Novo pente-fino do Auxílio Brasil pode cortar benefícios neste ano; veja regras

Processo de focalização do novo pente-fino do Auxílio Brasil possui três públicos definidos que devem passar pela revisão.

O programa Auxílio Brasil está passando por um novo pente-fino por meio do Ministério da Cidadania desde setembro. A revisão busca englobar mais categorias de beneficiários, e o processo, chamado de focalização, deve cortar o auxílio de famílias com renda superior ao limite já estabelecido.

Leia também

Vale lembrar que o programa é um direito de todas as famílias que estejam em situação de pobreza ou extrema pobreza, com renda per capita mensal de até R$ 210. Igualmente, grupos em regra de emancipação, ou seja, quando algum familiar consegue um emprego e a renda sobre. Nesse caso, o limite deve ser de até R$ 525 mensais.

Em relação ao novo pente-fino do Auxílio Brasil, o processo passou a valer no início de setembro por meio de publicação de uma instrução normativa no Diário Oficial da União. No texto, desde o mês passado, três novos públicos passaram a fazer parte das revisões: as categorias quatro, cinco e seis.

Já as normas da focalização em si foram definidas em fevereiro, também por meio de portaria. O documento delimitou as medidas necessárias para que a verificação periódica das informações das famílias seja feita. Caso o grupo esteja fora das regras, ele deixa de receber a renda mensal.

Regras do novo pente-fino do Auxílio Brasil

A definição dos três novos públicos que devem passar pelo pente-fino foi feita em função da gravidade das inconsistências. O grupo quatro inclui todas as famílias que já haviam sido convocadas pela averiguação cadastral ou pela focalização do primeiro semestre.

Estas famílias não têm direito ao benefício, mas voltaram a fazer parte do CadÚnico. Neste sentido, a situação do grupo quatro é a mais grave. Ela configura reincidência na inconsistência cadastral em um curto espaço de tempo e pelo mesmo motivo identificado na primeira focalização. Assim, terão os benefícios cancelados.

Esta categoria possui cidadãos que já recebem algum tipo de benefício previdenciário ou assistencial, como a aposentadoria. No caso do grupo cinco, é essencial que as famílias incluídas neste público tenham atualizado seu cadastro ainda em setembro. Caso contrário, terão o benefício bloqueado por dois meses, podendo até mesmo ser cancelado a partir de dezembro.

Por fim, no público seis, estão famílias com dados inconsistentes e falhas no CadÚnico, como atualização de documentos, por exemplo. Este grupo deve ser reavaliado mensalmente, e só será possível voltar ao cadastro caso resolvam a pendência.

Sobre o Auxílio Brasil

O programa Auxílio Brasil é oferecido às famílias que estejam em situação de vulnerabilidade econômica e social. Para entrar no sistema, é necessário atender uma série de critérios de elegibilidade, como ter renda per capita classificada como situação de pobreza ou extrema pobreza, e ter seus dados atualizados no CadÚnico nos últimos 24 meses.

Igualmente, é essencial não ter informações divergentes entre aquelas declaradas no cadastro e outras bases de dados federais. Assim, torna-se mais difícil entrar no pente-fino do programa e correr o risco de perder o direito às parcelas mensais.

Seja como for, a seleção para o Auxílio Brasil é feita de forma automática. O processo considera a estimativa de pobreza, a quantidade de famílias atendidas em cada município e qual é o limite orçamentário anual do programa.

Leia também


você pode gostar também

Calendário INSS novembro: novo grupo recebe benefício hoje (28)

Restam 12 pagamentos, conforme o calendário INSS de novembro. Segurados devem se atentar às datas de recebimento de suas parcelas.

13º salário 2022: primeira parcela deve ser paga até esta quarta, 30

O 13º salário 2022 é um direito de todos os trabalhadores formais, ou seja, que atuem em regime CLT.

13º salário extra do INSS: veja quem recebe o abono nesta segunda, 28

Abono extra do INSS será pago a todos aqueles que passaram a receber algum benefício previdenciário a partir de maio deste ano.

Auxílio Brasil: Caixa faz novo pagamento hoje (28); veja calendário completo

Com a aprovação de mais 400 mil famílias, o programa Auxílio Brasil passou a atender cerca de 21,53 milhões de unidades familiares em novembro.

CNH gratuita para CadÚnico é tema de projeto da Câmara

O Projeto de Lei que prevê a CNH gratuita para o CadÚnico está em tramitação na Câmara dos Deputados, mas existem condições específicas na concessão desse benefício.

Abono PIS: veja como consultar o lote extra que foi liberado neste ano

O novo lote extra do Abono Salarial já foi liberado para aproximadamente 1,1 milhão de beneficiários no Brasil.