É aposentado do INSS? Você pode ter direito a benefício de ATÉ R$ 8,8 MIL

Alguns aposentados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) podem receber um adicional de 25% em seus benefícios mensais.

O Instituto Nacional do Seguro Social permite que alguns aposentados recebam 25% a mais em seus benefícios mensais. Esse aumento deve ser solicitado por telefone ou pela internet, na plataforma do Meu INSS. O serviço realizado de maneira totalmente gratuita. Com isso, alguns aposentados podem ter direito a benefício de até R$ 8,8 mil.

Para acessar esse adicional, no entanto, o segurado precisa comprovar que precisa da ajuda de terceiros, parente ou profissional contratado para realizar atividades diárias, como ir ao banheiro e se alimentar.

Esse benefício é garantindo por meio do art. 45 da Lei 8.213/91 e fundamentado na Constituição Federal, conforme o princípio da dignidade da humana.

Quem tem direito ao benefício de até R$ 8,8 mil?

Alguns beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social têm direito de solicitar um adicional de 25% do valor da aposentadoria por invalidez.

Esse adicional pode ultrapassar o teto do INSS, que atualmente é de R$ 7.087,22. Na prática, isso significa que quem ganha o teto pode ganhar até R$ 8.859,02 caso tenha direito. O adicional varia conforme o benefício recebido pelo aposentado.

Segundo o INSS, o bônus de 25% na aposentadoria é um benefício exclusivo de quem não consegue mais trabalhar devido à doença ou acidente. Dessa maneira, apenas o médico perito do INSS pode decidir se esse trabalhador terá direito à aposentadoria por invalidez e ao adicional de 25%.

O instituto informa alguns exemplos de situações que dão esse direito. Confira:

  • Cegueira total;
  • Perda acima de nove dedos das mãos;
  • Paralisia dos dois braços ou pernas;
  • Perda de ambas as pernas (quando não tem possibilidade de prótese);
  • Perda de uma das mãos e de dois pés (mesmo que a prótese seja possível);
  • Perda de uma perna e um braço (quando a prótese não for possível);
  • Doença que deixe a pessoa de cama;
  • Incapacidade permanente para as atividades cotidianas.

Aumento de 25% na aposentadoria: como solicitar?

Interessados podem fazer a solicitação pelo telefone, ligando para a Central de Atendimento no número 135. Conforme o INSS, o tempo de espera do serviço é de cinco minutos para ser atendido. Outra maneira de solicitar é no portal Meu INSS, conforme o passo a passo a seguir:

  1. Faça login no referido portal, informando o CPF e senha cadastrados no Gov.BR (se não tiver conta no site, pode criar uma na mesma hora);
  2. No menu, selecione “Novo Pedido” e, depois, digite o nome do benefício que você quer solicitar;
  3. Na lista que for apresentada, selecione o acréscimo de 25%;
  4. Leia as informações que aparecerem na tela e siga as instruções do portal.

Ao solicitar o aumento na aposentadoria, é importante ter o número do CPF do titular. Caso esse procedimento seja realizado por meio de um procurador ou representante legal, deverá ter uma procuração ou o termo de representação legal em mãos, bem como documento de identificação.

Após realizar todas as etapas à distância, o segurado precisa comparecer em uma unidade do INSS para realizar a perícia médica portando seu documento de identidade, laudos médicos e exames originais. A data, o local e o dia serão definidos pelo próprio Instituto.

Quando a avaliação for finalizada, a Previdência Social tem até 45 dias úteis para informar se o aumento na aposentadoria será concedido ou não. O beneficiário poderá acompanhar o andamento do processo e conferir a resposta na área de “Consultar Pedidos” do Meu INSS.

Leia também


você pode gostar também

Auxílio-inclusão de R$ 606: governo confirma NOVOS beneficiários

Autorização do Ministério do Trabalho permite que mais pessoas tenham direito ao auxílio-inclusão de R$ 606. Novos beneficiários podem pedir os valores pela internet.

CadÚnico tem direito ao Kit Antena Digital; saiba com obter o equipamento

O Kit Antena Digital é um direito de todas as famílias cadastradas no CadÚnico, que tenham uma antena parabólica da versão antiga.

BPC: qual é o período máximo para análise e concessão de R$ 1,2 MIL?

O período máximo para análise e concessão dos pagamentos mensais do BPC por parte do INSS foi atualizado em junho deste ano, a partir do acordo feito com o STF.

Trabalhou entre 1971 e 1988? Bolada do PIS/Pasep está disponível para saque

De acordo com a Caixa Econômica Federal, a bolada do PIS/Pasep totaliza R$ 24,6 bilhões em recursos destinados para quem trabalhou entre 1971 e 1988.

Saque FGTS é liberado para 18 cidades; valor máximo é de R$ 6,2 MIL

A Caixa vai liberar o saque do FGTS por calamidade nas regiões atingidas por desastres ambientais. Confira os critérios de saque.

Auxilio Brasil é pago para novo grupo; veja calendário completo

Esta é a segunda parcela com o valor mínimo de R$ 600, que vigorará até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada em julho pelo Congresso Nacional.