antena digital, a famosa “espinha de peixe”; este sistema não exige que o aparelho seja trocado. Caso o cidadão atenda aos requisitos, é preciso verificar se a cidade onde mora já oferece a troca dos equipamentos.

Este serviço está disponível nas capitais e em outras 26 cidades com mais de 500 mil habitantes. Após fazer o cadastro no CadÚnico, cumprindo todos os requisitos do sistema, a solicitação é rápida e simples. Primeiramente, é preciso ligar para a central de atendimento da Anatel, no número 0800-729-2404, e requisitar o serviço.

Este procedimento também pode ser feito online, por meio do site do programa Siga Antenado. Após acessar o endereço, é preciso conferir o menu no canto superior esquerdo da tela, e clicar em “Programa de distribuição de kits gratuitos”. Logo depois, clique em “Agende aqui”.

Feito isso, basta selecionar uma forma de identificação, que pode ser o Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário ou o CPF. Ao disponibilizar a informação, o responsável deve também responder um questionário, definindo a data e hora da instalação.

No dia escolhido, um técnico deve comparecer à residência, verificando se será preciso instalar um novo aparelho ou não.

Leia também

você pode gostar também

Benefício de R$ 1,2 mil é pago para ESTE grupo de trabalhadores

Uma iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) garante a um grupo específico de trabalhadores um benefício de R$ 1,2 mil em parcela única. Saiba mais sobre o assunto.

Calendário Bolsa Família de Janeiro: veja todas as datas

O valor médio do Bolsa Família atualmente é de R$ 614,21; veja quem vai receber o pagamento nesta quinta-feira.

Aposentadoria INSS: veja quem terá as parcelas ainda nesta semana

Além da aposentadoria, o INSS também paga auxílio-doença e pensão aos segurados; confira o calendário de janeiro a seguir.

Prova de Vida: INSS terá 10 meses para provar que segurado está vivo

Saiu uma portaria que regulamenta os novos procedimentos necessários para realizar a prova de vida do INSS dos segurados.

Extrato da aposentadoria do INSS já pode ser consultado via app

Benefício recebeu reajuste, consequência da alta do salário mínimo, que passou a vigorar no começo de 2023.

Empresa é obrigada a pagar auxílio-creche para mães? Confira as regras

O auxílio-creche permite que mães tenham um lugar para deixar seus filhos enquanto trabalham. Contudo, muitos não sabem se a empresa é obrigada a pagar o auxílio às mulheres.